chegada

A gata andaluza

Uma tarde em Pilas, terra da primeira transexual a disputar o título de Miss Universo

Ricardo Viel
Ángela Ponce: “Não esperem de mim o típico discurso da miss que deseja a paz na Terra”
Ángela Ponce: “Não esperem de mim o típico discurso da miss que deseja a paz na Terra” FOTO_SEVILLA MAGAZINE_SELU OVIEDO

Desde 2011, quando um padeiro da cidade acertou os sete números da maior loteria europeia e embolsou 121 milhões de euros, o nome de Pilas não era tão citado fora das fronteiras andaluzas. Agora, o município de 14 mil habitantes, próximo de Sevilha, vem sendo celebrado nacionalmente como a terra natal da nova Miss Universo Espanha, Ángela Ponce, coroada no último dia 29 de junho.

A beldade de 27 anos que irá representar o país no mais famoso concurso de beleza do mundo tem o biótipo esperado de uma miss: 58 quilos, 1,77 metro de altura, 90 centímetros de busto, 61 de cintura e 90 de quadril. Longos, seus cabelos castanhos são levemente cachea-dos. Já os olhos azuis parecem ser o único traço herdado do pai, um homem atarracado e bonachão. “Ángela é alta como a mãe”, me disse Eustáquio Ponce numa tarde quente de julho, em Pilas.

MATÉRIA FECHADA PARA ASSINANTES
Para acessar, assine a piauí

Ricardo Viel

Ricardo Viel é jornalista brasileiro radicado em Salamanca.

Leia também

Últimas Mais Lidas

Tempo eleitoral: modos de usar

Os dilemas do PSDB e do PT numa disputa atípica

Produtor de soja do MS é autor de “outdoor rural” pró-Bolsonaro

Projeto Comprova descobriu quem é o responsável pela imagem que viralizou e circula na internet desde o ano passado

A culpa do alto clero

Arranjo institucional do país aumenta a influência do dinheiro na política

O Grenal das vices

20 perguntas para mostrar as muitas diferenças e os poucos pontos em comum entre as gaúchas Manuela D’Ávila e Ana Amélia

Bolsonaro fala outra língua

O ex-capitão é o único presidenciável da era da conectividade

Maria vai com as outras #6: Lugar de homem

Adinaildes Gomes, dona de uma empresa de construção civil e motorista de aplicativo, e Karla de Souza, vigilante patrimonial, contam como é atuar em profissões historicamente masculinas

O medo e o mito

A relação entre Bolsonaro e um hit do axé

No sofá, com a crise

Desempregados passam a lavar carros em ruas do Rio e serviço conta até com sofá para os clientes. Um deles pergunta: “Prefere que eu assalte?”

Com Deus, sem Lula

Impressões sobre o primeiro debate dos presidenciáveis

O debate traduzido para o mercado financeiro

Em pesquisa para bancos, Ciro foi apontado como o candidato mais simpático, e Bolsonaro, o mais alvejado; piauí acompanhou o programa em consultoria que monitora redes sociais para as instituições

Mais textos