ficção

A vista particular

Dali em diante, ninguém jamais vai descobrir o que aconteceu nos quarenta minutos em que José de Arariboia, um artista plástico que apesar da idade já alcançara uma boa projeção crítica e com certeza um futuro promissor, ficou no morro Pavão-Pavãozinho

Ricardo Lísias 
ODYR_2016

CAPÍTULO 1

Em que conhecemos o artista plástico José de Arariboia e sua obra. Aparecem duas personagens coadjuvantes: a marchand Donatella e o traficante Biribó. Ficamos sabendo que Arariboia está mais distraído que o normal. Um incidente é anunciado, mas ocorrerá apenas no segundo capítulo, o que demonstra a ansiedade do narrador. Cai o dia na Cidade Maravilhosa.

MATÉRIA FECHADA PARA ASSINANTES

Ricardo Lísias 

Ricardo Lísias, escritor, é autor de Inquérito Policial: Família Tobias, da editora Lote 42 e A Vista Particular, pela editora Alfaguara

Leia também

Últimas

Na piauí_176

A capa e os destaques da edição de maio

“Queima” de cloroquina pré-CPI

Após 337 dias no ar, Ministério da Saúde apagou recomendação para uso da droga às vésperas de comissão ser instalada no Senado

Mais nebuloso e mais conservador

Professores respondem a tréplica de Benamê Kamu Almudras

Pseudônimo para quem?

De que forma um monólogo pode se esconder por detrás de um diálogo

Paulo Gustavo mirava carreira internacional com Amazon a partir de 2022

Humorista estava de saída do Grupo Globo e já tinha assinado contrato de cinco anos com plataforma de streaming

Lava-se de tudo – sangue, pó e propina

Empresa de cobrança virou lavanderia de dinheiro para contrabandistas e PCC; esquema movimentou pelo menos 700 milhões de reais em quatro anos

Valores em desuso

Dois Tempos celebra amizade e afeto ao som de violões

A médica e o burocrata

No Brasil profundo, pequenos poderes se misturam com preconceito e Covid para compor uma tragédia

Mais textos