poesia

Balada exasperada

“O rei sem coroa/com sua língua obscena/invoca Deus e o Diabo”

Fabrício Corsaletti
ILUSTRAÇÃO: DW RIBATSKI_2020

o país está cercado
pelo riso das hienas
nossas muralhas têm frestas
os mendigos são centenas
de milhares, e os cadáveres
dos homens de vida amena
são jogados nas calçadas
sobre as botas das bebenas
– o que é bebena, Bebel?
– porra, abre o dicionário!
enquanto o rei sem coroa
com sua língua obscena
invoca Deus e o Diabo
como nas velhas novenas
e convoca pro repasto
quem quebrar a quarentena

&

MATÉRIA FECHADA PARA ASSINANTES

Fabrício Corsaletti

É poeta e tradutor. Publicou Esquimó e Baladas pela Companhia das Letras

Leia também

Últimas

Mãe porteira, filho educador

Jovem atua em projetos de educação popular que incluem biblioteca e pré-vestibular comunitários em favela da Zona Oeste do Rio

Margaritas, donuts e vacina

Com pacotes a partir de 50 mil reais por pessoa, turistas endinheirados fazem quarentena no Caribe antes de se imunizar nos Estados Unidos

Foro de Teresina #149: O Congresso entre a CPI, Bolsonaro e Lula

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Na piauí_176

A capa e os destaques da edição de maio

“Queima” de cloroquina pré-CPI

Após 337 dias no ar, Ministério da Saúde apagou recomendação para uso da droga às vésperas de comissão ser instalada no Senado

Mais nebuloso e mais conservador

Professores respondem a tréplica de Benamê Kamu Almudras

Pseudônimo para quem?

De que forma um monólogo pode se esconder por detrás de um diálogo

Mais textos