esquina

Bósnia no ataque

Os maiorais do vôlei sentado

João Pedro Soares
ILUSTRAÇÃO: ANDRÉS SANDOVAL_2016

Foi o levantador Sabahudin Delalić quem marcou o ponto da medalha. Sentado na quadra com uma perna dobrada para trás e a outra para a frente, o capitão da seleção da Bósnia-Herzegovina ergueu os braços e bloqueou a cortada do atacante iraniano. A bola ainda resvalou num defensor antes de sair. A equipe dos Bálcãs fechou o quarto set por 25 a 15 e conquistou o ouro nos Jogos Paralímpicos de Londres, em 2012.

Potência no vôlei sentado, o time masculino da Bósnia-Herzegovina venceu as últimas nove edições do campeonato europeu e é o atual campeão do mundo. “Sempre que entramos numa competição com os caras, já sabemos que chegaremos, no máximo, em segundo lugar”, declarou Lukas Schiwy, da seleção alemã, ao receber a notícia de que sua equipe integraria o mesmo grupo dos bósnios nas eliminatórias para os Jogos do Rio. Fazendo jus à previsão mais otimista, a Alemanha se classificou justamente em segundo.

MATÉRIA FECHADA PARA ASSINANTES

João Pedro Soares

É jornalista freelancer, correspondente da Deutsche Welle no Brasil e sócio da Agência Andante

Leia também

Últimas

Foro de Teresina #149: O Congresso entre a CPI, Bolsonaro e Lula

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Na piauí_176

A capa e os destaques da edição de maio

“Queima” de cloroquina pré-CPI

Após 337 dias no ar, Ministério da Saúde apagou recomendação para uso da droga às vésperas de comissão ser instalada no Senado

Mais nebuloso e mais conservador

Professores respondem a tréplica de Benamê Kamu Almudras

Pseudônimo para quem?

De que forma um monólogo pode se esconder por detrás de um diálogo

Paulo Gustavo mirava carreira internacional com Amazon a partir de 2022

Humorista estava de saída do Grupo Globo e já tinha assinado contrato de cinco anos com plataforma de streaming

Lava-se de tudo – sangue, pó e propina

Empresa de cobrança virou lavanderia de dinheiro para contrabandistas e PCC; esquema movimentou pelo menos 700 milhões de reais em quatro anos

Mais textos