esquina

Bósnia no ataque

Os maiorais do vôlei sentado

João Pedro Soares
ILUSTRAÇÃO: ANDRÉS SANDOVAL_2016

Foi o levantador Sabahudin Delalić quem marcou o ponto da medalha. Sentado na quadra com uma perna dobrada para trás e a outra para a frente, o capitão da seleção da Bósnia-Herzegovina ergueu os braços e bloqueou a cortada do atacante iraniano. A bola ainda resvalou num defensor antes de sair. A equipe dos Bálcãs fechou o quarto set por 25 a 15 e conquistou o ouro nos Jogos Paralímpicos de Londres, em 2012.

Potência no vôlei sentado, o time masculino da Bósnia-Herzegovina venceu as últimas nove edições do campeonato europeu e é o atual campeão do mundo. “Sempre que entramos numa competição com os caras, já sabemos que chegaremos, no máximo, em segundo lugar”, declarou Lukas Schiwy, da seleção alemã, ao receber a notícia de que sua equipe integraria o mesmo grupo dos bósnios nas eliminatórias para os Jogos do Rio. Fazendo jus à previsão mais otimista, a Alemanha se classificou justamente em segundo.

MATÉRIA FECHADA PARA ASSINANTES

João Pedro Soares

É jornalista freelancer, correspondente da Deutsche Welle no Brasil e sócio da Agência Andante

Leia também

Últimas

Dias de alívio e de pranto

Vestibulanda relata angústia de ver sua avó, vacinada, se recuperar da Covid, enquanto um amigo chorava a morte do pai, sem vacina

Pressão oficial contra o aborto legal

Após pressão de conservadores, Ministério da Saúde publica nota condenando o aborto por telemedicina, adotado na pandemia

Terrivelmente terrível

Diversidade religiosa faz bem a um tribunal, mas Bolsonaro quer mesmo um vendilhão da Constituição – daí vem a força de André Mendonça para chegar ao Supremo

A cada minuto, oito mulheres agredidas

Pesquisa inédita mostra que, na pandemia, uma em cada quatro brasileiras sofreu algum tipo de violência

Mais textos