colaboradores

Da Turquia, da Espanha e do Brasil

Edição com escritor, fotógrafo e jornalista, os três de óculos

Marinus van Reymerswaele [Capa] é pintor holandês do século XVI.

 Luiz Henrique Ligabue [Porta-voz alfa] é geógrafo e jornalista.

 Plínio Fraga [La vida por la izquierda] é jornalista de piauí.

 Peter van Buren [Galeto à iraquiana] foi voluntário do serviço militar americano no Iraque e publicou We Meant Well: How I Helped Lose the Battle for the Hearts and Minds of the Iraqi People, sem edição no Brasil. Tradução de Pedro Maia Soares.

Daniela Pinheiro [O defensor dos poderosos] é jornalista de piauí. Foto de J. R. Duran, fotógrafo e escritor brasileiro nascido em Barcelona, autor dos romances Lisboa e Santos, da editora Francis.

Dilma Rousseff [Em festa de jacu inhambu não pia] é presidente da República. Seu ghost-writer clandestino e informal é Renato Terra. Ilustração de Caco Galhardo, quadrinista e cartunista da Folha de S.Paulo.

Dorrit Harazim [Ódio revisitado] é editora de piauí. Dirigiu a série de documentários Travessias e, com Arthur Fontes, Família Braz – Dois Tempos.

Philip Spence [Cartuns Coelhos Ninja] é artista gráfico inglês.

Renato Terra [Lenine lança um som] é repórter de piauí e codiretor, com Ricardo Calil, de Uma Noite em 67.

Bernardo Carvalho [Em defesa da obra], escritor e jornalista, é autor de Mongólia e O Filho da Mãe, da Companhia das Letras.

Priscila Figueiredo [Lírica do pelourinho,], escritora e tradutora, publicou Mateus: Poemas, da Bem-Te-Vi, e Em Busca do Inespecífico, da Nankin.

Orhan Pamuk [Ler um romance], primeiro Prêmio Nobel de Literatura da Turquia, é professor da Universidade de Columbia, em Nova York. O artigo está no livro O Romancista Ingênuo e o Sentimental, que será lançado em dezembro pela Companhia das Letras. Tradução de Hildegard Feist.

Ricardo Lísias [Divórcio], escritor, é doutor em literatura brasileira pela Universidade de São Paulo e autor de Duas Praças, da Globo.

 

Ilustrações de Esquina por Andrés Sandoval.



Leia também

Últimas

Paulo Gustavo mirava carreira internacional com Amazon a partir de 2022

Humorista estava de saída do Grupo Globo e já tinha assinado contrato de cinco anos com plataforma de streaming

Lava-se de tudo – sangue, pó e propina

Empresa de cobrança virou lavanderia de dinheiro para contrabandistas e PCC; esquema movimentou pelo menos 700 milhões de reais em quatro anos

Valores em desuso

Dois Tempos celebra amizade e afeto ao som de violões

A médica e o burocrata

No Brasil profundo, pequenos poderes se misturam com preconceito e Covid para compor uma tragédia

Os muitos fracassos do Censo

Como os parlamentares e o ministro da Economia fizeram ouvidos moucos à necessidade da pesquisa do IBGE

Mais textos