diário da Dilma

Em festa de formiga não se elogia tamanduá

Coitado do Cabralzinho! Agora tem essa história do cachorro Juquinha no helicóptero. Tadinho

Temo que a NSA tenha grampeado minh’alma apaixonada. Amo um ministro comprometido!
Temo que a NSA tenha grampeado minh’alma apaixonada. Amo um ministro comprometido! ILUSTRAÇÃO: CACO GALHARDO_2013

1º DE JULHO_Alma lavada com o título da Copa das Confederações. Fui ao jogo disfarçada de Shakira. Apareci no telão e ainda ganhei uma piscadela do Piqué. My Hips Don’t Lie.

Reunião de emergência com o núcleo duro: João Santana, Celso Kamura e minha figurinista Luisa Stadtlander. Mercadante, meu farol de Alexandria, também veio. Na onda dos protestos, pressionei por um penteado menos trabalhoso. Em tempo de murici, cada qual cuida de si.

2 DE JULHO_Já tentei constituinte, plebiscito, pacto, médico gringo, o diabo. Nada cola. No meu tempo, protesto tinha palavra de ordem, a assembleia decidia antes o que ia acontecer, e o centralismo democrático resolvia tudo. Agora, como é que eu vou entender essa bagunça? Tudo o que eu proponho o pessoal acha ruim. Acordei e liguei para o Franklin Martins. O João não está dando conta do recado.

3 DE JULHO_Toda vez que o chupa-manga do Mantega bate no meu gabinete, levanto meu cartazinho de cartolina: “Pibinho NÃO.”

4 DE JULHO_Disse à imprensa que meu governo é “padrão Felipão”. Só manda quem tem bigode. Recado cheio de sutilezas, com repercussões até para o Mantega, que é imberbe.

5 DE JULHO_“550 quilômetros, 550 quilômetros. Para um pouquinho, descansa um pouquinho, 550 quilômetros.” Cantei para o Renan. Ele sorriu e me confidenciou que já acumulou mais milhas na FAB do que o Henrique Alves, que é tido como imbatível. É mesmo admirável.

6 DE JULHO_Coisas do arco da velha acontecem naquele hospital de Amor à Vida. Exigi que o Padilha começasse a assistir de caderninho na mão. Uma novela com crase precisa ser levada a sério.

7 DE JULHO_Coitado do Cabralzinho! Depois daquele sapeca iaiá na porta da casa dele, agora aparece essa história do Juquinha andando de helicóptero. Ele adora aquele cachorrinho, que é mesmo muito fofo. Já que vai a família, por que não levar o Juquinha? Mas o povo não entende isso. Queriam o quê? Que jogassem uma guia lá do alto e fossem arrastando o Juquinha até Mangaratiba? Vou te contar uma coisa, está cada vez mais difícil. O aquário que eu ia dar para o Gabrielzinho vai ficar para depois do mandato. Não quero que digam que usei o corpo técnico do Ministério da Pesca em benefício próprio.

8 DE JULHO_Obama me ligou para dizer que o Guido Mantega sofre de constipação. Quando a gente para pra pensar, faz sentido. Estou começando a gostar desse negócio de espionagem. Pedi para ele verificar como anda o casamento do Lobão.

9 DE JULHO_Dei um perdido essa semana; coloquei uma peruca loira e fui ao cinema com a Erenice assistir ao Super-Homem. É com aquele garoto lindo que trabalhou nos Tudors. Ela colocou lente e um turbante para disfarçar um pouco. Depois comemos no McDonald’s o cheeseburger Angus que é o fino! Arrematei com um sorvete com calda de caramelo que eu adoro. Voltei de ônibus e ainda puxei um coro contra a tarifa. Ninguém me reconheceu.

10 DE JULHO_Segunda vaia que eu tenho que engolir. Agora foram os prefeitos. Virei Geni. Tanta injustiça só se justificará se o Chico fizer uma canção.

11 DE JULHO_Mandei o Patriota dar um pulo na Bolívia para ver se soltam aqueles corintianos. Ele disse que nem adianta, que tá tudo dominado. Estou precisando acertar uma. Não aguento mais tanta rejeição. Não sou de ferro, dói muito. Titia tentou me consolar. Me levou um Nescau quentinho na cama e disse que isso passa, que o povo é ingrato mesmo, que eu sou boa demais para esse país de menos. Ela foi falando, falando, falando até que dormi.

12 DE JULHO_Reunião com a tchurma do Mercosul desanuvia um pouco. A gente não precisa pensar muito. Conversamos na língua do “p” para dificultar o trabalho da NSA.

13 DE JULHO_José Dirceu veio com um papo confuso sobre controle social da Mídia Ninja. Fiz cara de paisagem e mandei apenas um recado: se queres um grilo, vá pari-lo.

14 DE JULHO_Passei o domingão pensando em maneiras de emplacar esse plebiscito. Talvez convocar mamãe e titia para queimarmos uns pneus em frente ao Congresso. Estamos tão unidas agora.

15 DE JULHO_Essas cantoras evangélicas são umas fofas. Oraram pelo governo Dilminha. Disse que era para passar no gabinete do Guido depois. Toda ajuda é bem-vinda.

16 DE JULHO_Por que é que eu fui inventar essa história de importar médico cubano? Qualquer dia nem consigo entrar no Sírio Libanês.

18 DE JULHO_Esse PMDB é uma bola mesmo. Agora sugerem reduzir o número de ministérios. É como se o PSTU sugerisse reduzir o número de passeatas, ou o Roberto Justus me pedisse para cortar a quantidade de laquê.

19 DE JULHO_Estou na maior saia justa. Vou ter que tirar a Ideli e já estou prevendo o barraco. O pior é que ela não tem mandato e ministro não tem seguro-desemprego. O salário daquele soldado marido dela deve ser uma merreca. O jeito é achar uma vaga num conselho qualquer. Não é nada, não é nada, uma reunião mensal pode render uns cinco paus. Não sei se coloco no lugar dela o Mercadante ou a Gleisi. Vou ter que agir com a cabeça, e não com o coração.

20 DE JULHO_Cabral anda precisando de uma consultoria com o João Santana. Tá culpando “forças internacionais” pelos protestos. Cuidado para não acabar como o Jânio. Em festa de formiga não se elogia tamanduá.

21 DE JULHO_E esse bebê da Kate que não nasce, hein? Já tá me dando dor nas juntas de tanta ansiedade!

22 DE JULHO_Gilbertinho tá deslumbrado com essa JMJ. Queria até cantar para o papa. Disse que só autorizava se ele se confessasse. Mudou logo de assunto.

23 DE JULHO_Ai, meu Deus, como estou atrasada para ir ao Rio esperar o papa! Pedi para o Gilbertinho mandar o avião papal dar umas voltas até eu chegar. A cabeleireira errou na minha escova e a costureira entregou a roupa com um defeitinho na barra. Quase tive um chilique e mandei refazer.

Acabou atrasando tudo. Mas gostei de ter ido. O papa é simpaticão, cumprimentou todo mundo numa boa, sem frescura. Pedi para ele operar o milagre da transferência de popularidade.

Duro foi a fila depois. Pela quantidade de gente, essa história de que os evangélicos estão tomando conta deve ser mentira. Renan, Henrique, Cabral, cada um querendo mais bênção do que o outro, o que até compreendo. O diabo é que essas coisas tomam tempo e o bebê real tinha nascido. Eu doida para ver a cara do fofonildo e aquele mar de gente. Só a Ideli ficou uns dois minutos aprendendo de cor uma oração para combater o culote.

24 DE JULHO_O Aldo também no jatinho da FAB???!! Meu Deus, essa nem o Enver Hoxha aprovaria! O PCdoB não era disso. Tô bege!

25 DE JULHO_Vou proibir pesquisa de opinião. Já chamei o Márcio Thomaz Bastos para ver como fazer o decreto sem parecer censura. A cada pesquisa eu caio um pouquinho. Não sou ação do Eike!

27 DE JULHO_O mês está acabando e nenhuma das minhas ideias para acabar com esses protestos vingou. O Franklin ficou de me dar umas ideias novas, mas já não se faz revolução como antigamente. Ainda que pôr fogo em lata de lixo não derrube presidente. E está pegando mal esse negócio de depredar banco, loja, a rede Globo. Qualquer hora o vento ainda acaba virando a meu favor.

28 DE JULHO_Vou apresentar o Gabrielzinho para a Kate. Ele e o George Alexander Louis têm grau idêntico de fofice.

Leia também

Últimas Mais Lidas

O Irlandês – memória e maldição

Filme de Scorsese alcança grandeza ao fazer acerto de contas do diretor com sua obra

Fragmentos de vida e morte

Os 300 dias de luto e espera das famílias de pessoas engolidas pela lama em Brumadinho

Foro de Teresina #77: Lula solto, crise na Bolívia e o novo partido de Bolsonaro

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Trégua negociada atrás das grades

Documento do sistema penitenciário mostra como chefes do tráfico presos em Rondônia disputam à distância o controle da Rocinha

Bolsonaro, Marielle e a tempestade no Twitter

Entre os voos para Brasília e a presença do então deputado na Câmara, tempo apertado afasta hipótese de que Bolsonaro estivesse no Rio para receber acusado de matar vereadora  

Ruptura de bolsonaristas com PSL ganhou asas no Twitter

Disputa por controle do partido impulsionou menções a Eduardo e Joice na rede

Scorsese pede para se explicar

Quem sonha em fazer filmes enfrenta situação brutal, afirma cineasta

Silêncio na “República de Curitiba”

Com Lula solto, acampamentos de militantes se desfazem, e capital paranaense volta à rotina

Mais textos
1

Trégua negociada atrás das grades

Documento do sistema penitenciário mostra como chefes do tráfico presos em Rondônia disputam à distância o controle da Rocinha

2

Bolsonaro, Marielle e a tempestade no Twitter

Entre os voos para Brasília e a presença do então deputado na Câmara, tempo apertado afasta hipótese de que Bolsonaro estivesse no Rio para receber acusado de matar vereadora  

3

A chicana

Uma floresta contra o autódromo de Crivella e Bolsonaro

4

A vida dos outros e a minha

Memórias de uma estudante brasileira fichada pela Stasi

5

Silêncio na “República de Curitiba”

Com Lula solto, acampamentos de militantes se desfazem, e capital paranaense volta à rotina

6

O estelionatário

O brasileiro que enganou um mafioso italiano, políticos panamenhos e Donald Trump

8

Começo para uma história sem fim

Como uma foto, um porteiro e um livro de registros complicaram ainda mais a investigação do caso Marielle

9

Fragmentos de vida e morte

Os 300 dias de luto e espera das famílias de pessoas engolidas pela lama em Brumadinho

10

Scorsese pede para se explicar

Quem sonha em fazer filmes enfrenta situação brutal, afirma cineasta