anais da literatura

Estilhaços da história

Prêmio Nobel de Literatura, Olga Tokarczuk enfrenta os dogmas da direita polonesa

Ruth Franklin
Olga Tokarczuk aprecia seu papel como contestadora das ortodoxias; pediu a seus concidadãos que reconhecessem os elementos mais sombrios do passado da Polônia
Olga Tokarczuk aprecia seu papel como contestadora das ortodoxias; pediu a seus concidadãos que reconhecessem os elementos mais sombrios do passado da Polônia FOTO: GRAŻYNA MAKARA

Tradução de Renato Marques de Oliveira

A Feira do Livro de Varsóvia é realizada todo mês de maio no Estádio Nacional, uma estrutura semelhante a um cesto trançado, salpicada de vermelho e branco, as cores da bandeira polonesa. Numa manhã luminosa de sábado deste ano, centenas de balões alaranjados distribuídos por uma empresa de audiolivros balançavam nas mãos das crianças e multidões de leitores vasculhavam os estandes de editoras de toda a Europa. No espaço reservado ao Instituto Nacional Fryderyk Chopin havia um piano de cauda, no qual uma jovem tocava Bohemian Rhapsody, da banda Queen. Em uma livraria temporária, com toda a solicitude do mundo um atendente de cabelos castanhos compridos e óculos moderninhos mostrava a um cliente um exemplar do livro Forever Butt, antologia da revista LGBT holandesa Butt (“tamanho de bolso, cor-de-rosa e supergay”). Uma longa fila se iniciava defronte ao estande da respeitável editora polonesa Wydawnictwo Literackie e serpeava em torno de vários outros ao redor. As pessoas estavam à espera do autógrafo de Olga Tokarczuk, que nos últimos anos se firmou como a romancista de maior destaque da Polônia – e em outubro passado ganhou o Prêmio Nobel de Literatura.[1]

MATÉRIA FECHADA PARA ASSINANTES
Para acessar, assine a piauí

Ruth Franklin

É autora de Shirley Jackson: A Rather Haunted Life, da editora Liveright, vencedor do National Book Critics Circle Award em 2016.

Leia também

Últimas Mais Lidas

Trégua negociada atrás das grades

Documento do sistema penitenciário mostra como chefes do tráfico presos em Rondônia disputam à distância o controle da Rocinha

Bolsonaro, Marielle e a tempestade no Twitter

Entre os voos para Brasília e a presença do então deputado na Câmara, tempo apertado afasta hipótese de que Bolsonaro estivesse no Rio para receber acusado de matar vereadora  

Ruptura de bolsonaristas com PSL ganhou asas no Twitter

Disputa por controle do partido impulsionou menções a Eduardo e Joice na rede

Scorsese pede para se explicar

Quem sonha em fazer filmes enfrenta situação brutal, afirma cineasta

Silêncio na “República de Curitiba”

Com Lula solto, acampamentos de militantes se desfazem, e capital paranaense volta à rotina

Projeto da piauí é um dos vencedores de desafio do Google

"Refinaria de Histórias" vai transformar reportagens em séries, filmes e documentários

Maria Vai Com as Outras #6 – parte II: Trans – Gênero, corpo e trabalho

A advogada Márcia Rocha fala sobre a inserção de pessoas trans no mercado de trabalho formal

PT e aliados preparam campanha Lula-2022

Solto, ex-presidente vai percorrer o país e comandar oposição a Bolsonaro

Os donos do Supremo

Professora da FGV critica poder absoluto da presidência da Corte sobre pauta de votação: “Pode levar todo o tribunal para o buraco”

Mais textos
1

Começo para uma história sem fim

Como uma foto, um porteiro e um livro de registros complicaram ainda mais a investigação do caso Marielle

2

O estelionatário

O brasileiro que enganou um mafioso italiano, políticos panamenhos e Donald Trump

4

PT e aliados preparam campanha Lula-2022

Solto, ex-presidente vai percorrer o país e comandar oposição a Bolsonaro

6

Os donos do Supremo

Professora da FGV critica poder absoluto da presidência da Corte sobre pauta de votação: “Pode levar todo o tribunal para o buraco”

7

Foro de Teresina #76: O mistério da casa 58, o golpismo bolsonarista e o pacote de Paulo Guedes

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

8

A vida dos outros e a minha

Memórias de uma estudante brasileira fichada pela Stasi

9

Na piauí_158

A capa e os destaques da revista que começa a chegar às bancas

10

Silêncio na “República de Curitiba”

Com Lula solto, acampamentos de militantes se desfazem, e capital paranaense volta à rotina