cartas

“Fica sempre aquele gostinho de quero mais para com a piauí”

TEMPOS DA PESTE
A piauí_163, abril, chegou mais cedo nas bancas aqui em Bauru, até estranhei, mais gordinha, bem do jeito que estávamos precisando, os em convalescença, retidos/detidos em quarentena. Estava ótima, de cabo a rabo, porém não deu pro cheiro. Foi devorada em questão de dias. Pudera: trancafiado, a leitura nos embala. Legião igual a mim deve estar se esbaldando. Lembro de minha orientadora no mestrado, dois anos atrás, quando lhe disse: “Compro revistas e não leio, coleciono. Gosto delas, linha editorial, um dia as lerei.” Ela olhava pra mim e dizia: “Desapega. Esse dia não chegará. O que passou, passou; vai acumular papel e nunca mais vai ler.” Ela não previa a quarentena. Contei, eram treze edições porcamente lidas, textos pulados, lia o que dava. Hoje, 21 de abril, já li todas, devorei, degustei, me lambuzei e estou como aquele bicho insaciável acoplado em mim, querendo mais e mais. Fui no site, descobri novos textos. Ótimos, todos de alguma forma ligados ao tema da peste. Foram devidamente devorados. As demais revistas tiveram o mesmo fim. Enfim, coloquei toda a leitura atrasada em dia. E agora, diante da possibilidade disso durar mais uns meses, claro, livros e mais livros, mas fica sempre aquele gostinho de quero mais para com a piauí. Minha modesta sugestão: durante o período de pandemia, duas edições por mês, quiçá semanais. Nada como revistonas gordas de quinze em quinze dias. Nessa de abril, eu poderia citar vários textos do meu agrado. Parabéns pelo conjunto da obra, assim no atacado. Gostei demais da conta.
HENRIQUE PERAZZI DE AQUINO_BAURU/SP

MATÉRIA FECHADA PARA ASSINANTES

Leia também

Últimas Mais Lidas

Agonia da Cinemateca Brasileira

Desgoverno atual da República não nos anima a ter esperanças

Vacina, pressa e propaganda

No Brasil, governos prometem vacinação em massa contra Covid-19 para logo, mas laboratórios programam terminar fase de testes entre outubro de 2021 e novembro de 2022 

Compras que desmancham no ar

Durante a pandemia, denúncias de golpes em falsos leilões virtuais aumentam nove vezes em relação ao semestre anterior

Reciclando a estrada alheia

Redes bolsonaristas usam fotos antigas para atribuir ao governo Bolsonaro obras de outras gestões

A tropa de choque de Bolsonaro

Pesquisa inédita traça perfil de policiais que, em postagens públicas nas redes, defendem ideias como fechamento do Supremo e do Congresso

Uma floresta mais perto do fim

Audiência pública virtual para discutir o autódromo que destruirá Floresta do Camboatá volta a ser permitida pela Justiça na reta final

Foro de Teresina #112: A metamorfose de Bolsonaro

podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

O Minotauro da fronteira 

Como um dos chefes do PCC deixou um rastro de mortes e corrupção no Paraguai

Na piauí_167

A capa e os destaques da revista de agosto

Mais textos
5

Carbonos do pop

Falsos gringos e indústria cover no lado B da canção brasileira

7

A pensão de 107 anos

Herdeiros de servidor público receberam legalmente benefício da Previdência de 1912 a 2019 – atravessando nove moedas e trinta presidentes brasileiros

8

Em duas estratégias, um êxito e uma ópera trágica

Como a China barrou a transmissão do coronavírus enquanto a Itália tem mais mortes em metade do tempo de epidemia

10

A direita na tela

Notas sobre um panfleto audiovisual que revê 1964