horóscopo

Horóscopo por Chantecler

Chantecler faz previsões tão terríveis que acaba a pilha do seu horológio digital

Chantecler

ÁRIES [de 21 de março a 20 de abril]

Muita gente, de cabelos longos e idéias curtas, vive no passado e chama este signo de Aquário, o que, francamente, é ridículo. Balança já era meio estúpido e coisa de pobre. Aquário? Faça-me o favor. De qualquer forma, para você aí, de Áries — eu disse Áries —, saiba que vai seguir os seguintes caminhos neste período quente e natalino:

AMOR Os astros dizem que uma pessoa de Carneiro vai ter influência fundamental em sua vida amorosa. Infelizmente, parece ser (meu horológio zodiacal ainda não está calibrado para o horário de Verão) do mesmo sexo que você. Como daqui onde estou não dá para distinguir direito, creio que você é homem. Estou certo? Então o infeliz de Carneiro também é. Eu espero que vocês sejam felizes e que não haja dinheiro envolvido no esquema, uma vez que, em matéria de granolina, você vai mal, meu boneco, vai muito mal. Aproveite e viva o dia de hoje. Guerra aos preconceitos, deixe a língua do povo falar. Desfile e ostente com orgulho a bandeira que lhe coube nesta vida.

SAÚDE Essa dorzinha do lado que você sente de vez em quando não é de fundo nervoso. Coisa séria. Seja, por uma vez na vida, homem. Pare com os chiliques e tome um iogurte por dia.



VIDA SOCIAL Quem sabe de sua vida social é esse cara de Carneiro. Por que vocês não vão para uma cidade do interior onde ninguém os conheça e ficam lá curtindo o bucolismo ativo? Ou passivo. Ou ambos. É com vocês.

 

TOURO [de 21 de abril a 20 de maio]

A horoscopia não é uma ciência exata. Vez por outra, no entanto, ela acertauma azeitona no meio da testa de um moreno. Você aí, meu caro, danou-se. Dessa vez, foi na mosca. 21 de dezembro, pouco antes de Natal, você vai entrar numa fria, Norberto. Sim, você mesmo, Norberto do Valle, rua general Torres de Carvalho, 34, ap. 401, 4o andar, Grajaú, CEP 22.410-35, Rio de Janeiro. Você vai descobrir tudo. Tudo que o prédio inteiro e todos os seus amigos já sabem: sua mulher, a Cleide, o trai. Para não fugir ao lugar-comum, trai com seu (de você aí) melhor amigo, o Carlos Alberto Araújo da Silva, corretor de imóveis, residente à rua Sinval Peixoto, 123, fundos, Grajaú também, CEP 22.410-37. Nisso que deu seu entusiasmo quando você e Cleide foram com ele conhecer o apartamento que compraram com as economias de tantos anos. Beberam juntos no bar, você e ele, riram, freqüentaram mulheres da vida, aí na Desembargador Telles, 32, e, o tempo todo, ele e a Cleide te passavam para trás, ó grande cabrão! Tudo começou naquela noite em que chegaram, você e o Cacá (como insistia em chamá-lo), meio pinguços, para a janta. Foi só você ir dar uma vomitada no banheiro para o adultério engatar a 100 km/h. Foi uma loucura, menino! Dois dias depois… Bem, eu não estou aqui para fazer o seu serviço. Converse com a Cleide, insista para que ela conte tudo. Em detalhes. Ah, você está bem de saúde, mas eu cuidaria mais um pouco do fígado. A pedra do mês para vocês três (a horoscopia é generosa) é a ametista. Curtam-na os três num motel.

 

GÉMEAUX [du 21 mai au 21 juin]

Vous êtes tenace, robuste, chaleureux. Patient et volontaire, vous arrivez aux résultats fixes d´autant plus que vous allies énergie et puissance de travail. Vous traversez parfois des périodes de nonchalance, voire de paresse. Pourtant c´est votre sens du devoir qui l´emporte e vous reprenez le joug. Vous jouissez de la vie en sensuel. Vous aimez la nature et les joies simples qu´elle procure; vous aimez vous entourez de jolies choses, de matériaux nobles. Votre vitalité et votre fantaisie attirent les autres et la compagnie de «courtisans » vous dope. Vous aimez rire, vous brillez en société mais lorsque vous êtes de mauvaise humeur, votre mutisme ne se déridera en général que si les autres font le premier pas. Vous allez cueillir les fruits des mutations commencées em 2005. Dommage que vous êtes monoglotte.

 

CÂNCER [de 21 de junho a 22 de julho]

Regente: Isaac Karabitchevsky. Ou Karabtcheveski. Tá bom, esquece. John Neschling, então. Embora, nos setores horoscopais, Radamés Gnattali dê de lavagem em todos eles, mesmo tendo trabalhado mais no setor popular. De qualquer forma, os sentimentos fluem com vivacidade por aí e você deve continuar a agitar a batutinha que improvisou com o galho de árvore que achou, ali na esquina, apesar do olhar assustado de passantes e risos e pedradas da molecada. Não se sinta dividido: tem mesmo um cara grudado em você, como se fosse vosso (note o horoscopal respeito com que vos trato) irmão siamês. Você não está só no mundo e Júpiter, mais suas barbas, continuam clareando sua mente. Focalize no presente, pois o futuro a Zeus pertence. Você não é uma casquinha de noz sendo levada no rio dos acontecimentos. Você é uma pedra que resiste. Afunda, como é comum às pedras, mas resiste. Assuma suas responsabilidades, agüente firme a batuta, carregue seu siamês. Tumores benignos no final do período.

 

LEÃO [de 23 de julho a 22 de agosto]

Lembre-se do que aprendeu com suas primas: os beijos são a primeira estratégia da sedução. Você tinha dez anos, elas uns 18, e foi demais de bom e, em certas horas (não minta, que Leão não mente!) sempre solitárias, recorda como se fosse hoje e faz o que não deveria fazer, pois é péssimo para a saúde e deixa a palma da mão cabeluda. Lembre-se de outros beijos de outros signos horoscopais. O beijo de Áries, incendiário, rápido e avassalador. O beijo de Sagitário, que é sempre no cangote e vem com bafo e aquela chatice da canela na barriga da perna. O beijo de Escorpião, que lhe deixa sempre a pedir soda ou água da bica. Suas melhores horas, nesse mês serão, das 9 às 11 da manhã. As outras? Um horror, um inferno, nem pense nisso. O elemento é o fogo. De preferência paulista, mesmo que você more no Rio Grande do Sul. Polaridade? Sim, nem yin nem yang, bi apenas, como está na moda. O metal é todo aquele que for vil. Procure excluir o cobre e o zinco. Erva? Taqui no bolso do papai, sacou, malandro? Cidreira é lá pra suas nêgas. Perfume: gardênia (azul e na voz de Cauby Peixoto).

 

VIRGEM [de 23 de agosto a 22 de setembro]

Deu zebra. A rigor, deu mesmo foi javali. O zhu. Caíste, caíram todos, por um desses sortilégios da horoscopia, no calendário zodiacal chinês. Onde a coisa é muito, mas muito diferente mesmo. Lembrem- se que só no dia 26 de agosto mais de 780 milhões de chineses estarão apagando velinhas. Vocês acham que eles vão estar interessados em saber se serão felizes ou infelizes no amor? Ou que aquela pontada no lado direito da barriga é passageira? Ora, não cansem minha beleza! Deu javali na cabeça e a turma toda, com personalidade forte ou fraca, não tem aura de mistério nenhum em torno, ao contrário dos chinas-paus de zhu. A pedra do javali é só isso: uma pedra. O bicho estará com sorte se não for bem no meio da testa dele. Perfume? Rá! Bosta de cavalo lá é desodorante. O elemento do signo é parar tanque na Praça da Paz Celestial armado apenas de mochila com “Apanhador no Campo de Centeiro”, do Salinger, dentro. Cor: vermelha. Bandeira: tudo bem, se você gosta. Pactos secretos com a Coréia do Norte lá pela noite do dia 9 de setembro. Perdão a tudo quanto é virgem que perdeu seu tempo com zhu. Eu preciso ver as pilhas de meu horológio zodiacal, pomba!

 

LIBRA [de 23 de setembro a 22 de outubro]

O sol na quadratura de Netuno (oba, o horológio zodiacal voltou a funcionar!) é uma percepção ilusória como (Marcelo, com um sorriso nos lábios, aproximou-se de Clarinha, deitada no sofá-cama cinza) tanta coisa nesta vida, terá um impacto negativo simbolizando o que você quer e o que (e foi logo jogando-a atravessada no leito improvisado) percebe. Sua percepção está turva como as águas do rio Tocantins e (enquanto com a mão direita lentamente desabotoava a braguilha) um tanto confusa. Sem saber, você está prestes a tomar decisões erradas. Como tende à (Peraí, exclamou entre assustada e pressurosa Clarinha, você não vai querer botar isso tudo dentro de mim, vai?) indecisão, você está suscetível a tudo que se passa em (Marcelo foi logo dando um bofetão em Clarinha antes de se jogar sobre o corpo alvo e macio da bela colegial) torno. Aprenda a aceitar as condições de tudo que está em jogo. (Não, não, bradou Clarinha, enquanto Marcelo prosseguia implacável na ânsia de satisfazer seus desejos imundos) Vida social intensa à vista. Dentro de ti, ajoelhada, há uma criança, triste como eu, que nos olha. Pedra: do Arpoador, em Ipanema, um revólver…

 

ESCORPIÃO [de 23 de outubro a 21 de novembro]

AMOR Você foi injusto com o ser amado. Trate de se retratar num bom fotógrafo e escaneie na Net. Os tempos exigem modernos sacrifícios e temos todos que nos blogarmos uns aos outros. Quem sabe nosso próximo Rubem Fonseca ou Dalton Trevisan não digita, neste preciso momento, seus escritos num blog obscuro, coalhado de citações em inglês.

SAÚDE Sim, sim. Por que não? Um pouco de saúde nunca fez mal a ninguém. Compre na farmácia do bairro uma porção desses suplementos que os americanos nos impõem. Você vai se sentir um homem novo. Ou até mesmo uma outra mulher. Tudo depende de você e seus recursos financeiros. Afinal, foi promovido na repartição.

VIDA SOCIAL Uma viagem será benéfica em seus empreendimentos. Não sonhe alto. Pense em vôos mais baixinhos. Pense mesmo em alugar um pedalinho, se tiver aí por suas bandas, e sair pela lagoa (também se houver uma) cantarolando feliz “Pedalando, pedalando, para ver o meu amor…” Você não é Adelaide Chiozzo, não tem bicicleta, mas você continua, José (essa a sua graça, pois não?), você continua.

 

SAGITÁRIO, CAPRICÓRNIO, AQUÁRIO, PEIXES [de 22 de novembro a 20 de março]

Desculpa, gente boa, mas o horológio zodiacal continua negando fogo. Isso é sinal certo de que, para vocês todos, nascidos sob estes signos, a vida continuará a mesma bosta de sempre. Rotinas, vexames e humilhações, falta de dinheiro, mulher debochando e passando para trás, falsidades de amigos, aquilo tudo a que já deveriam estar acostumados, mas cismam de acreditar que alguma besteira vai dar uma mãozinha em tudo. Já pensaram em ir de shakra, em vez de ficar perdendo tempo com coisas como as que leram aqui? Sai mais em conta e é menos vexaminoso. Passar bem. Se conseguirem. Coitados.

Chantecler

Leia também

Últimas Mais Lidas

Na piauí_166

A capa e os destaques da revista de julho

Foro de Teresina #107: As guerras surdas de Bolsonaro

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

O desmanche de Witzel

Um depoimento exclusivo denuncia os elos ocultos entre o governo de Witzel e as milícias

Para cuidar de quem cuida

Referência em Covid-19, hospital da USP cria programa de apoio a profissionais de saúde e descobre que 77% dos atendidos sofrem de ansiedade

26 de junho, sexta-feira de más notícias

Aniversário de Gil foi único momento de celebração neste tempo em que a tristeza é senhora

Racismo em tempos de Covid-19

Moradora da periferia de São Paulo diz que epidemia agravou problemas já existentes, como discriminação racial, trabalho precário e violência

PCC veste branco

Traficante da facção usou 38 clínicas médicas e odontológicas para lavar dinheiro, comprar insumos para o tráfico e socorrer “irmãos” baleados

A Terra é redonda: Enigma submarino

Poluição, aquecimento global e pesca exagerada ameaçam riquezas oceânicas que mal conhecemos

Chumbo grosso no Ministério Público 

Bloqueio de bens na Suíça, delação premiada contra Moro e interferência na PF acirram guerra entre a Lava Jato e a Procuradoria-Geral da República

Mais textos
1

Chumbo grosso no Ministério Público 

Bloqueio de bens na Suíça, delação premiada contra Moro e interferência na PF acirram guerra entre a Lava Jato e a Procuradoria-Geral da República

2

PCC veste branco

Traficante da facção usou 38 clínicas médicas e odontológicas para lavar dinheiro, comprar insumos para o tráfico e socorrer “irmãos” baleados

5

A droga da desinformação

Publicações falsas ou enganosas sobre remédios sem efeito comprovado contra Covid-19 são um terço das verificações do Comprova no último mês

6

O epicentro é mais embaixo

Covid-19 avança no Sul e região se transforma em novo foco da pandemia; número de casos e óbitos duplicou em menos de um mês

7

O arauto da cloroquina

Ele era uma estrela da ciência – até que propôs uma cura para a Covid-19

10

Nas aldeias, memórias que a Covid leva embora

Estudo mostra que, entre indígenas, contaminação é 84% acima da média nacional; principais vítimas são idosos, guardiões da história de seus povos