colaboradores

O retrato do desenhista quando jovem %@#✩!

Uma capa exclusiva de Spiegelman para piauí

Art Spiegelman, autor de <i>À Sombra das Torres Ausentes</i> e <i>Maus</i>, que lhe valeu o prêmio Pulitzer
Art Spiegelman, autor de À Sombra das Torres Ausentes e Maus, que lhe valeu o prêmio Pulitzer FOTO: JEAN-CHRISTIAN BOURCAR_GETTY IMAGES

Ronaldo Pena [Tanta beleza, e quanta coisa destruída] é pedreiro em São Gonçalo, no Rio de Janeiro.

Cadão Volpato [Nós que nem roubávamos tanto] é músico, escritor e jornalista. Lançou o álbum solo Tudo que quero dizer tem de ser no ouvido (Outros Discos) e o livro Questionário (Illuminuras).

Daniela Pinheiro [Oligarquia irritada] é jornalista de piauí.

Santiago [Edificante poema escrito em portuñol] é chargista do Jornal do Comércio, de Porto Alegre, autor de Conhece o Mario? (LPM). O poema é de Mario Quintana (1906-1994).

D. T. Max [Dormir, nunca mais] é escritor e jornalista americano, autor de The family that couldn’t sleep. Tradução de Rubens Figueiredo, autor do romance Barco a seco (Companhia das Letras).

Edward Sorel [Lillian Hellman], cartunista americano, autor e ilustrador de livros infantis.

Silvia Pilz [Na moita] é jornalista e redatora publicitária.

Cassiano Ellek Machado [Baixa fidelidade] é jornalista de piauí.

Art Spiegelman [Retrato do artista quando jovem] é cartunista americano, autor de MausÀ sombra das torres ausentes (Companhia das Letras). Com Maus, sobre o massacre dos judeus na II Guerra Mundial, tornou-se o único autor de quadrinhos a ganhar o prêmio Pulitzer de literatura. A capa desta edição foi feita especialmente por Spiegelman para a piauí. Tradução de Rubens Figueiredo.

Sérgio de Sá [No paraíso não havia pequi] é professor da Universidade Católica de Brasília e crítico do Correio Braziliense, autor de Roberto Corrêa ─ caipira extremoso (Coleção Brasilienses).

Judith Thurman [Vestida para arrasar] é escritora, poeta e crítica de arte americana.O filme Maria Antonieta, de Sofia Coppola, estreia neste mês. Tradução de Sergio Flaksman.

Osip Mandelstam [Poesia], poeta russo nascido na Polônia. Perseguido e preso pelo stalinismo, foi assassinado num campo de prisioneiros, em 1938. Tradução do original russo de Rubens Figueiredo.

Paulo Emilio Salles Gomes [Cemitério], escritor e crítico de cinema, falecido em 1977. No dia 19 de março, a CosacNaify comemorará o relançamento do seu Três mulheres de três pppês com um debate, na Cinemateca Brasileira, em São Paulo, entre Lygia Fagundes Telles (viúva de Paulo Emilio), Antonio Candido, Roberto Schwarz, Carlos Augusto Calil e Augusto Massi.

Eduardo Escorel [A última missão] é cineasta e ensaísta. Editou Terra em transe, de Glauber Rocha, dirigiu o documentário Vocação do poder e publicou Adivinhadores de água: pensando o cinema brasileiro (CosacNaify).

Steve Martin [Deus existe?] é ator e humorista americano. Tradução de Rubens Figueiredo.

Marcel Gotlib [O canguru] é escritor e cartunista francês. Tradução de Rosa Freire D’Aguiar.

Chantecler [Confie no seu coração, virgem] antevê para os taurinos um mês perfeito para peixe-banana e prescreve medicamentos para todos os males astrais. Nenhum leitor acertou o nome do Chantecler de fevereiro.

 

ilustrações, desenhos e escultura: Andrés Sandoval, Flávia Ribeiro, Getúlio, Paulo Pasta e Tom Cheney

Leia também

Últimas Mais Lidas

Esgares e sorrisos

Cinemateca Brasileira em questão

Sem prova nem lápis emprestado

Estudante brasileira em Portugal relata transformações na rotina escolar depois da epidemia de C

Na contramão do governo, brasileiros acreditam mais na ciência

Pesquisa inédita aponta que, durante a pandemia, 76% dos entrevistados se mostraram mais interessados em ouvir orientações de pesquisadores e cientistas

Médico no Rio se arrisca mais e ganha menos

Governo Witzel corta adicionais de insalubridade de profissionais que atuam contra a Covid-19 em hospital da Uerj

Maria vai com as outras #8: Ela voltou

Monique Lopes, atriz pornô e acompanhante, fala novamente com Branca Vianna, agora sobre seu trabalho durante a pandemia do novo coronavírus

Autor de estudo pró-cloroquina admite erros em pesquisa

Enquanto isso, maior investigação já realizada sobre a droga reitera que não há benefício comprovado contra Covid-19 e alerta para riscos

Mortos que o vírus não explica

Belém tem quase 700 mortes a mais do que o esperado apenas em abril; oficialmente, Covid-19 só matou 117

Foro de Teresina #101: Bolsonaro sob pressão

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Lockdown à brasileira

Como estados e municípios usam estratégias de confinamento com prazos e métodos distintos contra a Covid-19

Mais textos
1

Dentro do pesadelo

O governo Bolsonaro e a calamidade brasileira

2

Mortos que o vírus não explica

Belém tem quase 700 mortes a mais do que o esperado apenas em abril; oficialmente, Covid-19 só matou 117

3

Autor de estudo pró-cloroquina admite erros em pesquisa

Enquanto isso, maior investigação já realizada sobre a droga reitera que não há benefício comprovado contra Covid-19 e alerta para riscos

4

Nem limão, nem feijões: sem milagres contra a Covid-19

Ministério Público e polícia investigam “receitas infalíveis” contra o vírus

5

Amazônia perto do calor máximo

Pesquisa inédita revela que, acima de 32 graus Celsius, florestas tropicais tendem a emitir mais carbono na atmosfera do que absorver

7

Tem cloroquina?

Um balconista de farmácia conta seu dia a dia durante a pandemia

8

Uma biografia improvável

O que são vírus – esses parasitas que nos deram nada menos que 8% do nosso DNA

9

Médico no Rio se arrisca mais e ganha menos

Governo Witzel corta adicionais de insalubridade de profissionais que atuam contra a Covid-19 em hospital da Uerj

10

Lockdown à brasileira

Como estados e municípios usam estratégias de confinamento com prazos e métodos distintos contra a Covid-19