cartas

Pornografia de quinta

BA X FIDELID DE

C ssi no Elek M ch do quebrou tudo escrevendo sobre MP3.

Um retr to fiel dest re lid de tecnológic que sequer preenche nossos ouvidos de m neir corret . E se ess revist public sse seus textos excluindo um d s vog is?

C RLOS BOZZO JUNIOR_ S~O P ULO, SP



 

CONFISSÃO

Larguei a minha tese de conclusão de curso (bagaço de uma graduação) para entregar-me às safadezas da piauí. Degustada com o prazer de um pré-adolescente que descobre uma revista pornográfica de quinta categoria, deliciei-me.

GICA TRIERWEILER_BLUMENAU, SC

 

CEMITÉRIO

Em relação ao trecho ficcional de Paulo Emilio Salles Gomes publicado no número de março faço uma retificação. Fui informado, em 1993, por Décio de Almeida Prado, amigo desde a adolescência de Paulo Emilio, sobre a existência de uma novela inédita intitulada “Rapsódia”. Décio a teria lido e aconselhado a não edição, já que muitas das pessoas citadas ainda estavam vivas. Como não existem duas ficções inéditas, é forçoso reconhecer que “Cemitério” é o novo nome atribuído à obra esboçada e, infelizmente, inacabada, de Paulo Emilio.

JOSÉ INÁCIO DE MELO E SOUZA_SÃO PAULO, SP

 

MUITO ANGU PELA FRENTE

Fui um dos 195 participantes do concurso literário, mas não levei o prêmio. Fiquei triste, obviamente, pois eu estava crente que estava abafando. Mas a frustração diminuiu um pouco quando li o texto do vencedor, que de fato, é uma pequena obra-prima. De uma inteligência delicada e senso de humor sutil, o texto nos esbofeteia com lenços de seda. Vi que ainda tenho que comer muito angu pra poder, sequer, pensar em pisar a mesma calçada em que transita, digamos, um Kurt Vonnegut ou um Ephraim Kishon. Mas…

Eis que um leitor percebe que o texto vencedor é na verdade, há… excessivamente inspirado em outro texto, de um autor morto em 1991. É claro que a revista agiu de boa-fé, mas quando perceberam a incômoda semelhança, o texto já estava impresso e perdurado eternidade afora na língua portuguesa. Agora conheço a fórmula para ter um texto premiado: basta que eu pegue um ensaio do Umberto Eco, troque todas as ocorrências da palavra Ecmnésia por Rapadura, assine e estamos conversados.

HEMETERIO_FORTALEZA, CE

 

Não há idéia inteligente que já não tenha sido pensada. O que temos de tentar é pensá-la de novo. A meu ver, foi o que fez o vencedor Parreira, cuja narrativa, desenvolvida com sofisticado senso de humor, termina com inesperada e encantadora ironia. Não sou professor de literatura, aliás não sou professor de coisa alguma, muito menos crítico literário, pergunto: afinal, o que sobra da comparação feita entre o conto do sr. Parreira e o de Murilo Rubião?

A meu ver, além da vantagem de o conto de Rubião conter mais caracteres (e espaços), sobra o esqueleto da história de uma mulher que pede presentes a seu homem. E daí? No mais, é cada autor por si e os leitores por todos.

W. SURTAN_NITERÓI, RJ

 

COVARDE, IGNORANTE, ABUSIVO

Gostaria de protestar contra a matéria Vidas Literárias: Carl Gustav Jung, por Edward Sorel. Ela é preconceituosa, covarde, ignorante e abusiva

NICOLAU GINEFRA_RIO DE JANEIRO, RJ

NOTA DA REDAÇÃO: reiteramos intimação para que nosso esculhambador-geral reassuma suas funções o quanto antes

Leia também

Últimas Mais Lidas

Os negócios da pandemia

Mais rápido que o Ministério da Saúde, o da Defesa já gastou quase 100% dos 531 milhões de reais que recebeu para o enfrentamento da Covid-19. Parte do dinheiro se destinou à compra de dezoito caminhonetes que ainda não foram entregues 

Uma facada atrás da outra

Apoiadores de Bolsonaro, inclusive um que foi a Juiz de Fora resgatá-lo depois do atentado, mostram decepção com o presidente e o governo; Flavio pede fé para 2021

Mentira e ilusão

Morador provisório do Palácio da Alvorada fabrica falsidades sem cerimônia

“Mamadeira de piroca” versão 2020

Monitoramento em oito capitais mostra como candidatos conservadores acusaram adversários usando “ideologia de gênero”

Inválidos, Paes e o Bispo

Paes derrota Crivella em todas as 49 zonas eleitorais, mas perde para abstenções em números absolutos

Foro ao vivo no 2º turno: o que concluir das eleições

Podcast de política da piauí fez um balanço do resultado das eleições municipais; a íntegra do programa ao vivo está disponível no YouTube

Mais textos
2

A metástase

O assassinato de Marielle Franco e o avanço das milícias no Rio

3

Lições de literatura e sociedade

Antonio Candido fala sobre o fazendeiro Pio e a invasão da USP

4

Na cola de quem cola

A apoteose da tecnologia e o adeus aos estudos

7

Incompreendido e compreendido

A briga, a separação, começam aí, assim, entre dois filmes como que realizados a quatro mãos, até que a fita de celuloide que os unia, se parta e as luzes se acendam.

8

Um teto todo seu

Conquistas de uma blogueira

9

Departamento de apelidos da Odebrecht exportará tecnologia

A capacidade produtiva do departamento de apelidos da Odebrecht chamou atenção do mercado internacional.