despedida

Tigre de papel

Rogério Reis
No 6º andar do prédio modernista de janelas contínuas ficava a redação, que chegou a abrigar 300 jornalistas. A estrutura de grandes vãos e forma horizontal tornou-se um marco
No 6º andar do prédio modernista de janelas contínuas ficava a redação, que chegou a abrigar 300 jornalistas. A estrutura de grandes vãos e forma horizontal tornou-se um marco FOTO: ROGÉRIO REIS

Avenida Brasil, nº 500, Rio de Janeiro. O colosso de nove andares, inaugurado em 1973, era de uma solidez ímpar. Vistoso, arejado, contemporâneo. Abrigava rotativas de primeira linha e uma redação com alguns dos grandes talentos da praça. Parecia estar à altura do Jornal do Brasil. Fundado na contramão, por monarquistas que queriam combater a recém-proclamada república, o jornal acertou o passo nos anos 50. Reformou-se, atualizou-se, ousou. Mais acertou do que errou. A nova sede parecia lhe assegurar um futuro a perder de vista.

Passados trinta anos da solene inauguração, o Jornal do Brasil estava endividado e sucateado. Perdera o prédio na avenida Brasil, o brio jornalístico e a independência. Moribundo, andou de mão em mão. A última delas determinou que a sua derradeira edição em papel fosse publicada na terça-feira, 31 de agosto de 2010.

Rogério Reis

Rogério Reis, fotógrafo carioca, é sócio da Tyba Agência Fotográfica e autor do álbum Na Lona, da Editora Aeroplano.

Leia também

Últimas Mais Lidas

Autor de estudo pró-cloroquina admite erros em pesquisa

Enquanto isso, maior investigação já realizada sobre a droga reitera que não há benefício comprovado contra Covid-19 e alerta para riscos

Mortos que o vírus não explica

Belém tem quase 700 mortes a mais do que o esperado apenas em abril; oficialmente, Covid-19 só matou 117

Foro de Teresina #101: Bolsonaro sob pressão

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Lockdown à brasileira

Como estados e municípios usam estratégias de confinamento com prazos e métodos distintos contra a Covid-19

Amazônia perto do calor máximo

Pesquisa inédita revela que, acima de 32 graus Celsius, florestas tropicais tendem a emitir mais carbono na atmosfera do que absorver

Nem limão, nem feijões: sem milagres contra a Covid-19

Ministério Público e polícia investigam “receitas infalíveis” contra o vírus

Valores permanentes, circunstâncias efêmeras

Cinema, apesar de tudo, mas em que condições?

Traduzindo a pandemia

Sem aulas na quarentena, professores e estudantes universitários criam núcleos de tradução para divulgar artigos científicos e combater informações falsas sobre a Covid-19

Quarentena evita um bilhão de toneladas de carbono na atmosfera

Emissão de poluentes caiu 17% no mundo; no Brasil, queda chegou a 25% em 20 de março, mas regrediu a 8% no fim de abril

A Terra é redonda: Imunização racional

Enquanto o mundo aguarda uma vacina contra o novo coronavírus, ativistas insistem em questionar a segurança e a eficácia desses compostos

Mais textos
1

Dentro do pesadelo

O governo Bolsonaro e a calamidade brasileira

2

Tem cloroquina?

Um balconista de farmácia conta seu dia a dia durante a pandemia

3

Nem limão, nem feijões: sem milagres contra a Covid-19

Ministério Público e polícia investigam “receitas infalíveis” contra o vírus

4

Mortos que o vírus não explica

Belém tem quase 700 mortes a mais do que o esperado apenas em abril; oficialmente, Covid-19 só matou 117

6

O que move a CNN Brasil

Com dois sócios que sempre estiveram ao lado do poder, a nova emissora tenta mostrar que pode ser independente

7

Amazônia perto do calor máximo

Pesquisa inédita revela que, acima de 32 graus Celsius, florestas tropicais tendem a emitir mais carbono na atmosfera do que absorver

8

Autor de estudo pró-cloroquina admite erros em pesquisa

Enquanto isso, maior investigação já realizada sobre a droga reitera que não há benefício comprovado contra Covid-19 e alerta para riscos

9

Pesquisa revela 12 vezes mais infectados que dados oficiais

Estudo em seis distritos de São Paulo feito por epidemiologistas, laboratório Fleury e Ibope encontra 5% de moradores com anticorpos para SARS-CoV-2

10

Uma biografia improvável

O que são vírus – esses parasitas que nos deram nada menos que 8% do nosso DNA