vultos do mercado editorial

A via-crúcis de Charles

As utopias e os tormentos que marcaram a trajetória da Cosac Naify

Adriana Abujamra
Certa vez, ao chegar à editora, Charles Cosac notou que um quadro de Siron Franco estava danificado. Levou-o para casa e deixou vazia a parede manchada pela umidade, como testemunha do descaso. “Ninguém tomou a iniciativa de cuidar. Vi naquilo um símbolo de que a editora estava se desfazendo.”
Certa vez, ao chegar à editora, Charles Cosac notou que um quadro de Siron Franco estava danificado. Levou-o para casa e deixou vazia a parede manchada pela umidade, como testemunha do descaso. “Ninguém tomou a iniciativa de cuidar. Vi naquilo um símbolo de que a editora estava se desfazendo.” FOTO: EGBERTO NOGUEIRA / ÍMÃ FOTOGALERIA_2016

Na última quarta-feira de novembro, dia 25 – data em que o calendário litúrgico comemora o martírio de santa Catarina de Alexandria, uma intelectual do século IV –, Charles Cosac decidiu se recolher em casa. Ligou para Nova York, onde vive seu cunhado, Michael Naify, e anunciou que encerraria as atividades da editora que haviam fundado dezenove anos antes. “Faça como achar melhor”, disse o outro. Vivendo fora do país, já não era de agora que o sócio havia perdido o interesse pela Cosac Naify. E não era a primeira vez que ouvia aquela conversa.

Cosac passou a sexta-feira recluso em seu apartamento, no bairro de Higienópolis, em São Paulo. Às dez da noite, quando o funcionário encarregado de passear com os cães foi embora, ele se viu sozinho, “entre a cruz e a espada”. Escutou música, contemplou suas obras de arte e conversou com Deus. Não pediu nada, a não ser paciência para atravessar o Rubicão.

MATÉRIA FECHADA PARA ASSINANTES
Para acessar, assine a piauí

Adriana Abujamra

Adriana Abujamra, jornalista freelancer, é colaboradora do jornal Valor Econômico e coautora de À Mesa com o Valor: 50 Personalidades

Leia também

Últimas Mais Lidas

Foro de Teresina #77: Lula solto, crise na Bolívia e o novo partido de Bolsonaro

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Trégua negociada atrás das grades

Documento do sistema penitenciário mostra como chefes do tráfico presos em Rondônia disputam à distância o controle da Rocinha

Bolsonaro, Marielle e a tempestade no Twitter

Entre os voos para Brasília e a presença do então deputado na Câmara, tempo apertado afasta hipótese de que Bolsonaro estivesse no Rio para receber acusado de matar vereadora  

Ruptura de bolsonaristas com PSL ganhou asas no Twitter

Disputa por controle do partido impulsionou menções a Eduardo e Joice na rede

Scorsese pede para se explicar

Quem sonha em fazer filmes enfrenta situação brutal, afirma cineasta

Silêncio na “República de Curitiba”

Com Lula solto, acampamentos de militantes se desfazem, e capital paranaense volta à rotina

Projeto da piauí é um dos vencedores de desafio do Google

"Refinaria de Histórias" vai transformar reportagens em séries, filmes e documentários

Maria Vai Com as Outras #6 – parte II: Trans – Gênero, corpo e trabalho

A advogada Márcia Rocha fala sobre a inserção de pessoas trans no mercado de trabalho formal

PT e aliados preparam campanha Lula-2022

Solto, ex-presidente vai percorrer o país e comandar oposição a Bolsonaro

Mais textos
1

Trégua negociada atrás das grades

Documento do sistema penitenciário mostra como chefes do tráfico presos em Rondônia disputam à distância o controle da Rocinha

2

Começo para uma história sem fim

Como uma foto, um porteiro e um livro de registros complicaram ainda mais a investigação do caso Marielle

3

Bolsonaro, Marielle e a tempestade no Twitter

Entre os voos para Brasília e a presença do então deputado na Câmara, tempo apertado afasta hipótese de que Bolsonaro estivesse no Rio para receber acusado de matar vereadora  

4

A vida dos outros e a minha

Memórias de uma estudante brasileira fichada pela Stasi

5

Silêncio na “República de Curitiba”

Com Lula solto, acampamentos de militantes se desfazem, e capital paranaense volta à rotina

6

O estelionatário

O brasileiro que enganou um mafioso italiano, políticos panamenhos e Donald Trump

7

PT e aliados preparam campanha Lula-2022

Solto, ex-presidente vai percorrer o país e comandar oposição a Bolsonaro

9

Os donos do Supremo

Professora da FGV critica poder absoluto da presidência da Corte sobre pauta de votação: “Pode levar todo o tribunal para o buraco”