Igualdades

O arsenal civil brasileiro

Allan de Abreu, Renata Buono e Marcella Ramos
25mar2019_10h00

O atentado à escola Escola Estadual Professor Raul Brasil, em Suzano, na Grande São Paulo, que deixou 10 mortos no dia 13 de março, reacendeu a discussão sobre a posse de armas de fogo no país. O Brasil possui poucas armas nas mãos de civis, em comparação com os Estados Unidos – a maior parte do que é produzido pela indústria bélica nacional vai para o exterior. Mas as armas mataram, em 2017, 51 mil pessoas no país, quatro vezes mais do que acidentes envolvendo automóveis.

 

Os Estados Unidos têm dez vezes mais armas de uso pessoal por habitante do que o Brasil. Por aqui, são 165 armas de fogo para cada 100 mil habitantes, enquanto nos Estados Unidos essa média é de 1.597,5 armas. 

 

O estado brasileiro com mais armas por habitante é o Acre (557 por 100 mil hab). Na outra ponta, o estado com menos armas é o Maranhão (34 por 100 mil hab). Ou seja, para cada maranhense armado, existem cerca de dezessete acrianos donos de armas.

 

De cada dez armas nas mãos de brasileiros, uma está com policiais “à paisana”. Civis têm 350,4 mil armas de fogo, enquanto policiais e seguranças privados possuem 39,9 mil armas particulares – a estatística não inclui armamentos das corporações.

 

Armas matam 4 vezes mais do que carros no Brasil. Em 2017, armas de fogo provocaram 50,9 mil mortes no Brasil, contra 11,9 mil causados por automóveis.

A indústria bélica brasileira exporta 7 vezes mais armas do que importa. Em 2018, o Brasil importou 48,3 milhões de dólares em armas e munições e exportou 368,5 milhões de dólares.

 

 

A indústria de armas de fogo fatura 1,6 bilhão de reais por ano e emprega diretamente 6 mil pessoas. É o mesmo faturamento anual da indústria de brinquedos, que emprega o dobro de pessoas.

 

Fontes: Polícia Federal do Brasil, Bureau of Alcohol, Tobacco, Firearms and Explosives USA, Datasus, Departamento Nacional de Trânsito, IBGE, Ministério da Economia.

Allan de Abreu (siga @allandeabreu1 no Twitter)

Repórter da piauí, é autor dos livros O Delator e Cocaína: a Rota Caipira, ambos publicados pela editora Record

Renata Buono (siga @revistapiaui no Twitter)

Renata Buono é designer e diretora do estúdio BuonoDisegno

Marcella Ramos (siga @marcellamrrr no Twitter)

Repórter e coordenadora de checagem da piauí

leia mais

Últimas Mais Lidas

Zero Três vira o Zero Um entre Bolsonaros 

Eduardo é nome preferido do pai para embaixada em Washington, no lugar de diplomata mais ligado ao grupo de Flavio e a olavistas

Boatos sobre políticas públicas serão o foco da nova edição do projeto Comprova

Iniciativa, no ar a partir de hoje, conta com a participação da piauí e de mais 23 veículos de todo o país

Falta de verbas e governo Bolsonaro ameaçam legado do SUS

Cientistas projetam piora de indicadores de saúde pública caso haja estagnação dos recursos para a área

Foro de Teresina #59: A popularidade de Bolsonaro, o Congresso após a Previdência e o espólio de Moro

Podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

O carteiro de Lula

Desconhecido até prisão de ex-presidente, auxiliar assume tarefa de entregar quase tudo que petista vê e lê

Vozes do levante

As batalhas de poesia que têm transformado a vida de jovens das periferias chegam à Flip

Fiador da Previdência, Maia se lança, chora e aprova reforma

Presidente da Câmara faz discurso de candidato, omite Bolsonaro e diz que vitória é do Centrão

Divino Amor – um Brasil distópico

Futuro apresentado no filme de Mascaro tem flagrantes dos dias atuais

Maia cresce no Twitter, Moro dispara e Mourão some

Vazamentos da Lava Jato mantêm ministro da Justiça como personagem do bolsonarismo mais citado na rede

Mais textos
1

O carteiro de Lula

Desconhecido até prisão de ex-presidente, auxiliar assume tarefa de entregar quase tudo que petista vê e lê

2

O pranto dos livros

Texto de 17 de janeiro de 1997, extraído de um dos quase cem cadernos deixados pelo autor de Formação da Literatura Brasileira

3

A redenção dos cinco

Um filme sobre os rapazes presos por um estupro que não cometeram

4

O pit bull do papai

Os tormentos e as brigas de Carlos Bolsonaro, o filho mais próximo do presidente

6

Fiador da Previdência, Maia se lança, chora e aprova reforma

Presidente da Câmara faz discurso de candidato, omite Bolsonaro e diz que vitória é do Centrão

8

Juízes expulsos receberam R$ 137 milhões em aposentadorias

Valor pago a 58 magistrados punidos com aposentadoria compulsória desde 2009 pelo CNJ daria para sustentar 1.562 aposentados do INSS

9

Falta de verbas e governo Bolsonaro ameaçam legado do SUS

Cientistas projetam piora de indicadores de saúde pública caso haja estagnação dos recursos para a área

10

Foro de Teresina #59: A popularidade de Bolsonaro, o Congresso após a Previdência e o espólio de Moro

Podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana