questões manuscritas

O marco zero da Bossa Nova

Chega de Saudade é considerada a canção que inaugura a Bossa Nova. Foi escrita por Vinícius de Moraes e composta por Antonio Carlos Jobim no final de 1956.

A primeira gravação data de 10 de julho 1958, na voz de Elizeth Cardoso, com brilhante arranjo de orquestra do próprio Tom Jobim. Os estudiosos consideram esta gravação o primeiro registro fonográfico da Bossa Nova.

Pedro Corrêa do Lago
16abr2013_16h49

Chega de Saudade é considerada a canção que inaugura a Bossa Nova. Foi escrita por Vinícius de Moraes e composta por Antonio Carlos Jobim no final de 1956.

A primeira gravação data de 10 de julho 1958, na voz de Elizeth Cardoso, com brilhante arranjo de orquestra do próprio Tom Jobim. Os estudiosos consideram esta gravação o primeiro registro fonográfico da Bossa Nova.

A versão de João Gilberto, gravada no mês seguinte com novo arranjo rítmico de autoria do cantor baiano, lançou sua carreira e confirmou sua posição de expoente do novo gênero musical criado no Brasil.

Reproduzidas aqui estão a primeira e a última página da partitura original de Jobim de Chega de Saudade. As 20 folhas foram presenteadas a Elizeth, e a capa leva sua assinatura a caneta: “Propriedade de Elizeth Cardoso”. Trata-se da partitura inteira para orquestra, escrita a lápis em 14 linhas de música, e uma página separada para a harpa, também reproduzida aqui.

Clique nas imagens para ampliá-las

Muitas partituras manuscritas de música popular são copiadas por arranjadores anônimos. As melodias são geralmente transcritas por outra pessoa, e o que sobrevive na sua letra são às vezes as palavras do texto. Esta, no entanto é a partitura completa na letra de Tom Jobim, e o manuscrito registra seus arranjos de violão (mas não a batida de João Gilberto, contribuição posterior a partir da criação original do compositor).

Os arranjos vocal e orquestral estão completos, tais como foram ouvidos pela primeira vez na gravação original cantada por Elizeth. A partitura vocal foi impressa quatro anos mais tarde em 1962, mas sem a plena instrumentação encontrada aqui.

O manuscrito pertenceu a Elizeth Cardoso, que o conservou até sua morte em 1990. Presume-se que tenham sido seus descendentes que o puseram à venda num importante leilão de manuscritos musicais em Londres em 2008, quando foi adquirido por seu atual detentor e trazido de volta ao Brasil.

Pedro Corrêa do Lago

Pedro Corrêa do Lago é mestre em economia pela PUC - Rio. Foi autor do blog questões manuscritas no site da piauí

Leia também

Últimas Mais Lidas

Boatos sobre políticas públicas serão o foco da nova edição do projeto Comprova

Iniciativa, no ar a partir de hoje, conta com a participação da piauí e de mais 23 veículos de todo o país

Falta de verbas e governo Bolsonaro ameaçam legado do SUS

Cientistas projetam piora de indicadores de saúde pública caso haja estagnação dos recursos para a área

Foro de Teresina #59: A popularidade de Bolsonaro, o Congresso após a Previdência e o espólio de Moro

Podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

O carteiro de Lula

Desconhecido até prisão de ex-presidente, auxiliar assume tarefa de entregar quase tudo que petista vê e lê

Vozes do levante

As batalhas de poesia que têm transformado a vida de jovens das periferias chegam à Flip

Fiador da Previdência, Maia se lança, chora e aprova reforma

Presidente da Câmara faz discurso de candidato, omite Bolsonaro e diz que vitória é do Centrão

Divino Amor – um Brasil distópico

Futuro apresentado no filme de Mascaro tem flagrantes dos dias atuais

Maia cresce no Twitter, Moro dispara e Mourão some

Vazamentos da Lava Jato mantêm ministro da Justiça como personagem do bolsonarismo mais citado na rede

Dois meses de dor e chicungunha no Rio

Casos de 2019 são mais que o dobro do total registrado em 2018; prefeitura fala em “suscetibilidade” dos cariocas ao vírus

Mais textos
1

O carteiro de Lula

Desconhecido até prisão de ex-presidente, auxiliar assume tarefa de entregar quase tudo que petista vê e lê

2

O pranto dos livros

Texto de 17 de janeiro de 1997, extraído de um dos quase cem cadernos deixados pelo autor de Formação da Literatura Brasileira

3

A redenção dos cinco

Um filme sobre os rapazes presos por um estupro que não cometeram

5

O pit bull do papai

Os tormentos e as brigas de Carlos Bolsonaro, o filho mais próximo do presidente

6

Fiador da Previdência, Maia se lança, chora e aprova reforma

Presidente da Câmara faz discurso de candidato, omite Bolsonaro e diz que vitória é do Centrão

8

Juízes expulsos receberam R$ 137 milhões em aposentadorias

Valor pago a 58 magistrados punidos com aposentadoria compulsória desde 2009 pelo CNJ daria para sustentar 1.562 aposentados do INSS

9

Falta de verbas e governo Bolsonaro ameaçam legado do SUS

Cientistas projetam piora de indicadores de saúde pública caso haja estagnação dos recursos para a área

10

Foro de Teresina #59: A popularidade de Bolsonaro, o Congresso após a Previdência e o espólio de Moro

Podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana