vultos da república

Políticos dominam agenda de Moro

Parlamentares pularam de 7% para 39% dos compromissos oficiais do ministro da Justiça entre janeiro e maio

José Roberto de Toledo e Emily Almeida
30jul2019_22h16

Levantamento do Fórum Brasileiro de Segurança Pública mostra uma mudança do perfil das pessoas recebidas pelo ministro Sergio Moro desde que ele assumiu o Ministério da Justiça. Em janeiro, 69% dos compromissos oficiais de Moro foram reuniões técnicas com assessores e funcionários do ministério. Esse tipo de agenda interna caiu mês a mês, até chegar a 11% em maio. Ao mesmo tempo, os encontros de Moro com parlamentares cresceram ao ponto de ocuparem a maior parcela da agenda do ministro na segunda metade do semestre passado. O recorde foi em maio: 39%.

Nem o presidente Jair Bolsonaro dedicou tanto espaço aos parlamentares. Salvo em abril, quando somaram 22% dos compromissos presidenciais, deputados e senadores sempre consumiram menos de um quinto do tempo de Bolsonaro. Os maiores frequentadores da agenda presidencial foram ministros: ocuparam de 30% (junho) a 55% (fevereiro) dos espaços. O levantamento do Fórum Brasileiro de Segurança Pública revela ainda que Hamilton Mourão é, dos três, quem mais abre espaço para receber empresários e representantes de entidades empresariais. Também foi o que recebeu, proporcionalmente aos outros compromissos, mais jornalistas para entrevistas, embora cada mês menos.

As informações foram capturadas das agendas oficiais publicadas nas páginas da Presidência da República e do Ministério da Justiça na internet. Cada cor representa um tipo de visitante: parlamentares, diplomatas, empresários etc. As taxas somam 100% e seguem a proporção que cada tipo de visitante alcançou, mês a mês, nas agendas do ministro, do presidente e do vice-presidente. O levantamento faz parte do “Fonte Segura”, um produto que o Fórum Brasileiro de Segurança Pública deve lançar na primeira quinzena de agosto. “Nossa ideia é oferecer uma solução que busque conectar o debate factual sobre segurança pública com os rumos e desafios da economia e da política”, afirma Renato Sérgio de Lima, diretor-presidente do Fórum.

Made with Flourish

José Roberto de Toledo (siga @zerotoledo no Twitter)

Editor-executivo da piauí (site), foi repórter e colunista de política na Folha e no Estado de S. Paulo e presidente da Abraji

Emily Almeida (siga @emilycfalmeida no Twitter)

É estagiária de jornalismo da piauí. Antes, trabalhou no jornal O Globo

Leia também

Últimas Mais Lidas

Mitificação de Eduardo, demonização da esquerda

Em evento bolsonarista, filho do presidente e ministros apresentam rivais como mal radical, em sintoma da deterioração democrática no país

Moro em queda livre

Ministro e seu pacote anticrime perdem espaço no governo, no TCU e no Twitter

Foro de Teresina #72: Bolsonaro contra o PSL, o governo contra a imprensa, e o Sínodo pela Amazônia

O podcast de política da piauí comenta os principais fatos da semana

Entre a cruz e a motosserra

Na Amazônia profunda, missionária católica enfrenta a falta de padres, os pastores evangélicos e o desmatamento, enquanto papa faz Sínodo sobre a região

O retorno da audácia à Nicarágua

Estudante que desafiou Daniel Ortega volta do autoexílio para retomar resistência ao regime

Frans Krajcberg – dignidade e revolta

Documentário faz reviver inconformismo do artista diante da destruição ambiental brasileira 

Extra: Foro de Teresina especial no Festival Piauí de Jornalismo

Programa gravado ao vivo em São Paulo já está disponível

Perseguido na Nicarágua, jornalismo independente sobrevive no exílio

Da Costa Rica, Carlos Fernando Chamorro comanda veículo que critica governo totalitário de Daniel Ortega e cobra eleições livres

Na Rússia de Putin, falar mal de Putin é proibido

Preso injustamente, repórter russo foi libertado graças à pressão da sociedade civil

Mais textos
2

Fala grossa e salto fino

As façanhas de Joice Hasselmann, do rádio ao Congresso

3

Entre a cruz e a motosserra

Na Amazônia profunda, missionária católica enfrenta a falta de padres, os pastores evangélicos e o desmatamento, enquanto papa faz Sínodo sobre a região

4

Letra preta

Os negros na imprensa brasileira

5

Rodrigo Maia: um olho nos Bolsonaros, o outro em 2022

Presidente da Câmara diz que Temer operou impeachment de Dilma e que, se quisesse ser presidente a qualquer custo, teria sido em 2017

8

Foro de Teresina #72: Bolsonaro contra o PSL, o governo contra a imprensa, e o Sínodo pela Amazônia

O podcast de política da piauí comenta os principais fatos da semana

10

Quando mídia, ciência e universidade viram “inimigos”

Jornalista Jane Mayer aponta estratégias para reagir aos ataques de Trump à imprensa americana