anais da bossa

Por que João Gilberto é João Gilberto

Diretor artístico da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo comenta, ao violão, legado do inventor da bossa nova; veja os vídeos

Arthur Nestrovski
06ago2019_19h37
EGBERTO NOGUEIRA

Acanção brasileira é uma antes e outra depois de João Gilberto. Sua influência afeta o passado tanto quanto o futuro: foi só depois de João que se consolidou a ideia de uma história, um cânone da canção, de importância central para a cultura do Brasil. Foi ele também um dos principais responsáveis por situar a música brasileira em nova condição, antes de mais nada para nós mesmos, mas também aos olhos do mundo. Isso tem a ver com muitas coisas: a seleção do repertório, o modo de cantar, a forma de tocar, a exploração das relações entre palavra e música. Tudo isso é comentado, com exemplos, nesta série de quatro pequenos vídeos.

Antes e depois

O futuro do passado agora é outro: definindo um cânone da canção.

 

Palavra e Música

Quando a voz falada se transforma em música: segredos do canto.

 

O violão

Segredos do violão: acordes, pulsações, acentos.

 

Uma ideia de Brasil

A arte e o legado de João Gilberto: um ideal de civilização.

* As citações musicais respeitam a Lei do Direito Autoral, que garante o uso de trechos para fins de estudo ou crítica da obra reproduzida. 



Arthur Nestrovski

Compositor, violonista e crítico literário e musical, é diretor artístico da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo.

Leia também

Últimas Mais Lidas

Cobaias ou heróis?

Cerca de 90 voluntários serão infectados por cientistas com o SARS-COV-2 para ajudar a responder perguntas vitais que permanecem sem resposta desde o começo da pandemia

A sutil arte de ligar o BBB

Com 77 milhões de menções no Twitter, programa deixou para trás Bolsonaro, Covid, vacina e futebol; Globo acolhe Karol Conká em “operação descancelamento”

Vacina atrasada, variante acelerada

Ritmo lento de imunização aumenta risco de disseminação de mutações do Sars-CoV-2

Foro de Teresina #139: Liberalismo adernado e o tsunami

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Erros em série e 250 mil mortes

Sem plano eficaz de imunização, dinheiro das vacinas paga até gasto sigiloso com operação de inteligência do Exército; governo financia campanha de tratamento precoce e mantém no ar manual para uso de cloroquina

No rastro do doleiro dos doleiros

Inquérito investiga como Dario Messer movimentou mais de 100 milhões de dólares em contas no Banco Safra no exterior - e se banco violou regras contra lavagem de dinheiro

Mais textos
1

Onze bilhões de reais e um barril de lágrimas

Luis Stuhlberger, o zero à esquerda que achava que nunca seria alguém, construiu o maior fundo multimercado fora dos Estados Unidos e, no meio da crise, deu mais uma tacada

3

A metástase

O assassinato de Marielle Franco e o avanço das milícias no Rio

5

Kadafi pede para ser julgado por Congresso Brasileiro

ATLÂNTIDA - Escondido no mesmo bunker já usado por Osama Bin Laden, Darth Vader, Hitler e José Dirceu, o ditador Muammar Kadafi fez chegar à RedeTV! uma mensagem em áudio na qual impõe uma única condição para se entregar: "Só aceito sair se for julgado pelo Congresso Brasileiro. Me comprometo a acatar todas as ásperas reprimendas e duras punições pelas quais os nobres deputados, sempre zelosos do melhor cumprimento da lei, vêm se notabilizando ao longo dos últimos anos. Na semana seguinte, já com a ficha limpa, quero me filiar ao PMDB", declarou em árabe, com leve sotaque maranhense.

6

A última moda da vida eterna

O ponto de Nova York onde ficava a megastore da Virgin vira uma loja que embrulha roupa barata com o Evangelho

7

Black Blocs anunciam lista de convocados para a Copa

AVENIDA PAULISTA - Centenas de vândalos atrapalharam o trânsito nesta manhã em São Paulo para anunciar a lista de black blocs convocados para a Copa. "Apostamos na força do nosso grupo e esperamos fazer uma boa campanha, com muita humildade, sempre respeitando os adversários", explicou um mascarado.

8

Reviravolta: FHC é pai de Strauss-Kahn

SORBONNE - Exames de DNA feitos na madrugada de ontem revelaram que Fernando Henrique é, sim, pai de Dominique Strauss-Kahn, do Real, do Cruzado, do Plano Bresser e da SUNAB, e não, como se pensava, de uma camareira da Guiné que trabalhava no hotel Sofitel de Nova York. "Recentemente, tenho ficado mais distraído e confesso que assinei o primeiro exame sem ler", festejou o ex-presidente, botando um baseado na roda. Também são seus filhos a Guarânia paraguaia, o Dólar nigeriano e o Franco senegalês.

9

Uma temporada nos confins

Lá ninguém sabia quem eu era, lá eu podia fazer o que bem entendesse

10

Facebook insere a tag “sátira” em blog de Rodrigo Constantino

BRAZIL - Ciente do risco de que o blogueiro Rodrigo Constantino seja levado a sério, o Facebook prometeu inserir automaticamente a tag "sátira" a cada vez que um texto de sua autoria for compartilhado. "Os brasileiros não sabem distinguir os blogs de humor dos sites noticiosos. Vamos intervir para acabar com essa zona nebulosa", explicou Mark Zukerberg, com um sorriso irônico de canto de boca.