festival

A sentença de prisão de Pelin Ünker por fazer jornalismo na Turquia

Repórter foi acusada de calúnia e difamação por publicar reportagens que citava ex-primeiro ministro

26ago2019_17h39

Em janeiro deste ano, na Turquia, a repórter Pelin Ünker teve a prisão decretada acusada de calúnia e difamação pelo presidente da Assembleia Nacional – na época ex-primeiro ministro – Binali Yıldırım e seus dois filhos. Os nomes da família apareciam nas investigações conhecidas como Panama Papers, sobre empresas offshores não declaradas em paraísos fiscais.

A jornalista recorreu da sentença, pagou uma multa de cerca de 8,6 mil liras turcas, o equivalente a 1,3 mil euros, e aguarda em liberdade.

O caso que teve repercussão internacional estará no centro da conversa de Ünker com José Roberto de Toledo, editor do site da piauí, e com a âncora da GloboNews Aline Midlej, que acontecerá no primeiro dia desta edição do Festival Piauí de Jornalismo.

Hoje freelancer do Deutsche Welle, a Pelin Ünker já foi do time de jornalistas do diário de centro-esquerda Cumhuriyet (A república). E é membro do Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ), onde foi uma das profissionais a integrar a força-tarefa dos Panama Papers.

Num tuíte sobre a acusação pela qual ela vem se defendendo no tribunal turco, Ünker disse que não estava surpresa, mas reforçou que fazer jornalismo não poderia ser considerado crime.

Leia Também

Relacionadas Últimas

Sem lenço, sem documento

A Turquia moderna e eu

Merkel e as trevas

Nenhum outro chanceler alemão em final de mandato teve uma visão tão pessimista da situação mundial

Em vídeo: melhores momentos do Festival Piauí

Assista a trechos de cada uma das nove mesas da programação do evento, que reuniu jornalistas de várias partes do mundo em São Paulo

Acompanhe a transmissão ao vivo da segunda Maratona Piauí CBN de Podcast

Encontro está sendo transmitido em áudio e em vídeo nos sites e redes sociais da piauí e da CBN

A história e os bastidores do Foro de Teresina

Apresentadores relembram início do programa, que completa um ano esta semana

Conteúdo patrocinado e anunciantes estão entre os principais modelos de financiamento

Diretor da CBN diz que programas em áudio são caminho para formar novos ouvintes

Interação com o público ajuda a ganhar e manter audiência

Fidelidade de ouvintes pode se transformar em financiamento coletivo e ajudar a manter podcasts

Os desafios e a rotina de contar histórias em podcast

Roteiro capaz de amarrar narrativas é segredo para um bom programa; dificuldade de financiamento é cotidiana

Mais textos
1

Vítimas de Mariana cobram R$ 25 bi de mineradora BHP na Inglaterra

Juiz deve decidir em junho se vai julgar o processo, o maior em número de vítimas da história do Reino Unido

2

“Poderia ter sido eu a morrer ali no ponto de ônibus”

Como a morte espreita a juventude negra no Rio de Janeiro, estado com maior taxa de homicídios em ações policiais

3

Presos da Lava Jato unidos contra os ratos e o tédio

Condenados por crimes de colarinho-branco já caçaram roedores e fizeram faxina em complexo penal; transferidos para hospital penitenciário e sem ter o que fazer, gastam o tempo com dominó  

4

Léros Léros em Itaipu

Brasil se recusa a pagar prejuízo de US$ 54 milhões; presença de suplente do PSL em reuniões binacionais aumenta crise e atrapalha renegociação para 2023

5

A guerra contra o termômetro

Quando chegam más notícias sobre o desmatamento, os governos atacam o emissário

7

Bacurau – celebração da barbárie

Filme exalta de modo inquietante parceria entre povo desassistido e bandidos

9

Sem SUS, sem saída, sem vida

Sem dinheiro para pagar dívidas médicas nos Estados Unidos, idoso mata mulher e se suicida; tragédia amplia debate sobre acesso a sistema público de saúde

10

Foro de Teresina #68: Censura na Bienal, segredos da Lava Jato e um retrato da violência brasileira

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana