quarentena

Lá fora e aqui dentro

Paralisado em Seul, imagino vias de escape que são de todo inúteis

Uma cabana na floresta

Nenhuma daquelas fotos de grandes cidades vazias faria sentido aqui

Café Terrace at Night

A morte assombra todo mundo, mesmo num simples gesto de carinho

A cidade irreal

Depois que a pandemia acabar, tudo o que for será outra coisa

Força, mamãe

Eu estava em frangalhos, mas seguia limpando, cozinhando e tossindo

Um ponto de virada

Não tenho noção se peguei ou não uma forma branda da doença

Estamos esperando por você

Se eu chegar à terceira idade, poderei dizer: eu vi Veneza vazia