redes sociais

No submundo do marketing político

Como funciona o mercado ilegal de santinhos virtuais via zap

Exclusão de perfil irregular no WhatsApp não bloqueia rede de desinformação

Mesmo que aplicativo suspenda contas com acesso indevido a bases de usuários, grupos continuam ativos

Eleição explode no YouTube após 1º turno

Volume de vídeos produzidos sobre Bolsonaro e Haddad em uma semana após a votação supera os três meses anteriores; petista é maior alvo

Buscas por “Fascismo” batem recorde no Google

Curiosidade atingiu o auge no domingo da eleição, com dez vezes mais pesquisas do que a média; "Jair Bolsonaro" é um dos principais assuntos relacionados

Fake news: mais de dois boatos de fraude nas urnas desmentidos por dia

Propagadas nas redes e no WhatsApp, notícias falsas tentam desacreditar eleições; um quarto das menções ao pleito no Twitter trata de urnas

Buscas por “Bolsonaro + aborto” disparam no Google

Curiosidade foi despertada pelos próprios apoiadores do candidato, que temiam publicação de reportagem sobre o assunto

#EleNão supera #EleSim nas redes

Atos contra Bolsonaro despertam seis vezes mais curiosidade no Google do que as manifestações a favor do ex-capitão

Um protesto histórico, menos na tevê

Ao reunir dezenas de milhares, #EleNão provoca maior manifestação liderada só por mulheres no Brasil mas é quase ignorado na tevê

Das falas de Mourão, 13º foi maior tiro no pé

Declaração de vice de Bolsonaro contra direito trabalhista foi a que provocou mais críticas no Twitter, com rejeição até de apoiadores, mostra estudo da FGV

“Como anular voto” bate recorde no Google

Buscas por como justificar, consequências de anular ou não aparecer para votar nunca foram tão grandes desde 2004

Mais textos