=igualdades

Valor vetado na Educação pagaria 148 mil bolsas de doutorado em 2021

Amanda Gorziza, Fernanda Nunes, Francisco J. Ricci e Renata Buono
06maio2021_09h54

O presidente Jair Bolsonaro vetou R$ 1,2 bilhão no orçamento do Ministério da Educação e bloqueou R$ 2,7 bilhões – o que soma R$ 3,9 bilhões vetados ou bloqueados. Uma bolsa de doutorado da Capes custa R$ 2,2 mil por mês, ou 26,4 mil por ano. Ou seja, o valor vetado do orçamento do MEC pagaria 148 mil bolsas de doutorado em 2021.

Em 2021, o valor do orçamento disponível para o Ministério da Educação para gastos discricionários, ou seja, que não são obrigatórios, é menos da metade do que foi em 2018, um ano antes da posse de Jair Bolsonaro. Em 2018, o MEC executou R$ 23,2 bilhões e, agora, dispõe de apenas R$ 8,9 bilhões. Os dados são do Instituto Fiscal Independente. 

Fonte: IFI/Senado, Bolsas Capes

Amanda Gorziza (siga @amandalcgorziza no Twitter)

Estagiária de jornalismo na piauí

Fernanda Nunes (siga @fernandasenun no Twitter)

Repórter do Pindograma, site de jornalismo de dados, é formada em ciência política e jornalismo pela Universidade de Nova York.

Francisco J. Ricci (siga @FranciscoJRicci no Twitter)

É fundador e repórter do Pindograma. Estuda Economia e Política na Universidade de Nova York

Renata Buono (siga @revistapiaui no Twitter)

Renata Buono é designer e diretora do estúdio BuonoDisegno

Leia também

Últimas

O padre, o filho e a pensão alimentícia

Justiça manda religioso pagar três salários mínimos mensais a ex-fiel que diz ter tido um romance e um filho com ele; o padre nega

Pela simplificação dos planos diretores

Legislação complicada e genérica precisa ser substituída por outra capaz de ser entendida pela população

O encalhe de Pantanal e Dona Beija

Acervo com mais de 25 mil fitas da Rede Manchete vai a leilão, mas não atrai nenhum comprador

Foro de Teresina #154: Boom, bola e bolso

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Dias de alívio e de pranto

Vestibulanda relata angústia de ver sua avó, vacinada, se recuperar da Covid, enquanto um amigo chorava a morte do pai, sem vacina

Mais textos