=igualdades

Com buscas recordes por “falta de ar”, Mato Grosso do Sul viu média de mortes dobrar de maio para junho

Hellen Guimarães e Renata Buono
24jun2021_10h00

O interesse por “falta de ar” no Mato Grosso do Sul é o mais alto já registrado no estado desde o início da pandemia e o maior do país em junho. As buscas bateram os 100 pontos, patamar máximo na escala do Google. 

O principal indicador da situação da pandemia, a média móvel de mortes, dobrou no estado: de 25 mortes em 16/05 para 50 em 09/06. No dia 10, o estado informou que tinha 43 municípios em risco extremo para Covid-19, incluindo a capital Campo Grande. Àquela altura, a situação levou o governo a determinar medidas de restrição mais rígidas, autorizando o funcionamento apenas de serviços essenciais.

Fontes: Google News Lab e consórcio de imprensa

Hellen Guimarães (siga @HellenGuimaraes no Twitter)

Repórter da piauí. Trabalhou em O Globo, Extra, Época e Agência Lupa

Renata Buono (siga @revistapiaui no Twitter)

Renata Buono é designer e diretora do estúdio BuonoDisegno