diz aí, mestre

vultos da Copa

Da várzea à taça

Em série de vídeos da piauí, grandes jogadores recuperam histórias de seus mundiais e iluminam a maior paixão coletiva do Brasil

amor e ódio

Do inferno ao céu, de chuteiras

Os campeões mundiais Nilton Santos e Tostão e o técnico do time de 82 e 86, Telê Santana, investigam a relação do torcedor brasileiro com a sua seleção

os craques

O craque segundo Tostão

Uma das estrelas da Copa, o português Cristiano Ronaldo é um gênio ou um bom jogador? Tostão, titular da seleção do tri em 70, explica a diferença

Didi ensina a arte do meia-armador, aquele que Tite não tem

A definição de um meia-armador clássico pelo gênio do Botafogo e da seleção bicampeã mundial em 58 e 62

Garrincha treinava, mas não ouvia o professor

Nilton Santos, Zezé e Aymoré Moreira recuperam as histórias do mais habilidoso – e o que menos se levava a sério – ponta-direita que o Brasil já viu

Dario, o órfão, ex-ladrão e ex-grosso que virou Dadá

O campeão mundial em 70 relembra o seu começo no futebol, do primeiro chute aos 19 anos ao técnico que percebeu nele, apesar dos tropeções, um goleador

vultos da Copa

Fora de campo, o protagonista

Dois dos maiores técnicos do Brasil, Flávio Costa, da seleção de 50, e Telê Santana, de 82 e 86, explicam o papel do “professor” dentro e fora de um Mundial

os erros

45 anos de pena por um palpite errado

Titular da seleção de 50, Barbosa lembra o quanto custa o erro de um goleiro numa Copa do Mundo; De Gea é candidato a descobrir

momentos históricos

O jogo da virada

Didi, Joel e Bellini reconstituem a arrancada para o primeiro título mundial do Brasil

Outro 1 a 2 em Copa, 68 anos atrás

Zizinho, Barbosa, Nilton Santos e o técnico Flávio Costa reconstituem as horas seguintes ao Maracanaço, a tragédia do Mundial de 1950

a tensão

Bellini ensina a disfarçar o nervosismo em jogo de Copa

Zizinho, Nilton Santos, Telê Santana e o capitão de 58 medem a tonelagem da pressão sobre o jogador do Brasil em um Mundial

Jogador malandro e sem cabeleireiro

Zizinho, eleito o melhor do Mundial de 50, e Dadá Maravilha, da seleção de 70, relembram as manhas para infernizar a vida dos zagueiros numa Copa, sem precisar de laquê

a tristeza

Quando a Copa termina antes da hora

Nilton Santos e Zezé Moreira lembram a pancadaria na eliminação do Brasil em 54 e a desolação de deixar um Mundial no meio do caminho

Uma finta na idade

Zizinho e Ademir da Guia falam da dor de deixar os gramados e das artimanhas do craque para adiar o fim da carreira

Últimas

Um hospital de referência onde falta de tudo

Médico residente no Hospital São Paulo relata como, diante do sucessivo corte de verbas...

O berço dos ‘nobres guerreiros de alma leve’

Como funciona o projeto social em Salvador de onde saíram Hebert Conceição, finalista olímpico...

Terceira dose, eis a questão

Especialistas discutem riscos de usar aplicação extra de vacina contra a Covid antes de garantir...

A linha cruzada de Max

Como um empurrão de Flávio Bolsonaro ajudou a minúscula telecom do dono da Precisa Medicamentos...

Cinemateca Brasileira em chamas – II

Foi preciso um fogaréu para comover quem ignorou o abandono da instituição

Garras olímpicas

Mais presentes nos pódios brasileiros do que em edições passadas, unhas decoradas também são parte...

Mais textos
A descoberta, de Vito Quintans

vultos da república

Estou no páreo

O governador gaúcho está confiante de que pode ir do Pampa ao Planalto

Consuelo Dieguez

questões políticas

A destruição

Bolsonaro, a palavra podre e a desfiguração da democracia

Renato Lessa

questões sul-americanas

O impasse colombiano

Protestos desafiam o governo e as classes dirigentes a transformar o país

María Teresa Ronderos

vultos vaticanos

O padre que morde

A vida, a obra e as marretadas de Júlio Lancellotti

Angélica Santa Cruz

correspondência

Estaremos juntas nessa guerra

Uma carta para a mãe de Kathlen Romeu, morta durante disparos da polícia no Rio

Elza Soares

questões astronômicas

O perigo do lixo espacial

Há milhões de artefatos humanos orbitando a Terra. Serão recolhidos antes de uma catástrofe?

Raffi Khatchadourian

questões vultosas

Quando será o golpe?

Na toada atual, falta definir a data. Só a data

André Petry

pedagogia do autoritarismo

No pior clube

Como o Brasil se aproxima da liga das democracias que se deterioram

João Gabriel de Lima

anais do comunismo

Uma história acabada

O meu dossiê nos arquivos da polícia secreta da Alemanha Oriental

Claudia Cavalcanti

testemunhos catsaridafóbicos

De pernas pro ar

Meu pavor de baratas e o controle de pragas urbanas

Adriano Cirino
Edição Completa