Igualdades

Desiguais desde o parto

Emily Almeida e Renata Buono
22jul2019_09h06

Desde 2009, o número de cesarianas realizadas no Brasil vem superando o de partos normais. Em 2017, elas representaram 56% do total de partos no país. Mas as cesáreas não ocorrem com frequência igual entre as brasileiras: proporcionalmente, são dez vezes mais comuns entre mulheres com mais anos de estudo do que entre aquelas sem instrução. A OMS considera aceitável uma taxa de 10 a 15% de cesarianas, e a porcentagem de cesáreas no Brasil ainda é maior que a verificada em outros países. Nesta semana, a piauí reúne comparações sobre as cesarianas.

 

No Brasil, em 2017, as cesarianas representaram 56% dos partos realizados no país. Naquele ano, nos Estados Unidos, elas somaram 32%. Ou seja, no Brasil, de cada 12 partos realizados, 7 foram cesáreos. Nos Estados Unidos, o número foi de 4 a cada 12 partos.

 

A região Centro-Oeste foi a que concentrou a maior taxa de partos cesáreos por 10 mil habitantes em 2017, com 95. Isso é quase o dobro da taxa de partos normais registrados naquele ano na região (57). Assim, para cada bebê nascido num parto normal, nasceram dois de cesariana.

 

Goiânia é a capital com maior proporção de partos cesáreos no país, e Macapá, a de menor proporção. Em comparação com o total de nascimentos, para cada parto cesáreo feito em Macapá, há 4 em Goiânia

 

Em 2017, mulheres com mais de doze anos de instrução fizeram, proporcionalmente, quase 10 vezes mais cesarianas que mulheres sem nenhuma instrução

 

Uma das maiores proporções de cesarianas por local de residência da mãe, no município do Rio de Janeiro, está na Barra da Tijuca, bairro de classe média alta. Uma das menores proporções está no Complexo do Alemão, conjunto de favelas na zona norte do Rio. Proporcionalmente, para cada parto cesáreo realizado no Complexo do Alemão em 2017, havia 6,5 na Barra

 

As cesáreas também são maioria entre mulheres casadas. Proporcionalmente, elas fizeram 2,5 vezes mais partos cesáreos do que mulheres solteiras em 2017. 

 

No Brasil, quanto mais jovem é a mulher, menor a probabilidade de o parto ser cesáreo. Em 2017, uma mulher na média dos 32 anos fez, proporcionalmente, 3 vezes mais partos cesáreos que uma na média dos 17 anos

 

Fontes: Datasus; Centers for Disease Control and Prevention; Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro

Emily Almeida (siga @emilycfalmeida no Twitter)

Repórter da piauí

Renata Buono (siga @revistapiaui no Twitter)

Renata Buono é designer e diretora do estúdio BuonoDisegno

leia mais

Últimas Mais Lidas

Às vésperas de protestos, PM associa “antifas” à violência

Polícia mineira usa símbolos e bandeiras do movimento antifascista para “reconhecimento de  possíveis manifestantes violentos”

Aula de longe, mas ao pé do ouvido

Municípios do Rio Grande do Norte apostam no rádio para manter ensino durante a quarentena e atraem adultos de volta à escola

Foro de Teresina #103: As ameaças contra Bolsonaro

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

“Tive Covid, e agora?”

Moradora da periferia de São Paulo relata como enfrentou a doença e as dificuldades para voltar ao trabalho

Na piauí_165

A capa e os destaques da revista de junho

O piloto, o PCC e o voo da morte

Como a investigação da Polícia Federal chegou a um personagem central num crime que abalou a cúpula da facção

Oxigênio e sobrevivência

Prioridades na Cinemateca Brasileira e na vida

Máscara, gás e pimenta

Epidemia amplia tensões sociais e eleva risco de confrontos

“Eu não aguento mais chorar!”

Fragmentos de revolta contra o assassinato de negros pela polícia explodem em manifestação no Rio

A Terra é redonda: Desnorteados

Hospitais saturados, indígenas ameaçados, desmatamento em alta: como a pandemia está afetando os povos e ecossistemas da Amazônia

Mais textos
1

O piloto, o PCC e o voo da morte

Como a investigação da Polícia Federal chegou a um personagem central num crime que abalou a cúpula da facção

2

Rebelião contra Aras

Ao protestar contra inquérito das fake news, chefe do Ministério Público Federal deflagra reação na instituição

3

Dentro do pesadelo

O governo Bolsonaro e a calamidade brasileira

5

“Eu não aguento mais chorar!”

Fragmentos de revolta contra o assassinato de negros pela polícia explodem em manifestação no Rio

6

Bolsonaro seduz policiais militares com promessas, cargos e poder

Entre o capitão e os governadores, é preciso saber para onde irá a Polícia Militar

7

A gestação do menino diabo

Como traduzir Memórias Póstumas de Brás Cubas para o inglês com dicionários frágeis e bases de dados gigantescas

8

O que é fascismo

Quando uma palavra se transforma em palavrão

9

Polícias fraturadas

PM adotou padrões de risco distintos ao coibir protestos deste domingo; na PF, fronteiras entre segurança e política são ainda mais tênues 

10

“Tive Covid, e agora?”

Moradora da periferia de São Paulo relata como enfrentou a doença e as dificuldades para voltar ao trabalho