maratona

A falta de água é o alvo do trabalho de Marcia Barbosa

Pesquisadora gaúcha vem falar sobre as possíveis aplicações de seu estudo e sobre a desigualdade de gênero na ciência

26mar2018_17h33
FOTO: ARQUIVO PESSOAL
FOTO: ARQUIVO PESSOAL

A molécula da água tem dezenas de propriedades físicas e químicas únicas que a distinguem de outras substâncias. A física Marcia Barbosa, professora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, dedicou sua carreira ao estudo dessas propriedades, que podem levar ao desenvolvimento de novas tecnologias para combater a escassez desse recurso natural.

Na Maratona Piauí Serrapilheira, Barbosa apresentará suas pesquisas sobre as anomalias da água e discutirá como elas podem contribuir para o combate à seca e ao risco das grandes crises hídricas que ameaçam o planeta.

Barbosa é integrante da Academia Brasileira de Ciências e ao longo da carreira tem recebido diversos prêmios nacionais e internacionais. Entre eles, o Prêmio L’Oréal-Unesco para Mulheres na Ciência, conquistado em 2013 na categoria Ciências Físicas.

Marcia Barbosa tem atuação destacada na luta pela igualdade de gênero na ciência, um dos temas que ela abordará na Maratona. Por seu posicionamento nas questões de gênero ela ganhou em 2009 a Nicholson Medal, concedida pela American Physical Society.

E pelo trabalho realizado junto à pós-graduação, recebeu o Prêmio Anísio Teixeira, concedido pela Capes.

Conheça mais sobre o trabalho da pesquisadora na primeira edição da Maratona Piauí Serrapilheira.

Assinantes piauí, associados ao Instituto Serrapilheira, bolsistas de centros de pesquisa, estudantes e professores pagam meia-entrada.

O ingresso inclui almoço e pode ser parcelado em até 10 vezes no cartão de crédito.

 

Leia também

Relacionadas Últimas

Douglas Galante investiga se pode haver vida fora da Terra

Paulistano é chefe da 'Garatéa', primeira missão brasileira à Lua

Tasso Azevedo falará sobre mudanças climáticas

O engenheiro florestal discutirá a contribuição do Brasil para o aquecimento global e novas tecnologias para o monitoramento ambiental

Antonio Coutinho encerra a programação de encontros entre jornalistas e cientistas

O médico imunologista é um dos cientistas portugueses com maior número de citações na literatura científica

Adriana Alves estuda os vulcões extintos no Brasil

A geóloga falará sobre como a atividade vulcânica pode ter afetado o clima global e as formas de vida em nosso território

A noite mais fria, na capital mais fria

As histórias de quem vive nas ruas geladas de Curitiba  - e por que muitos ainda recusam acolhimento nos abrigos públicos

O limbo brasileiro em Cannes

No maior festival de cinema do mundo, protestos contra Bolsonaro e apreensão com o futuro dos filmes no país

Após o fogo, o remendo

Um dia depois do incêndio em galpão da Cinemateca Brasileira, governo publica chamada aguardada há quase um ano para tentar resolver crise da instituição; proposta inclui até cobrança de taxa para quem quiser guardar filmes no acervo

Foro de Teresina #161: Bolsonaro, o Arenão e suas obras

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Cinemateca Brasileira em chamas

Filmes e documentos foram relegados a abandono criminoso; incêndio de hoje se tornou tragédia anunciada

A farra das emendas pix no Congresso

Deputados e senadores já liberaram mais de 1 bilhão de reais em dinheiro público transferido diretamente para o caixa de estados e municípios, sem finalidade definida nem transparência

‘Bico’ proibido emprega ao menos 47 mil guardas e policiais

Pesquisa inédita revela que 6% dos profissionais da segurança pública admitem trabalhar por fora em segurança privada - o que é barrado por lei

Mais textos