rádio piauí

Foro de Teresina #32: A canetada de Marco Aurélio, o sumiço do Queiroz e a diplomacia de Bolsonaro

Podcast da piauí discute os fatos recentes da política nacional

20dez2018_17h07
A liminar de Marco Aurélio Mello, concedida no apagar das luzes do STF, criou instabilidade política às vésperas da posse do novo governo
A liminar de Marco Aurélio Mello, concedida no apagar das luzes do STF, criou instabilidade política às vésperas da posse do novo governo ILUSTRAÇÃO: PAULA CARDOSO / ISABELA DA SILVEIRA

No último episódio do ano, o Foro de Teresina discute a decisão do ministro do Supremo Marco Aurélio Mello de libertar condenados em segunda instância; o não-depoimento de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro; e os movimentos diplomáticos para a posse do novo governo, no dia 1º de janeiro.

Bloco 1: Uma chicana de Natal
A minutos do recesso do Judiciário, Marco Aurélio Mello determinou a soltura de presos em segunda instância – entre eles o ex-presidente Lula. A decisão foi cassada em poucas horas, mas foi o suficiente para botar fogo no circo político nacional.

Bloco 2: O amigo-oculto
Fabrício Queiroz, o ex-motorista de Flávio Bolsonaro que movimentou mais de 1 milhão de reais, faltou ao depoimento que daria ao Ministério Público nesta quarta-feira. O sumiço já completa duas semanas, piorando as suspeitas no entorno do presidente eleito.

Bloco 3: A diplomacia da posse
O chanceler Ernesto Araújo convidou e desconvidou os representantes da Venezuela e Cuba para a posse de Jair Bolsonaro, mas dará tratamento VIP ao  premiê israelense Benjamin Netanyahu.

>Links citados neste episódio:

A íntegra da liminar concedida pelo ministro do Supremo Marco Aurélio Mello nesta quarta-feira, último dia de trabalho antes do recesso do Judiciário.

A revelação de que sete ex-servidores do gabinete de Flávio Bolsonaro fizeram transferências para Fabrício Queiroz.

A declaração dada por Flávio Bolsonaro esta semana, em que o deputado estadual e senador eleito diz que “quem tem que dar explicação é o meu ex-assessor, não sou eu”.

A lista de partidos e deputados da Assembleia Legislativa do Rio que contam com assessores incluídos no relatório do Coaf.

O roteiro da cerimônia de posse do presidente eleito Jair Bolsonaro, conforme divulgado esta semana pelo Palácio do Planalto.

O tuíte em que o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, afirma que “não há lugar para Maduro numa celebração da democracia e do triunfo da vontade popular brasileira”.

A resposta dada pelo ministro das Relações Exteriores da Venezuela, Jorge Arreaza, também pelo Twitter, mostrando que o convite para a posse de Bolsonaro já havia sido feito pelo Itamaraty.

Em seguida, Arreaza publicou um tuíte com o documento da resposta supostamente enviada pelo governo venezuelano ao Itamaraty, com críticas a Bolsonaro, que é chamado de “expressão da intolerância”.

O tuíte em que Bolsonaro afirma que “regimes que violam as liberdades de seus povos” não estarão presentes em sua cerimônia de posse.

*

>Ficha técnica:
Apresentação: Fernando de Barros e Silva, Malu Gaspar e Consuelo Dieguez
Direção: Mari Faria
Produção: Luiza Miguez, Luigi Mazza e Mari Faria
Edição: Danny Dee
Finalização e mixagem: João Jabace
Música tema: Wânya Sales e Beto Boreno
Identidade visual: João Brizzi
Ilustração: Paula Cardoso
Distribuição: Kellen Moraes e Luigi Mazza
Gravado no estúdio Rastropop
Para falar com a equipe: forodeteresina@revistapiaui.com.br

 

mais rádio piauí

Últimas Mais Lidas

Foro de Teresina #77: Lula solto, crise na Bolívia e o novo partido de Bolsonaro

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Maria Vai Com as Outras #6 – parte II: Trans – Gênero, corpo e trabalho

A advogada Márcia Rocha fala sobre a inserção de pessoas trans no mercado de...

Foro de Teresina #76: O mistério da casa 58, o golpismo bolsonarista e o pacote de Paulo Guedes

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Foro de Teresina #75: Bolsonaro e o porteiro, a esquerda vence na Argentina e o óleo se espalha pelo NE

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Maria Vai Com as Outras #6: Trans – Gênero, corpo e trabalho

O sonoplasta e técnico de som Gustavo Ruggeri fala sobre como foi se descobrir...

Foro de Teresina #74: A disputa pelo PSL, a catimba do STF e a América Latina em convulsão

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Foro de Teresina #73: Autofagia no governo, crise na oposição e o óleo nas praias do Nordeste

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Maria Vai Com as Outras #5: Crime e castigo contra a mulher

Uma socióloga e uma defensora pública falam dos efeitos que a violência tem na...

Foro de Teresina #72: Bolsonaro contra o PSL, o governo contra a imprensa, e o Sínodo pela Amazônia

O podcast de política da piauí comenta os principais fatos da semana

Extra: Foro de Teresina especial no Festival Piauí de Jornalismo

Programa gravado ao vivo em São Paulo já está disponível

Mais textos
1

Trégua negociada atrás das grades

Documento do sistema penitenciário mostra como chefes do tráfico presos em Rondônia disputam à distância o controle da Rocinha

2

Bolsonaro, Marielle e a tempestade no Twitter

Entre os voos para Brasília e a presença do então deputado na Câmara, tempo apertado afasta hipótese de que Bolsonaro estivesse no Rio para receber acusado de matar vereadora  

3

A chicana

Uma floresta contra o autódromo de Crivella e Bolsonaro

4

A vida dos outros e a minha

Memórias de uma estudante brasileira fichada pela Stasi

5

Silêncio na “República de Curitiba”

Com Lula solto, acampamentos de militantes se desfazem, e capital paranaense volta à rotina

6

O estelionatário

O brasileiro que enganou um mafioso italiano, políticos panamenhos e Donald Trump

8

Começo para uma história sem fim

Como uma foto, um porteiro e um livro de registros complicaram ainda mais a investigação do caso Marielle

9

Fragmentos de vida e morte

Os 300 dias de luto e espera das famílias de pessoas engolidas pela lama em Brumadinho

10

Scorsese pede para se explicar

Quem sonha em fazer filmes enfrenta situação brutal, afirma cineasta