rádio piauí

Foro de Teresina #32: A canetada de Marco Aurélio, o sumiço do Queiroz e a diplomacia de Bolsonaro

Podcast da piauí discute os fatos recentes da política nacional

20dez2018_17h07
A liminar de Marco Aurélio Mello, concedida no apagar das luzes do STF, criou instabilidade política às vésperas da posse do novo governo
A liminar de Marco Aurélio Mello, concedida no apagar das luzes do STF, criou instabilidade política às vésperas da posse do novo governo ILUSTRAÇÃO: PAULA CARDOSO / ISABELA DA SILVEIRA

No último episódio do ano, o Foro de Teresina discute a decisão do ministro do Supremo Marco Aurélio Mello de libertar condenados em segunda instância; o não-depoimento de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro; e os movimentos diplomáticos para a posse do novo governo, no dia 1º de janeiro.

Bloco 1: Uma chicana de Natal
A minutos do recesso do Judiciário, Marco Aurélio Mello determinou a soltura de presos em segunda instância – entre eles o ex-presidente Lula. A decisão foi cassada em poucas horas, mas foi o suficiente para botar fogo no circo político nacional.

Bloco 2: O amigo-oculto
Fabrício Queiroz, o ex-motorista de Flávio Bolsonaro que movimentou mais de 1 milhão de reais, faltou ao depoimento que daria ao Ministério Público nesta quarta-feira. O sumiço já completa duas semanas, piorando as suspeitas no entorno do presidente eleito.

Bloco 3: A diplomacia da posse
O chanceler Ernesto Araújo convidou e desconvidou os representantes da Venezuela e Cuba para a posse de Jair Bolsonaro, mas dará tratamento VIP ao  premiê israelense Benjamin Netanyahu.

>Links citados neste episódio:

A íntegra da liminar concedida pelo ministro do Supremo Marco Aurélio Mello nesta quarta-feira, último dia de trabalho antes do recesso do Judiciário.

A revelação de que sete ex-servidores do gabinete de Flávio Bolsonaro fizeram transferências para Fabrício Queiroz.

A declaração dada por Flávio Bolsonaro esta semana, em que o deputado estadual e senador eleito diz que “quem tem que dar explicação é o meu ex-assessor, não sou eu”.

A lista de partidos e deputados da Assembleia Legislativa do Rio que contam com assessores incluídos no relatório do Coaf.

O roteiro da cerimônia de posse do presidente eleito Jair Bolsonaro, conforme divulgado esta semana pelo Palácio do Planalto.

O tuíte em que o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, afirma que “não há lugar para Maduro numa celebração da democracia e do triunfo da vontade popular brasileira”.

A resposta dada pelo ministro das Relações Exteriores da Venezuela, Jorge Arreaza, também pelo Twitter, mostrando que o convite para a posse de Bolsonaro já havia sido feito pelo Itamaraty.

Em seguida, Arreaza publicou um tuíte com o documento da resposta supostamente enviada pelo governo venezuelano ao Itamaraty, com críticas a Bolsonaro, que é chamado de “expressão da intolerância”.

O tuíte em que Bolsonaro afirma que “regimes que violam as liberdades de seus povos” não estarão presentes em sua cerimônia de posse.

*

>Ficha técnica:
Apresentação: Fernando de Barros e Silva, Malu Gaspar e Consuelo Dieguez
Direção: Mari Faria
Produção: Luiza Miguez, Luigi Mazza e Mari Faria
Edição: Danny Dee
Finalização e mixagem: João Jabace
Música tema: Wânya Sales e Beto Boreno
Identidade visual: João Brizzi
Ilustração: Paula Cardoso
Distribuição: Kellen Moraes e Luigi Mazza
Gravado no estúdio Rastropop
Para falar com a equipe: forodeteresina@revistapiaui.com.br

 

mais rádio piauí

Últimas Mais Lidas

A Terra é redonda: Coroa de espinhos

Especialistas discutem quem é o inimigo que está prendendo bilhões em casa e como vamos...

Foro de Teresina #94: A subnotificação do vírus, Bolsonaro acuado e a economia desgovernada

O podcast de política da piauí comenta os principais fatos da semana...

Maria vai com as outras #4: Profissionais do Cristianismo

Uma pastora Batista e uma freira Agostiniana contam sobre rotina, compromissos, sustento e planejamento...

Foro de Teresina #93: O Brasil de quarentena, o isolamento de Bolsonaro e a economia à deriva

O podcast de política da piauí comenta os principais fatos da semana

A Terra é redonda: O fim da picada

O que a mortandade de abelhas tem a ver com a liberação recorde de agrotóxicos?

Foro de Teresina #92: A escalada mortal do vírus, antidepressivo para a economia e o governo mascarado

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Maria Vai Com as Outras #3: O procedimento

No terceiro episódio desta temporada, três mulheres contam como e quando decidiram fazer um aborto

Foro de Teresina #91: A pandemia, a crise econômica e as ameaças de Bolsonaro

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

A Terra é redonda: O mundo dá voltas

Os terraplanistas estão se aproximando do poder: chegou a hora de falar deles

Foro de Teresina #90: O golpismo de Bolsonaro, a polícia política e a Super Terça americana

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Mais textos
2

E se ele for louco?

Suspeitar da sanidade mental de Bolsonaro não permite encurtar caminho para afastá-lo; saída legal é o impeachment

4

Resultado de teste de covid-19, só um mês depois do enterro

Se Brasil repetir padrão chinês, hospitalizações por síndromes respiratórias graves apontam para 80 mil casos no país

6

Não tenho resposta para tudo

A vida de uma médica entre seis hospitais e três filhos durante a pandemia

7

Direito à despedida

As táticas de médicos e famílias para driblar a solidão de pacientes de covid-19 nas UTIs

8

Separados pelo coronavírus

Ao falar contra isolamento, Bolsonaro surpreende até Bannon, favorável à quarentena total; no Brasil, cúpula do Congresso teme autoritarismo e evita confronto direto

9

Onze bilhões de reais e um barril de lágrimas

Luis Stuhlberger, o zero à esquerda que achava que nunca seria alguém, construiu o maior fundo multimercado fora dos Estados Unidos e, no meio da crise, deu mais uma tacada

10

Uma esfinge na Presidência

Bolsonaro precisa do impeachment para fazer sua revolução