Foro de Teresina

#172: Falta comida, sobra apetite

No Foro de Teresina desta semana, Fernando de Barros e Silva, Thais Bilenky e José Roberto de Toledo falam sobre o aumento da pobreza e da fome no Brasil. Analisam a tentativa de Jair Bolsonaro de manter as promessas feitas à bancada evangélica com a aprovação do “terrivelmente evangélico” André Mendonça para o STF. E comentam a insistência do presidente da República e do ministro da Saúde em repetir falácias negacionistas sobre a pandemia no Brasil. Postado em 15 de outubro de 2021.

15 out 2021_12h14

No Foro de Teresina desta semana, Fernando de Barros e Silva, Thais Bilenky e José Roberto de Toledo falam sobre o aumento da pobreza e da fome no Brasil. Analisam a tentativa de Jair Bolsonaro de manter as promessas feitas à bancada evangélica com a aprovação do “terrivelmente evangélico” André Mendonça para o STF. E comentam a insistência do presidente da República e do ministro da Saúde em repetir falácias negacionistas sobre a pandemia no Brasil. 

Bloco 1: Ciclo de empobrecimento
A inflação dos últimos doze meses ultrapassou os 10%, e as consequências sociais do descontrole da economia estão refletidas no aumento da fome no país. Segundo a Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (Rede Penssan), mais de 20 milhões de brasileiros passam 24 horas ou mais sem ter o que comer em alguns dias, e mais da metade da população vive em estado de insegurança alimentar. O presidente atribui a crise aos governadores, e o ministro da Economia, Paulo Guedes, discursa sobre um país próspero que não existe.


Bloco 2: Terrivelmente na geladeira
A indicação do advogado e pastor André Mendonça para a vaga no Supremo Tribunal Federal (STF) segue parada nas mãos do senador Davi Alcolumbre há quase três meses, sem previsão de ser pautada. Diante disso, a investida de líderes evangélicos sobre o Senado causou um embate entre eles e o Centrão – que não quer Mendonça na corte suprema alegando que ele seria lavajatista.

Bloco 3: Transmissão em baixa, negacionismo em alta
A taxa de transmissão do coronavírus no Brasil alcançou nesta semana o menor índice desde abril de 2020, quando começou a ser medida. Segundo especialistas, a queda no número de casos é fruto do avanço da vacinação, que já imunizou completamente mais de 100 milhões de brasileiros. Ainda assim, o presidente Bolsonaro voltou a dizer que não vai se vacinar e questionou a exigência de comprovante de vacinação para entrar em determinados locais. O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, encampa a retórica negacionista que desobriga o uso de máscaras como medida de proteção.

> Links citados neste episódio:

A reportagem da Folha de S.Paulo com o levantamento de que quase 20 milhões de brasileiros passam fome; 

O estudo da Fundação Getulio Vargas mostrando a desigualdade nos impactos da inflação na população; 

A coluna de Bruno Boghossian na Folha de S.Paulo

A pesquisa do DataPoder com a avaliação do governo Bolsonaro entre evangélicos e católicos;

A seção =igualdades do site da piauí que faz um raio X do mercado de offshores. 

O Foro de Teresina tem novos episódios sempre às sextas, a partir das 11 horas. Você encontra o podcast em tocadores como Spotify, Apple Podcasts, Deezer, Google Podcasts, Cast Box e Amazon Music buscando pelo nome do programa, ou pode acessar a página do Foro no site da piauí. Toda semana, lançamos no YouTube o Foro Privilegiado, um teaser com os bastidores de cada episódio.

>Ficha técnica:

Apresentação: Fernando de Barros e Silva, José Roberto de Toledo e Thais Bilenky
Coordenação geral: Paula Scarpin
Direção: Mari Faria
Edição: Evelin Argenta e Tiago Picado
Produção: Marcos Amorozo
Apoio de produção: Claudia Holanda e Marcelle Darrieux
Produção musical, finalização e mixagem: João Jabace
Música tema: Wânya Sales e Beto Boreno
Identidade visual: João Brizzi
Ilustração: Carvall
Teaser (Foro Privilegiado): Mari Faria
Distribuição: Marcos Amorozo
Coordenação digital: Juliana Jaeger
Checagem: João Felipe Carvalho
Para falar com a equipe: forodeteresina@revistapiaui.com.br