Igualdades

Governo Bolsonaro no fogo do Twitter

Luigi Mazza, Amanda Rossi e Renata Buono
16set2019_08h12

Em agosto, as queimadas na Amazônia também incendiaram o Twitter. O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, foi citado mais de 900 mil vezes na rede – tornando-se o terceiro bolsonarista mais mencionado. Paralelamente, as novas mensagens vazadas da Operação Lava Jato puseram Deltan Dallagnol na boca dos tuiteiros. Com 1,5 milhão de citações, o procurador de Curitiba ultrapassou figuras importantes do bolsonarismo. O =igualdades  desta semana mostra a movimentação do governo no Twitter a partir de monitoramento da Diretoria de Análise de Políticas Públicas da Fundação Getulio Vargas (DAPP-FGV).

A divulgação de novas conversas vazadas da Lava Jato voltou as atenções do Twitter para o procurador Deltan Dallagnol. Em agosto, ele foi mencionado 1,5 milhão de vezes na rede social. Com isso, ultrapassou Eduardo Bolsonaro e Ricardo Salles, prata e bronze do bolsonarismo no mês passado. À sua frente, apenas o ministro Sergio Moro, medalha de ouro no Twitter.

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, foi queimado na fogueira do Twitter em agosto, mês em que eclodiu a crise dos incêndios na Amazônia. Foram 903 mil citações, cerca de cinco vezes o que tinha recebido no mês anterior (189 mil).

As queimadas colocaram Ricardo Salles no mesmo patamar de menções do deputado federal Eduardo Bolsonaro. O filho 03 de Bolsonaro é a segunda figura do governo que mais mobiliza o Twitter, com 1 milhão de menções em agosto. Eduardo ainda assoprou o fogo do debate, impulsionando uma hashtag de apoio ao ministro.

Ainda assim, nem Salles nem Eduardo Bolsonaro chegaram perto do patamar do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro. Em agosto, Moro foi citado 3,1 milhões de vezes no Twitter. Para alcançar o ex-juiz, seria preciso somar 2 Eduardos e 1 Salles.

Moro é, de longe, a figura mais popular do governo no Twitter desde fevereiro. Seu auge foi em junho, quando vazaram as primeiras conversas da Operação Lava Jato. Desde então, o ex-juiz está em queda. De 9,3 milhões de citações em junho, caiu para 6,3 milhões em julho e, por fim, 3,1 milhões em agosto.

No ranking do bolsonarismo no Twitter, a deputada federal Carla Zambelli (PSL) é a mulher mais bem colocada. Em agosto, seu nome circulou 886 mil vezes na rede. É um pouco mais que outro tuiteiro ativo do governo, o ministro da Educação, Abraham Weintraub.

Paulo Guedes assumiu a Economia como superministro e foi encolhendo. Pelo menos no Twitter. Em abril, teve 1 milhão de menções na rede social. Em agosto, 351 mil. O ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes teve o dobro de citações que Guedes no mês passado.

A primeira-dama Michelle Bolsonaro foi muito falada nas redes sociais em agosto, devido à divulgação do passado de sua família. Recebeu 274 mil menções no Twitter. Para cada 5 vezes em que Michelle foi lembrada, o vice-presidente, general Hamilton Mourão, foi citado 3 vezes. Mourão vem perdendo importância na rede social desde o começo do ano.

Fonte: Diretoria de Análise de Políticas Públicas (DAPP) da Fundação Getulio Vargas.

Dados abertos: O documento que serviu de base para a reportagem pode ser acessado aqui.

Luigi Mazza (siga @LuigiMazzza no Twitter)

Repórter da piauí e produtor da rádio piauí

Amanda Rossi

Jornalista, trabalhou na BBC, TV Globo e Estadão, e é autora do livro Moçambique, o Brasil é aqui

Renata Buono (siga @revistapiaui no Twitter)

Renata Buono é designer e diretora do estúdio BuonoDisegno

leia mais

Últimas Mais Lidas

The world without the Amazon

A climate model predicts the effects of turning the forest into cattle pastures: 25% less rain in Brazil and higher temperatures, with “catastrophic” consequences for agriculture and energy production

Six conclusions about a model of the world without the Amazon

The price that Brazil and the world will pay if the forest continues to be cut down so that livestock can graze

Vazamento de óleo avança, plano de controle patina

Manchas se aproximam dos corais de Abrolhos; especialistas cobram do governo federal transparência em uso de programa para conter derrames de óleo

Ascensão e queda de um ex-Van Gogh

Tela do Masp atribuída ao pintor holandês tem autoria revista e inspira debate sobre valor artístico

Um bicheiro no centro do poder

A rede de assassinatos, amizades e dinheiro que cerca Jamil Name no Mato Grosso do Sul

Seis conclusões sobre o modelo do mundo sem a Amazônia 

O preço que o Brasil e o mundo pagarão caso a floresta continue a ser derrubada para dar lugar à pecuária

O mundo sem a Amazônia

Modelo climático prevê efeitos da conversão da floresta em pasto: diminuição de 25% das chuvas no Brasil e aumento da temperatura, com prejuízo "catastrófico" para agricultura e produção de energia

Foro de Teresina #73: Autofagia no governo, crise na oposição e o óleo nas praias do Nordeste

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Domingo – um dia especial

Filme paga preço alto ao ser lançado agora, quando expectativa de “nova era” se mostrou ilusória

O novo Posto Ipiranga

Ex-capitão do Exército transformado em ministro da Infraestrutura cresce no Twitter e na agenda positiva do governo Bolsonaro 

Mais textos
1

Brasil mais longe da Europa

“Efeito Bolsonaro” afasta turistas europeus e prejudica negócios

2

Um bicheiro no centro do poder

A rede de assassinatos, amizades e dinheiro que cerca Jamil Name no Mato Grosso do Sul

3

Fala grossa e salto fino

As façanhas de Joice Hasselmann, do rádio ao Congresso

4

O mundo sem a Amazônia

Modelo climático prevê efeitos da conversão da floresta em pasto: diminuição de 25% das chuvas no Brasil e aumento da temperatura, com prejuízo "catastrófico" para agricultura e produção de energia

5

O novo Posto Ipiranga

Ex-capitão do Exército transformado em ministro da Infraestrutura cresce no Twitter e na agenda positiva do governo Bolsonaro 

7

Mitificação de Eduardo, demonização da esquerda

Em evento bolsonarista, filho do presidente e ministros apresentam rivais como mal radical, em sintoma da deterioração democrática no país

10

Foro de Teresina #73: Autofagia no governo, crise na oposição e o óleo nas praias do Nordeste

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana