=igualdades

Guerra às drogas: RJ e SP gastaram em 2017 o valor de um ano de auxílio emergencial para 728 mil famílias

Hellen Guimarães e Renata Buono
29mar2021_07h00

Juntos, Rio de Janeiro e São Paulo gastaram R$ 5,2 bilhões na guerra às drogas em 2017. O valor empregado pelos dois estados seria suficiente para manter uma renda básica para quase um milhão de famílias mais pobres durante um ano. O cálculo considera o valor de R$ 600 mensais. 

O R$ 1 bilhão empregado pelo governo fluminense poderia bancar a renda básica para 145 mil lares. Já os R$ 4,2 bilhões aplicados pelos paulistas seriam suficientes para sustentar o auxílio a 583 mil, totalizando 728 mil beneficiários. 

Fonte: Centro de Estudos de Segurança e Cidadania (Cesec)/Universidade Cândido Mendes (Ucam)



Hellen Guimarães

Repórter da piauí. Trabalhou em O Globo, Extra, Época e Agência Lupa

Renata Buono (siga @revistapiaui no Twitter)

Renata Buono é designer e diretora do estúdio BuonoDisegno

Leia também

Últimas

Descontrole total

Documentário mostra como Trump desdenhou da Covid – inspiração seguida pelo ocupante do Planalto

Covid rouba dois anos da expectativa de vida dos brasileiros

Mortalidade associada à doença diminui esperança de vida de 77 para 75 anos; Rio e Porto Alegre registraram mais mortes que nascimentos em 2020

Desenvolver vacina no Brasil é dose

Além do coronavírus, cientista batalha contra negacionismo, orçamento curto, burocracia e exaustão

Memória de uma dor sem fim

Mãe da menina Isabella Nardoni, assassinada em 2008, troca mensagens de apoio com o pai do menino Henry Borel

“Queremos testar medicamento contra Covid no Brasil”

Brasileiro reproduz em laboratório de universidade americana anticorpos que combatem coronavírus

Mais textos