The Piauí Herald The Piauí Herald

Por Roberto Kaz e Afonso Cappellaro (sob a supervisão do jornalista Olegário Ribamar)

Exclusivo: carta de Bolsonaro em defesa da Amazônia e dos indígenas foi escrita por Leda Nagle

19abr2021_18h18
Leda Nagle também ficou incrédula ao saber pelo Twitter que em 2022 Lula pode cometer um atentado a voto contra Bolsonaro
Leda Nagle também ficou incrédula ao saber pelo Twitter que em 2022 Lula pode cometer um atentado a voto contra Bolsonaro Foto: Divulgação/Isac Nóbrega/PR

COM CENSURA – “Como assim o presidente Jair não gosta de índio? Como assim ele não defende a Amazônia?”, perguntou, incrédula, a jornalista (sic) Leda Nagle, ghost writer da carta de sete páginas enviada na semana passada por Jair Bolsonaro ao presidente americano Joe Biden. Na carta, escrita por razão da cúpula do clima, Bolsonaro promete se esforçar para acabar com o desmatamento ilegal no Brasil até 2030. Além disso, se diz interessado em “ouvir as entidades do terceiro setor, indígenas, comunidades tradicionais e todos aqueles que estejam dispostos a contribuir para um debate construtivo”.

“Eu pensei em pedir pro Ricardo Salles escrever a carta, mas ia ser muita maldade com o menino. Até tortura tem limite”, explicou Bolsonaro. “Aí pensei em pedir pro Ernesto Araújo, já que ele obedece tudo que eu mando. Mas aí lembrei que ele nem é ministro mais. A solução foi mandar um áudio pro WhatsApp da Leda Nagle.”

Bolsonaro revelou que Leda ainda quis aproveitar a carta para alertar o presidente americano sobre os riscos do kit-gay, do Supremo Tribunal Federal, do comunismo de João Doria e da mamadeira de piroca. “Ela também queria falar sobre a corrupção do Centrão, mas aí precisei explicar que essa parte não é mais assim”, contou Bolsonaro.



Arquivo
  • 2021
  • 2020
  • 2019
  • 2018
  • 2017
  • 2016
  • 2015
  • 2014
  • 2013
  • 2012
  • 2011
  • 2010
  • 2009
O The piauí Herald não é uma seção noticiosa, mas exclusivamente de humor, com sátiras da realidade política do Brasil.