rádio piauí

Retrato Narrado #2: Indisciplina militar

Palmito vira Cavalão: a transformação do jovem Jair em capitão do Exército 

07out2020_00h37

    No segundo episódio da série Retrato Narrado, a jornalista Carol Pires destrincha a vida militar de Jair Bolsonaro. Conta como ele passou do apelido de “palmito”, devido às canelas finas e brancas, para o de “cavalão”, mas que isso não foi suficiente para garantir uma trajetória brilhante nas Forças Armadas. Por conta do desempenho abaixo da média na sala de aula, Bolsonaro cogitou deixar o Exército. Foi  impedido pelo pai, Percy Geraldo Bolsonaro, com o aviso de vou te quebrar todinho”, caso acontecesse.   

Nessa investigação, Carol Pires passa pela Academia Militar das Agulhas Negras, em Resende, no Sul do estado do Rio, onde Bolsonaro se formou cadete. Ela ressalta como foi fundamental para a sua formação o fato de ter tido como instrutores militares que perseguiram integrantes da Guerrilha do Araguaia. Com eles, o futuro presidente aprendeu a identificar seus “inimigos”. 

Dessa fase da trajetória de Bolsonaro na Academia Militar, Carol Pires também dá destaque ao ingresso na equipe dos paraquedistas. Segundo Maurício Santoro, doutor em ciência política que montou o curso de relações internacionais do Exército, ser um “PQD” teria moldado a personalidade do atual presidente. “Existe uma ideia de que eles [os paraquedistas] são a elite do Exército, de que são uma categoria especial, de que estão prontos pra tudo”, descreve Santoro.  

Esse período da vida de Bolsonaro também explica a nomeação de determinados militares para cargos importantes do Executivo, formando o governo com mais militares em posições de liderança desde o fim da ditadura. Um exemplo é o atual chefe do Gabinete de Segurança Institucional, o general Augusto Heleno, que foi um dos professores de Bolsonaro na Academia.  

Além de estabelecer elos entre o cadete e o presidente, o episódio também acompanha o caminho traçado por Bolsonaro: do jovem que se encanta pelas Forças Armadas durante a caça ao ex-capitão do Exército Carlos Lamarca, um militar insubordinado, até se tornar ele mesmo um militar insubordinado. 

E, ao lidar com as consequências dessa insubordinação, Bolsonaro usa uma estratégia que se tornaria recorrente em sua vida política: desacreditar e desqualificar o trabalho de jornalistas, especialmente mulheres.

Ouça aqui: 

Retrato Narrado é uma série original do Spotify e da revista piauí, produzida pela Rádio Novelo.
Reportagem, roteiro e apresentação: Carol Pires
Direção: Paula Scarpin e Flora Thomson-DeVeaux
Montagem: Jordana Berg com assistência de Victoria Zanardi
Música original: Pedro Leal David
Produção: Aline Scudeller e Claudia Nogarotto 
Captação de som direto: Pedro Faria  
Mixagem: João Jabace
Checagem: Érico Melo e Marcella Ramos
Promoção e conteúdo extra: Mari Faria 



Leia também

Últimas Mais Lidas

Erros em série e 250 mil mortes

Sem plano eficaz de imunização, dinheiro das vacinas paga até gasto sigiloso com operação de inteligência do Exército; governo financia campanha de tratamento precoce e mantém no ar manual para uso de cloroquina

No rastro do doleiro dos doleiros

Inquérito investiga como Dario Messer movimentou mais de 100 milhões de dólares em contas no Banco Safra no exterior - e se banco violou regras contra lavagem de dinheiro

Mais partido do que novo

De olho em 2022, Amoêdo abre oposição tardia a Bolsonaro, e Novo racha antes de crescer

A era do testemunho e o impeachment

Julgamento de Trump ignorou imagens e relatos dos acontecimentos

Cada crime no seu quadrado

Áreas de milícia no Rio concentram ocorrências ligadas ao "controle" da população; mortes por intervenção policial e crimes envolvendo drogas são mais frequentes em regiões de tráfico

O jogo do prende-e-solta

Como o doleiro Chaaya Moghrabi escapou três vezes da prisão

Mais textos
1

A metástase

O assassinato de Marielle Franco e o avanço das milícias no Rio

3

Onze bilhões de reais e um barril de lágrimas

Luis Stuhlberger, o zero à esquerda que achava que nunca seria alguém, construiu o maior fundo multimercado fora dos Estados Unidos e, no meio da crise, deu mais uma tacada

5

A Copa industrializada

Revendo algumas imagens, graças ao santo youtube, é fácil notar que a Copa de 66, na Inglaterra, teve um jeitão todo inglês. A de 70, no México, foi mexicana até o último burrito. O raciocínio parece óbvio, mas ele melhora se pegarmos as copas disputadas neste século: todas foram iguais, sem qualquer sabor local. Por incrível que pareça, conseguiram fazer uma Copa na África idêntica a uma Copa na Alemanha. A Fifa acha isso bom. Eu acho péssimo.

6

Touchdowns no ABC

A batalha de São Bernardo Cougars contra Sorocaba Vipers

7

Princesa Kate: “Edison Lobão foi minha desgraça.” 

PALÁCIO DE BUCKINGHAM – Aos prantos, três horas após aceitar como seu legítimo esposo William Arthur Philip Louis, duque de Cambridge, segundo na linha de sucessão ao trono britânico, Kate Middleton confessou ao pai: “Amo Edison Lobão.” A notícia, não confirmada pela Casa de Windsor, causou perplexidade no Reino Unido e já é considerada a pior crise da monarquia desde a renúncia de Eduardo VIII, em 1936.

8

Furo: a exemplo de falso fotógrafo exposto pela BBC, famoso blogueiro também copiava textos

A história era de grudar os olhos na tela: um blogueiro brasileiro se lançara às principais zonas de guerra do Brasil, entre elas Brasília, São Bernardo do Campo, Guarujá e Atibaia, para registrar o sofrimento humano

10

Chico Buarque é visto vendendo miçanga na praia para sobreviver

LEBLON - O fim do Ministério da Cultura fez com que artistas consagrados finalmente começassem a trabalhar.