rádio piauí

Maria vai com as outras #5: As programadoras

A coordenadora de uma organização para inovação e diversidade e uma executiva e cientista da computação falam sobre mulheres e algoritmos

13abr2020_05h00
Silvana e Marcia, pelo traço do ilustrador Caio Borges
Silvana e Marcia, pelo traço do ilustrador Caio Borges

Pense nas personalidades, nas cabeças por trás das tecnologias que organizam nossas vidas, que garantem nossa produtividade, que promovem nossa comunicação à distância. Agora responda: quantas dessas são mulheres? A predominância masculina no mundo da tecnologia dá a falsa impressão de que a habilidade de interpretar dados, programar sistemas, criar softwares é questão de gênero.  

Uma leitura facilmente derrubada ao conhecermos o trabalho de Silvana Bahia, diretora do Olabi, organização social com foco em inovação, tecnologia e diversidade, de onde ela também coordena o PretaLab; e ao ouvirmos sobre a carreira da Marcia Asano, que ocupa os cargos de COO e DPO (diretora de operações e Data Protection Officer ) no setor de análise de dados de uma multinacional. 

No quinto episódio desta temporada vocês vão ouvir mulheres que sabem tudo sobre algoritmos. Só uma observação: a conversa com Marcia foi gravada faz algum tempo, em estúdio; o papo com Silvana aconteceu dentro das limitações impostas pela quarentena. 

Bloco 1: (01:23)
Silvana Bahia é mais conhecida como Sil. Apesar do que sugere seu sobrenome, ela é carioca e conversou com o MVCO da casa onde está vivendo com a mãe durante a quarentena, no Rio de Janeiro. Todo trabalho acadêmico e de prestação de serviço da Sil é dedicado ao trio inovação, tecnologia e diversidade, sendo a organização social Olabi o carro chefe de onde ela dirige o PretaLab, que faz levantamentos e projetos de inserção de profissionais negras nesse setor. 



Bloco 2: (16:17)
Marcia é matemática de formação, o que fez com que ela se acostumasse a ser, senão a única, uma das poucas mulheres da turma. Hoje ela tenta compensar essa conta como executiva da WAVY Global, empresa de Customer Experience do Grupo Movile – uma empresa que cria maneiras de clientes falarem com grandes marcas por meio de plataformas digitais, sites e aplicativos. E sob seu comando como cientista de dados estão outras profissionais mulheres.  

> Citações no episódio:

Aqui a página do Olabi, dirigido pela Sil Bahia. E nela as informações sobre o PretaLab.  

Ouça os episódios extras do #marianaquarentena.

Para ouvir outros episódios, vá até a página do Maria.

*

Siga o Maria nas redes. Temos um perfil no Instagram e no Twitter, além de um grupo fechado para ouvintes no Facebook. Se quiser escrever para a produção do programa, mande um e-mail para: mariavaicomasoutras@revistapiaui.com.br.

O podcast é uma produção da Rádio Novelo para a revista piauí.

Ficha técnica:
Apresentação: Branca Vianna
Coordenação geral: Paula Scarpin
Produção: Mari Faria
Edição: Claudia Holanda
Finalização e mixagem: João Jabace
Redes sociais: Ana Beatriz Ribeiro
Vídeos: Desiré Taconi
Coordenação digital: Juliana Jaeger e Kellen Moraes
Identidade visual: Cecilia Marra, Caio Borges e Paula Cardoso
Distribuição: Yasmin Santos
Engenheiro de som: Danny Dee
Gravado no Estúdio Rastro

mais rádio piauí

Últimas Mais Lidas

Foro de Teresina #112: A metamorfose de Bolsonaro

podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Foro de Teresina #111: A república rachada de Bolsonaro

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana...

Foro de Teresina #110: Bolsonaro e o partido da boquinha

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Foro de Teresina #109: Bolsonaro, os militares e o rebanho

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

A Terra é redonda: Depois da pandemia

Especialistas discutem como ficam a saúde mental, a luta contra o racismo, a vigilância e...

Foro de Teresina #107: As guerras surdas de Bolsonaro

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

A Terra é redonda: Enigma submarino

Poluição, aquecimento global e pesca exagerada ameaçam riquezas oceânicas que mal conhecemos

Foro de Teresina #106: O presidente acuado

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Foro de Teresina #105: Espremendo Bolsonaro

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Mais textos
3

Por que as crianças gostam de Valtidisnei

De como me perdi de minha família ao ver Pinocchio, fui parar num reformatório, e a reencontrei numa sessão de Bambi

4

Carbonos do pop

Falsos gringos e indústria cover no lado B da canção brasileira

6

A baleia branca de Rodolfo Landim

O ex-executivo de Eike Batista julga ser responsável por parte considerável do sucesso empresarial do homem mais rico do Brasil. Agora, com a obstinação de quem não gosta de perder nem pelada, parte para buscar o que considera seu

7

A morte e a morte do Capitão América

Baudrillard, o franco-atirador da teoria de que tudo é ilusão, mandou o Capitão América desta para a pior

9

Para voltar à mídia, Aécio Neves adota 12 beagles

POSTO 12 - Escanteado do debate sucessório depois da polarização entre Dilma Rousseff e Marina Silva, Aécio Neves resolveu adotar 12 beagles resgatados do Instituto Royal. "Um partido que tem um tucano como símbolo é o verdadeiro defensor dos povos das florestas e dos bichos fofinhos", explicou Aécio, com um dos animaizinhos no colo, assegurando-se de que todos os beagles que levou para casa são fêmeas.

10

Por que i-piauí Herald não reproduz rumores sobre a vida privada de autoridades

Há alguns dias, correm rumores (sinistros e espantosos) sobre a vida privada de determinadas autoridades da República. Apesar de não ter nenhuma base material tangível, tais rumores foram reproduzidos por numerosos órgãos de imprensa estrangeiros, notadamente do Paraguai, do Togo e de Burkina Fasso. Foi o que bastou, infelizmente, para que publicações da auto-cognominada “grande imprensa”, insensatamente, repetissem o zunzunzum.