rádio piauí

Maria vai com as outras #6: O bicho que sangra todo mês e não morre

Uma anestesiologista e uma consultora de recursos humanos falam de como o ciclo menstrual é tratado nos seus ambientes de trabalho

08abr2019_05h00
As convidadas Ana e Eliza, pelo traço do ilustrador Caio Borges
As convidadas Ana e Eliza, pelo traço do ilustrador Caio Borges

Segundo a biologia, o ciclo menstrual de uma mulher garante que todo mês, da menarca à menopausa, seu corpo esteja pronto para gerar uma criança. Mas, no mercado de trabalho as variações hormonais desse período e o que elas provocam no corpo da mulher podem servir para desmerecer o seu trabalho e até mesmo punir a funcionária.

Numa discussão profissional, por exemplo, há quem desqualifique a opinião legítima de uma mulher atribuindo-a a um sintoma da TPM, a tensão pré-menstrual. Há ainda os chefes e colegas que são solidários à dor física ou desconforto de um funcionário, a menos que seja provocado pela menstruação. Neste caso é exagero, chilique, frescura.

Por isso, neste sexto episódio do Maria Vai Com as Outras, Branca conversa com a anestesiologista Ana Fujita e com a consultora de recursos humanos Eliza Sarrico sobre o tabu que é a mulher sangrar todo mês e continuar trabalhando.

Bloco 1
Ana Fujita é anestesiologista pediátrica e conta como sangue em hospital é algo corriqueiro, mas só se não for sangue menstrual, especialmente o sangue menstrual das médicas.



Na entrevista, ela fala sobre uma lenda que corria na faculdade de medicina: uma grande profissional da área, mulher excepcional e de grande sucesso como cirurgiã, só teria tido o sucesso que teve porque retirou o útero no início da carreira e assim não sofreria com “essas coisas de menina”.

Bloco 2
Eliza Sarrico presta consultoria de recursos humanos para empresas, mas ao longo da carreira trabalhou como profissional de RH em indústrias que empregavam muitas mulheres. Segundo ela, quando a menstruação não era um tabu, era um problema. E isso não só entre chefes homens e funcionárias mulheres, mas entre colegas de trabalho também.

Mesmo que as mulheres tenham que lidar com a menstruação todo mês, é como se precisassem fazer isso sem que ninguém perceba. E, caso não consigam, pagarão o preço, muitas vezes literalmente, com descontos de salário.

Maria vai com as outras tem um grupo de debate no Facebook. Clique aqui para participar. Estamos também no Twitter. Siga nosso perfil neste link.

O programa vai ao ar quinzenalmente às segundas-feiras pela manhã. Para ouvir a primeira temporada, acesse a página do podcast. O Maria também está disponível em tocadores como o Spotify Apple Podcasts.

*

Ficha técnica:
Apresentação: Branca Vianna
Direção: Paula Scarpin
Produção: Mari Faria
Edição: Mari Romano
Finalização e mixagem: João Jabace
Coordenação digital: Kellen Moraes
Identidade visual: Cecilia Marra, Caio Borges e Paula Cardoso
Distribuição: Yasmin Santos, Ana Carolina Santos e Luigi Mazza
Transcrição: Isabel Scorza
Engenheiro de som: Danny Dee
Gravado no estúdio Rastro e no estúdio da Rádio Batuta

mais rádio piauí

Últimas Mais Lidas

Praia dos Ossos: segundo episódio já está disponível

Podcast original da Rádio Novelo é publicado aos sábados

Foro de Teresina #118: O presidente no meio do fogo

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Foro de Teresina #117: A inflação de Bolsonaro

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Foro de Teresina #116: Bolsonaro e as vacinas

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Foro de Teresina #115: Um presidente chapa quente

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Foro de Teresina #114: A Bolso Família

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Foro de Teresina #113: Bolsonaro fura o teto

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Foro de Teresina #112: A metamorfose de Bolsonaro

podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Foro de Teresina #111: A república rachada de Bolsonaro

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana...

Foro de Teresina #110: Bolsonaro e o partido da boquinha

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Mais textos
1

R$ 0,46 no tanque dos outros

Agora, caminhoneiros grevistas usam WhatsApp para defender queda da gasolina, de Temer e da democracia

2

A vida e a morte de uma voz inconformada

Os últimos momentos de Marielle Franco, a vereadora do PSOL executada no meio da rua no Rio de Janeiro sob intervenção

4

Ray Kurzweil e o mundo que nos espera

Uma entrevista com o inventor e futurólogo americano

5

Qu4tro figuras (e mais 2)

Agora só tem o Homem de Ferro em Blu-ray, a privada virou "poltrono", a moça penteia o bigode e Stálin está no armário

6

Juízes vão ganhar auxílio-greve

“Você já viu o preço de um megafone hoje em dia? Sabe quanto custa mandar fazer faixas, camiseta, alugar carro de som?” Com essas palavras o ministro Luiz Fux justificou a aprovação do auxílio-greve para juízes federais que farão parte da mobilização que tenta barrar o fim do auxílio-moradia aos magistrados

7

Pero sin perder la broma

A revista que inferniza a monarquia espanhola se adapta aos tempos de crise

10

Chiclete com Banana adere à gourmetização e muda nome para Shitake com Macadâmia

AMARALINA - Em reformulação desde a saída do vocalista Bell Marques, o grupo Chiclete com Banana resolveu dar uma guinada radical para se adequar aos novos tempos. "Se você é diferenciado / Vem dançar ao som do berimbau goumertizado / Se Caetano estacionou o carro no Leblon / Eu brindo a vida com Paleta e Chandon", cantarolou o novo vocalista da banda, João Doria Junior.