rádio piauí

Maria Vai Com as Outras #6 – parte II: Trans – Gênero, corpo e trabalho

A advogada Márcia Rocha fala sobre a inserção de pessoas trans no mercado de trabalho formal

11nov2019_05h00
Márcia Rocha pelo traço de Caio Borges
Márcia Rocha pelo traço de Caio Borges

Márcia Rocha é empresária, advogada da Comissão Especial da Diversidade Sexual da OAB, de São Paulo, integrante do Comitê de Direitos Sexuais da World Association for Sexual Health, e uma das fundadoras do portal Transempregos que, além de organizar um banco de currículos de pessoas trans, trabalha junto a empresas que querem ter um quadro de funcionários mais inclusivo. Tudo isso se soma ainda a diversas palestras para as quais ela é chamada para falar da própria história, da legislação que contempla pessoas trans e das carreiras de outros profissionais transgêneros. E foi antes de viajar para uma dessas palestras que ela conversou com Branca Vianna sobre identidade de gênero, tema que abordamos na primeira parte do episódio #6 desta temporada.

A advogada brinca que sua jornada é quíntupla, já que ela comanda quatro empresas diferentes – cinco contando com o Transempregos – além de advogar e integrar comissões que defendem os direitos das pessoas trans. Sendo uma mulher trans, ela diz que essa carreira de sucesso só existe porque boa parte foi construída antes que ela assumisse essa identidade, já que a transição definitiva de gênero só começou quando ela tinha 39 anos. E é por reconhecer a força que o preconceito e a desinformação têm para esmagar potenciais profissionais que ela se dedica com tanto afinco à inclusão e inserção dos profissionais transgêneros nas empresas. 

Links citados no episódio:

Portal Transempregos



Os livros Mulher Alfa e Vidas Trans: A Coragem de Existir contam um pouco da vida de Márcia Rocha. 

A primeira parte do episódio “Trans – Gênero, corpo e trabalho”, com a entrevista do sonoplasta Gustavo Ruggeri pode ser ouvida aqui

*

Esta é a terceira temporada do podcast Maria Vai Com as Outras, dedicada a discutir grandes temas que afetam a vida profissional das mulheres. Novos episódios são publicados quinzenalmente, às segundas, a partir das 5h, em todos os aplicativos de podcasts e aqui no site da piauí.

Para ouvir programas anteriores, acesse a página do Maria.

Siga o Maria nas redes. Temos um perfil no Instagram e no Twitter, além de um grupo fechado para ouvintes no Facebook. Se quiser escrever para a produção do programa, mande um e-mail para: mariavaicomasoutras@revistapiaui.com.br.

O podcast é uma produção da Rádio Novelo para a revista piauí.

Ficha técnica:
Apresentação: Branca Vianna
Direção: Paula Scarpin
Produção: Mari Faria
Edição: Evelin Argenta e Mari Romano
Finalização e mixagem: João Jabace
Redes sociais: Ana Beatriz Ribeiro
Vídeos: Desiré Taconi
Coordenação digital: Kellen Moraes
Identidade visual: Cecilia Marra, Caio Borges e Paula Cardoso
Distribuição: Ana Carolina Santos, Julia Sena, Luigi Mazza e Yasmin Santos
Engenheiro de som: Danny Dee
Gravado no Estúdio Rastro

mais rádio piauí

Últimas Mais Lidas

Foro de Teresina #134: Sem vacina, sem Trump, sem nada

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Foro de Teresina #133: Pouca vacina, muita lambança

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Sem sintoma, com Covid-19

Estudo descobre que os 29% de casos sem nenhum sintoma de Covid-19 têm a mesma...

Foro de Teresina #132: Presidente mimimi

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

E a vacina, quando vem?

Fernando Reinach explica por que demora um ano e meio para testar uma vacina (como...

Foro de Teresina #131: Para que essa ansiedade?

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Máscara reduz seu risco e o do outro

Usar máscaras cirúrgicas reduz à metade perigo de contaminação; se o contaminado usar, probabilidade fica...

Foro de Teresina #130: À deriva, sem vacina

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Foro de Teresina #129: O Brasil na rabeira

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Dose errada é a certa?

AstraZeneca diz que dose menor de sua vacina contra o Sars-CoV-2 aumentou, sem querer, eficácia...

Mais textos
1

Natasha

Presente raro: a experiência metafísica e visionária de uma donzela russa, num conto que permaneceu guardado na Biblioteca do Congresso americano até o início deste ano, 31 anos após a morte do autor

2

Pontes e perdas – carta do leitor

O engenheiro civil Ubirajara Ferreira da Silva, “autor do projeto básico da ponte Forte-Redinha”, em Natal, escreve dizendo-se surpreso com os comentários feitos no post publicado semana passada. Transcrevo a seguir a carta recebida, na qual o missivista explica as razões técnicas que levaram a ponte a ser construída na foz do rio Potenji, e reconhece a ocorrência indicada de “retenções de trânsito que afligem a população, sobretudo nas horas de pico”:

3

Planos de candidatos para alfabetizar adultos são vagos

País não cumpre meta acertada com a Unesco e analfabetos são 11,5 milhões – e 4,4% dos 147 milhões de eleitores

4

“Snowden foi um herói de nosso tempo”

A pedido de piauí, o historiador Perry Anderson – autor do artigo A pátria americana, publicado nesta edição de outubro – enviou os seguintes comentários a respeito das recentes revelações sobre a espionagem cibernética dos Estados Unidos.

“O fato de nenhum país ocidental ter ousado dar asilo a Snowden diz muito sobre a realidade da Pax Americana”

5

Sinfonia para os sem-orquestra

Uma Heróica sob medida para instrumentistas espalhados pelo mundo inteiro

9

Lula se oferece para suceder Mandela

COSTA DO SAUÍPE – Profundamente abatido com o falecimento de Nelson Mandela, Lula convocou a imprensa para anunciar que está preparado para preencher a lacuna deixada pelo líder sul-africano. "O companheiro Mandela fez muita coisa boa, disso ninguém duvida. Não lhe coube, contudo, vencer a inflação, estabilizar a economia, transpor as águas do São Francisco, criar o Bolsa Família, lutar contra a pobreza, tourear a mídia burguesa, estabelecer cotas nas universidades, descobrir o Pré-Sal e difundir o Luz Para Todos”, disse. “Diante disto, ponho-me à disposição da Humanidade para sucedê-lo", concluiu, já posando para a estátua.

10

Ricardo Aronovich & Eduardo Coutinho

A foto de Eduardo Coutinho publicada na piauí 82, deste mês, foi feita por Ricardo Aronovich, o que explica a qualidade excepcional do registro.

Não tendo sido possível identificar a autoria a tempo, porém, a revista saiu sem o devido crédito, e só hoje, graças à suspeita levantada pelo próprio Coutinho ao ver a foto impressa, chegou a confirmação por e-mail do Aronovich de que a foto é mesmo dele.