rádio piauí

Maria vai com as outras #6: Vida no campo

Uma fazendeira do interior de São Paulo e uma agricultora de orgânicos no Sul da Bahia falam sobre o trabalho no campo

27abr2020_05h00

Teresa Vendramini, ou Teka, e Eliana de Souza Oliveira, ou Nana, vivem, em proporções bem diferentes, da agricultura no Brasil.  

Nana concilia o trabalho numa fábrica de chocolates com o cultivo e  venda de hortaliças e bananas, tudo orgânico, na região do Barrocão, município de Uruçuca, Sul da Bahia. 

Teka é pecuarista, neta e filha de pecuaristas, na região de Flórida Paulista, interior de São Paulo, e acaba acaba de ser eleita a primeira mulher presidente da centenária Sociedade Rural Brasileira. 

Cada qual em seu hectare conta sobre como é ter sua força de trabalho feminina dedicada ao agronegócio brasileiro. 



Para conversar com Nana, Branca foi até a casa dela, em janeiro deste ano. Já Teka falou com o podcast à distância, da sua fazenda, durante a quarentena forçada pela pandemia.

Bloco 1 (01:53)
A sogra de Nana de Oliveira era quem já trabalhava “com horta”, como ela mesma diz. Depois de casar, aos 15 anos, Nana passou a integrar essa família e a trabalhar também no cultivo de bananas e hortaliças. Hoje, aos 25, é mãe de três crianças que vão à escola. Ela terminou o ciclo básico, mas diz que na região o mais comum é que as mulheres não tenham estudado. Como a tradição da região é que as mulheres cuidem das hortas, elas criaram uma associação de cultivadoras mulheres na região do Barrocão, onde vive.   

Bloco 2 (18:57)
Formada em sociologia e política, Teka Vendramini fez o caminho esperado por mulheres de uma família que vivia da pecuária: longe dos cultivos. Mas, mesmo tendo dois irmãos homens, conduziu a vida de uma maneira que, depois de comprar alguns touros de um criador conhecido, aprendeu sobre a criação de gado até se tornar a primeira mulher à frente do negócio da família e, recentemente, a primeira presidente da Sociedade Rural Brasileira.

*

Ouça os episódios extras do #marianaquarentena.
Para ouvir outros episódios, vá até a página do Maria.

*

Siga o Maria nas redes. Temos um perfil no Instagram e no Twitter, além de um grupo fechado para ouvintes no Facebook. Se quiser escrever para a produção do programa, mande um e-mail para: mariavaicomasoutras@revistapiaui.com.br

O podcast é uma produção da Rádio Novelo para a revista piauí.

Ficha técnica:
Apresentação: Branca Vianna
Coordenação geral: Paula Scarpin
Produção: Mari Faria
Edição: Claudia Holanda
Finalização e mixagem: João Jabace
Redes sociais: Ana Beatriz Ribeiro
Vídeos: Mateus Coutinho
Coordenação digital: Juliana Jaeger e Kellen Moraes
Identidade visual: Cecilia Marra, Caio Borges e Paula Cardoso
Distribuição: Yasmin Santos

mais rádio piauí

Últimas Mais Lidas

Foro de Teresina #134: Sem vacina, sem Trump, sem nada

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Foro de Teresina #133: Pouca vacina, muita lambança

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Sem sintoma, com Covid-19

Estudo descobre que os 29% de casos sem nenhum sintoma de Covid-19 têm a mesma...

Foro de Teresina #132: Presidente mimimi

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

E a vacina, quando vem?

Fernando Reinach explica por que demora um ano e meio para testar uma vacina (como...

Foro de Teresina #131: Para que essa ansiedade?

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Máscara reduz seu risco e o do outro

Usar máscaras cirúrgicas reduz à metade perigo de contaminação; se o contaminado usar, probabilidade fica...

Foro de Teresina #130: À deriva, sem vacina

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Foro de Teresina #129: O Brasil na rabeira

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Dose errada é a certa?

AstraZeneca diz que dose menor de sua vacina contra o Sars-CoV-2 aumentou, sem querer, eficácia...

Mais textos
1

121

2

Natasha

Presente raro: a experiência metafísica e visionária de uma donzela russa, num conto que permaneceu guardado na Biblioteca do Congresso americano até o início deste ano, 31 anos após a morte do autor

5

O lobby da capivara

Como nasce um emoji

6

Ceci n’est pas une poire

Um retratista da polícia insiste em trabalhar com lápis e papel

7

Documentário Obit será exibido na véspera do Festival

Margalit Fox é uma das entrevistadas do filme que estará em cartaz em São Paulo

8

Retrospectiva 2011: Biografia de Jobs revela que Apple lançará iSarney

CUPERTINO – A biografia de Steve Jobs que chegou hoje às livrarias americanas causou impacto imediato nas ações da Apple, que subiram 23% só na parte da manhã. A valorização se deve à revelação de que, nos meses que antecederam sua morte, Jobs trabalhou incansavelmente no desenvolvimento do iSarney, um aplicativo para dispositivos móveis que permitirá ao usuário criar, em menos de 30 segundos, cinco ONGs de inclusão social, dois ministérios com orçamento superior a um bilhão de reais e pelo menos um novo estado nordestino.

9

Cria Bolsonaros

Mais popular cabo eleitoral do presidenciável do PSL no Nordeste, cearense de 20 anos abandonou sonho de ser candidato a Whindersson Nunes para ser candidato a deputado

10

Ndongo quer ser titular

A viagem e o sonho de um imigrante senegalês em terras gaúchas