cartas

Um canteiro de réplicas da redação

DEPOIS DA QUEDA

O artigo de André Singer (“Do sonho rooseveltiano ao pesadelo golpista”, piauí_140, maio) é magistral, por conseguir lincar os acontecimentos recentes com a história do Brasil, de forma clara e quase incontestável. No entanto, Singer reproduz uma interpretação corrente na esquerda tradicional, em especial as ligadas (em maior ou menor grau) ao PT: a de que as manifestações de 2013 foram antilulistas. Não há dúvida que os protestos contribuíram para a desestabilização do sistema político do país. Porém é um equívoco reducionista classificá-las como “anti” algum governo em si. O ano 2013 no Brasil (assim como na Turquia) é mais um episódio num cenário mundial de grandes manifestações pós-crise de 2008 que questionavam, em geral, a qualidade da democracia e seus reais influenciadores. A crise econômica, aliada à mobilização via redes e mídias sociais de uma geração nascida após a queda do muro de Berlim, catapultou às ruas os ressentimentos nesse sentido. Foi assim na Primavera Árabe, na Espanha, na Grécia e, ainda em 2016, na França (com o movimento Nuit Debout), trazendo ecos dos movimentos antiglobalização do final da década de 90. Singer também ignora que, apesar dos oportunismos da mídia, da Fiesp e do PMDB, a maioria da população brasileira não concordava com os gastos para a Copa e a Olimpíada enquanto muito ainda havia para fazer no país. Daí o mote “Não é por 20 centavos”, ou seja, não se tratava só do preço da passagem, mas das reais prioridades da República que não deveriam se encontrar na farra de gastos por ordem da Fifa e do Comitê Olímpico Internacional (beneficiando muitas empreiteiras, veja só). Insistir em classificar Junho de 2013 como mera oposição a um partido ou governo destoa do restante do artigo, que nos oferece uma reflexão madura (e muito necessária) sobre como funcionamos e como isso deságua em nossa democracia.

MATÉRIA FECHADA PARA ASSINANTES
Para acessar, assine a piauí

Leia também

Últimas Mais Lidas

Boatos sobre políticas públicas serão o foco da nova edição do projeto Comprova

Iniciativa, no ar a partir de hoje, conta com a participação da piauí e de mais 23 veículos de todo o país

Falta de verbas e governo Bolsonaro ameaçam legado do SUS

Cientistas projetam piora de indicadores de saúde pública caso haja estagnação dos recursos para a área

Foro de Teresina #59: A popularidade de Bolsonaro, o Congresso após a Previdência e o espólio de Moro

Podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

O carteiro de Lula

Desconhecido até prisão de ex-presidente, auxiliar assume tarefa de entregar quase tudo que petista vê e lê

Vozes do levante

As batalhas de poesia que têm transformado a vida de jovens das periferias chegam à Flip

Fiador da Previdência, Maia se lança, chora e aprova reforma

Presidente da Câmara faz discurso de candidato, omite Bolsonaro e diz que vitória é do Centrão

Divino Amor – um Brasil distópico

Futuro apresentado no filme de Mascaro tem flagrantes dos dias atuais

Maia cresce no Twitter, Moro dispara e Mourão some

Vazamentos da Lava Jato mantêm ministro da Justiça como personagem do bolsonarismo mais citado na rede

Dois meses de dor e chicungunha no Rio

Casos de 2019 são mais que o dobro do total registrado em 2018; prefeitura fala em “suscetibilidade” dos cariocas ao vírus

Mais textos
1

O carteiro de Lula

Desconhecido até prisão de ex-presidente, auxiliar assume tarefa de entregar quase tudo que petista vê e lê

2

O pranto dos livros

Texto de 17 de janeiro de 1997, extraído de um dos quase cem cadernos deixados pelo autor de Formação da Literatura Brasileira

3

A redenção dos cinco

Um filme sobre os rapazes presos por um estupro que não cometeram

5

O pit bull do papai

Os tormentos e as brigas de Carlos Bolsonaro, o filho mais próximo do presidente

6

Fiador da Previdência, Maia se lança, chora e aprova reforma

Presidente da Câmara faz discurso de candidato, omite Bolsonaro e diz que vitória é do Centrão

8

Juízes expulsos receberam R$ 137 milhões em aposentadorias

Valor pago a 58 magistrados punidos com aposentadoria compulsória desde 2009 pelo CNJ daria para sustentar 1.562 aposentados do INSS

9

Falta de verbas e governo Bolsonaro ameaçam legado do SUS

Cientistas projetam piora de indicadores de saúde pública caso haja estagnação dos recursos para a área

10

Foro de Teresina #59: A popularidade de Bolsonaro, o Congresso após a Previdência e o espólio de Moro

Podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana