concurso pós-suíno

A galinha

Novo repto: quem é o(a) escritor(a) brasileiro(a) que, à maneira de Clarice Lispector, escreveu o contículo abaixo? Uma pista: não é o mesmo autor de O Porco.

Ao acender a luz da cozinha, iluminou a um canto a galinha de pés amarrados com alguma coisa de homem assassinado. Tentou ignorá-la enquanto enchia o copo de leite, mas ela cacarejou breve e impensadamente, como quem pede clemência. Tinha olhos que não acusavam mas eram acusatórios. Alarmada com a luz e o ruído da geladeira, teve movimentos antigos e num desses, mais violentos, colocou-se entre ele e a porta. Com o canto do olho ele percebeu o obstáculo terrível, mas fingiu outras preocupações mais graves.

Bebeu o leite e pulou por cima do corpo da galinha, sabendo que no dia seguinte a comeria. Mas nenhum atleta jamais dera tal salto. Se fizessem um instantâneo, ele parado no ar com a galinha de pés amarrados sob seu corpo já obeso, seria ridículo. Mas não houve flagrante, senão o da sua consciência.

Sentado na poltrona da sala, refez um pouco a festa de onde viera, rodeado insensivelmente pela família dormindo lá dentro, em varias posições.

Balançou a cabeça, tonta de uísque, mas não conseguiu apagar os ruídos que a ave fazia lá na cozinha, restaurada a escuridão. Condizente com a sua espécie ela aguardava seu destino, mas não o conhecia.



Solta no galinheiro, poria ovos pacificamente, ali no escuro fazia ruídos diminutos e perturbadores. Imitava esse ladrão que as esposas nervosas ouvem todas as noites.

O cansaço distribuído no corpo não permite que ele rebusque a infância, onde estão calmos e perigosos sentimentos semelhantes. Com os braços fortes empurra o mundo para baixo, poderosamente ergue o corpo.

Entra no quarto fofo, atira-se na cama e dorme amplamente como num templo. Quando acorda era domingo, o quarto ampliava-se com luz e mormaço, a família já tinha acabado de almoçar. E se passaram muitos anos.

Leia também

Últimas Mais Lidas

Marcadores do destino

Marcadores presentes no sangue podem aumentar ou diminuir os riscos do paciente infectado pela Covid-19 em desenvolver casos graves da doença

De puxadinho da Universal a queridinho da direita

No espaço deixado pelo PSL, Republicanos dobra número de prefeitos e se torna partido com mais vereadores eleitos em capitais

Foro de Teresina #128: As urnas, o racismo e o vírus

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Teatro político

Ricardo Nunes, vice da chapa de Bruno Covas, faz encontro em teatro que recebeu repasse de 150 mil reais autorizado pela prefeitura de São Paulo

Confiança no SUS tem crescimento recorde na pandemia

Pesquisa inédita do Ibope mostra que, em 2020, a população passou a confiar mais em quase todas as instituições – menos no presidente e seu governo

Virada eleitoral: missão (im)possível?

Só uma em cada quatro disputas de segundo turno teve reviravolta em relação ao primeiro nas últimas seis eleições municipais

Mais textos
3

Na cola de quem cola

A apoteose da tecnologia e o adeus aos estudos

7

A Arquiduquesa da canção e do escracho

Algum jovem, bem jovem mesmo, que por ventura me leia neste momento, não há de saber quem foi “Araca, a Arquiduquesa do Encantado”, estou certa? Assim era chamada a cantora favorita de Noel Rosa e tantos outros, a super Aracy de Almeida. Mulher absolutamente singular em sua figura e trajetória.

8

Janelas para o passado

Vêm da Inglaterra iniciativas interessantes lançadas na internet esta semana que ajudam a entender melhor duas civilizações antigas. Um projeto disponibiliza na rede fragmentos de papiros egípcios da época da ocupação grega, incluindo textos de Platão, Heródoto e Epicuro, e convida os internautas para ajudar a decifrá-los. Foi inaugurada também uma biblioteca digital de manuscritos de Avicena e outros nomes da medicina árabe do período medieval.

9

Miriam

Miriam, a mulher com um problema na garganta

10

PMDB decide apoiar Obama e Raúl Castro

"Abaixo o capitalismo e o socialismo! Viva o fisiologismo!", discursou Temer