poesia

Algumas canções sobre a angústia

Mbate Pedro
CREDITO: CELSO YOK CHAN

vi um homem arrumar pedaços de
madeira na estante
lado a lado
os livros
vi-o conservar nas prateleiras as bonecas da filha
dias depois o medo – com suas diabruras –
e a forma circular da angústia

depois
a insônia tomou conta do homem numa quarta-feira em que o
sono desceu pelos pés da cama e esvaiu-se no chão do quarto
mais tarde muito mais tarde
o mesmo homem esconjurou numa ferida
aberta o chão das pedras

Craveirinha
o poeta
esconjurou a escuridão e a agonia dos poemas
da prisão
Cortázar
o argentino
esconjurou-se ele próprio dos
seus cronópios

e precisarei dizer-te que vi ontem o rosto da minha morte
e que tem ele a beatitude de um beijo aberto e imortal?



*

o amor que devoto ao rosto do morto
como se contemplasse uma flor murcha

o buquê de lírios que sou forçado a levar ao
papel branco para que ele se abra – até que o
miolo do poema aluda à desordem

os abraços frios e pesados que recebo às terças-feiras
como se nascessem não dos ombros mas da pélvis

o desentorpecimento

o desespero que me é dado a
assistir nos rostos bafientos e medrosos
dos poetas novatos

e no entanto
as ruas estreitas que abrem os quartos para a elucubração

em outras palavras
o cheiro a fornicação que fica grudado semanas meses
nas vestes no asfalto circundante nos copos de cerveja

tudo isto é aterrador
vês?

*

cresce em mim uma afinidade com a expiração dos
objetos sem nome
como a fixidez dos cães vira-latas
ocorre-me agora
a noite dos bêbedos alegres no autocarro das onze
as pálpebras nuas das mulheres saídas do
parto

o esôfago dentro da tua flor

e tenho aqui
uma guia de marcha
camaradas
querem ver?

e tenho no interior
da voz
meio quilo de barbitúricos e antidepressivos
– quantidade suficiente para detonar os poemas apátridas –

 

e tenho dentro
a parte mais úmida das ilhas
querem ver?

*

e alguém entra no interior da manhã
arrastando pelos pés restos de agonia

*

a tua angústia dentro da minha
entrelaçadas
num desequilíbrio de águas
a esporearem-me os dedos na

umidade do teu silêncio
dois cálices de whisky
para a satisfação
da minha hepatite

a angústia aqui vem de muito longe
de lugares distantes da alma

onde nem a poesia ousa

 


Trecho do livro Vácuos, que a Cepe Editora está lançando na Flip.

Este texto foi reeditado e atualizado em julho de 2019 para piauí_flip_2019, edição impressa e distribuída gratuitamente durante a Festa Literária Internacional de Paraty.

Mbate Pedro

Leia também

Últimas Mais Lidas

Vacina a jato

Contra a Covid-19, empresas e OMS analisam liberar produto com 60% de eficácia, mas pesquisadores debatem riscos éticos e sanitários

A Bíblia e a bala

Nas polícias, setores evangélicos pentecostais dão sustentação às posições mais radicais do bolsonarismo

No meio do fogo, entre o atraso e o retardante

Diante do avanço das queimadas no Pantanal, governo de Mato Grosso apela a produto químico de efeitos ainda desconhecidos no meio ambiente após longo tempo de uso

Dois trilhões de suspeitas

Documentos secretos do governo americano mostram como cinco bancos multinacionais ignoraram alertas e movimentaram dois trilhões de dólares de clientes investigados por crimes de todo tipo durante anos

Um calote de R$ 158 milhões

Grupo Schahin usou empresa de fachada para ocultar fortuna em processo de falência; documentos dos FinCEN Files organizados pelo ICIJ embasaram a reportagem

Mais textos
1

R$ 0,46 no tanque dos outros

Agora, caminhoneiros grevistas usam WhatsApp para defender queda da gasolina, de Temer e da democracia

2

A vida e a morte de uma voz inconformada

Os últimos momentos de Marielle Franco, a vereadora do PSOL executada no meio da rua no Rio de Janeiro sob intervenção

4

Ray Kurzweil e o mundo que nos espera

Uma entrevista com o inventor e futurólogo americano

5

Qu4tro figuras (e mais 2)

Agora só tem o Homem de Ferro em Blu-ray, a privada virou "poltrono", a moça penteia o bigode e Stálin está no armário

6

Juízes vão ganhar auxílio-greve

“Você já viu o preço de um megafone hoje em dia? Sabe quanto custa mandar fazer faixas, camiseta, alugar carro de som?” Com essas palavras o ministro Luiz Fux justificou a aprovação do auxílio-greve para juízes federais que farão parte da mobilização que tenta barrar o fim do auxílio-moradia aos magistrados

7

Pero sin perder la broma

A revista que inferniza a monarquia espanhola se adapta aos tempos de crise

10

Chiclete com Banana adere à gourmetização e muda nome para Shitake com Macadâmia

AMARALINA - Em reformulação desde a saída do vocalista Bell Marques, o grupo Chiclete com Banana resolveu dar uma guinada radical para se adequar aos novos tempos. "Se você é diferenciado / Vem dançar ao som do berimbau goumertizado / Se Caetano estacionou o carro no Leblon / Eu brindo a vida com Paleta e Chandon", cantarolou o novo vocalista da banda, João Doria Junior.