colaboradores

Blim-blom!

Um Natal de soviéticos, búlgaros, lúbricos e insones

Holegárion Ribamarov, editor-chefe de <i>The Bûlgaria Herród</i>, e uma amiga
Holegárion Ribamarov, editor-chefe de The Bûlgaria Herród, e uma amiga

Caio Borges [Capa] é ilustrador. 

Leonardo Dupin [Notas soltas de um diário sem apêndice], jornalista mineiro, é mestrando em extensão rural pela Universidade Federal de Viçosa.

Dorrit Harazim [Por trás dos discursos], editora de piauí, dirigiu os documentários da série Travessias.

Philippe Geluck [Tirinhas], desenhista belga, é o criador dos quadrinhos Le Chat.

Marcos Caetano [O consultor cheio de ideias] é comentarista dos canais ESPN e colunista do Estado de S. Paulo. Ilustração de Reinaldo Figueiredo.

Cristina Tardáguila [Dissonâncias municipais] é repórter de piauí. Ilustração de Roberto Negreiros.

Renato Lemos [Emprego público: como conseguir o seu] é jornalista carioca. Já tentou vaga na Petrobras e no bndes, mas levou bomba. Ilustração de Filipe Jardim.

Holegárion Ribamarov [Гйe Bûlgaria Herród] é fabricante de laquê e editor-chefe do semanário mais governista do Leste Europeu.

Vassíli Grossman (1905–64) [A Madona Sistina], escritor e jornalista soviético, é autor de Um Escritor na Guerra, publicado pela Objetiva. Tradução de Rubens Figueiredo, a partir da edição americana, e de Denise Pegorim, que tomou como base uma versão italiana.

Caco Galhardo [Insônia] é cartunista e autor da tirinha Os Pescoçudos, na Folha de S.Paulo.

Mario Sergio Conti [O malandro voltou fissurado], diretor de redação de piauí, é coautor (com Ivan Lessa) de Eles Foram para Petrópolis e autor de Notícias do Planalto, da Companhia das Letras. Fotografia de Ella Dürst.

Marcos Nobre [O fim da polarização] é professor do Departamento de Filosofia da Unicamp e pesquisador do Cebrap, onde coordena o Núcleo Direito e Democracia. É comentarista convidado do Jornal da Cultura, da TV Cultura.

Eduardo Escorel [Apropriações] é cineasta. Dirigiu O Tempo e o Lugar. Publicou Adivinhadores de Água pela Cosac Naify. Ilustração de Caio Borges.

 

Ilustrações de Esquina por Andrés Sandoval.



Leia também

Últimas

Queridos, encolhi o país

Brasil piorou em PIB, renda per capita, indicadores de saúde e educação

Passou a boiada e agora chama a polícia

Bolsonaro desmonta sistema de fiscalização ambiental e, pressionado por Biden, diz que Força Nacional vai combater desmatamento

A cada 15 minutos, um Henry pede socorro

Serviços de saúde atendem por ano quase 33 mil crianças de até 9 anos com sinais de violência física, sexual ou psicológica; em cada quatro agressões, três acontecem dentro de casa

Temas recorrentes, tragédias perenes

A Última Floresta documenta, com olhar antropológico, aldeia na terra Yanomami

É praia, é piscina, é viagem oficial!

As equipes precursoras de Bolsonaro aumentam o número de dias das viagens e aproveitam para fazer turismo às custas do dinheiro público

Sem clima pra boiada

Conferência de chefes de Estado quer metas concretas de redução do desmatamento ilegal; estratégia bolsonarista atropela acordos com Biden

Mais textos