diário da Dilma

Em tempo de guerra, urubu é frango

Expliquei para o Jobim que não vou mais ficar tomando conta de marmanjo

Juntei a ministrada para um papo reto. Quem for acusado de corrupção está na rua
Juntei a ministrada para um papo reto. Quem for acusado de corrupção está na rua ILUSTRAÇÃO: CACO GALHARDO

1º DE AGOSTO_Agosto, mês de cachorro louco. Estou com mau pressentimento. Pedi para a mamãe dar um banho de sal grosso no Nego.

Chamei o Jobim para propor uma trégua. Juntei meu mindinho no dele para sinalizar que estávamos de bem. Expliquei que não vou mais ficar tomando conta de marmanjo. Quem tem filho grande é elefante.

Na saída, perguntei se ele tinha dado mais alguma declaração estapafúrdia e ele respondeu: “Para nenhum veículo de porte, presidenta.” Fiz um coraçãozinho com as mãos.

2 DE AGOSTO_Gleisi chegou atrasada para uma reunião. Disse que pegou um retorno errado e teve que parar num posto de gasolina para pedir informações. Sei.

Recebi ontem os líderes da base aliada. Estavam em polvorosa por causa da faxina. Fizeram beicinho, bateram pé, ameaçaram travar a pauta, colocar ovo podre no cano de descarga do carro presidencial, xingar muito no twitter e me cortar dos amigos no Facebook. Levantei o braço, mexi os dedinhos e mandei: “Conversem com a minha mão.”

Edison Lobão mudou de perfume. Continua cheiroso. Esse homem exala libido. Se tivesse classificação etária, Lobão seria proibido para menores de 35 anos.

3 DE AGOSTO_Obama ligou para pedir uns trocados. Impus uma condição: só emprestava se ele repetisse três vezes “Cozinheiro cochichou que havia cozido chuchu chocho num tacho sujo”. Nem nos meus tempos de terrorista imaginei fazer coisa parecida. Ah, se o Che me visse…

4 DE AGOSTO_Mamãe me acordou esbaforida dizendo que o Jobim tinha dito barbaridades sobre a Gleisi e a Ideli numa entrevista para um periódico do Piauí. Fiquei uma arara. Estava tendo um sonho bom em que eu era a Marieta Severo, na época do Chico. Mamãe sabe me deixar de mau humor.

Passei a vista no Diário de Teresina e na Tribuna do Piauí, e nada. Achei estranho. Fui correndo para o gabinete da Helena Chagas tentar entender o bafafá. No caminho cruzei com a Gleisi, que me perguntou o que eu estava fazendo no Ministério da Pesca. Confusa, essa menina.

Finalmente botei as mãos na tal entrevista. Mas é grande demais! Vou demorar dias para ler tudo isso. Será que não sabem escrever curto e com letrona? Pedi à Helena que fizesse umas fichas.

Me disseram que o Jobim está na Amazônia. Mandei achá-lo, mesmo que precisem redirecionar todos os radares do Sivam. Se ele resistir, a ordem é abater. E se o Lula vier com nhenhenhém fuzilo também o Genoino.

7 DE AGOSTO_Que loucura esse quebra-quebra na Inglaterra. Fiquei grudada na tevê à espera da princesa Kate, mas ela não apareceu. Estranho. Tem tempo que ela não lança uma modinha. Vou ligar para o Cameron.

Pus o Amorim no Ministério da Defesa porque, como o Vandré, também acredito nas flores vencendo os canhões. E depois aquele cabelo impõe respeito.

9 DE AGOSTO_Juntei a ministrada toda para um papo reto. Andei ouvindo fofocas sobre viúvas do Lula, saudosos do FHC e uma gentalha incomodada com meu jeito, que dizem ser ríspido. Como se eu tivesse pouca paciência com esse bando de dromedários e incompetentes, que ódio!

Lá na Bulgária, em 1945, o pessoal costumava dizer: “Em tempo de guerra, urubu é frango.” A partir de agora, quem for acusado de corrupção está na rua. Tenho mais o que fazer do que ficar aturando chororô de ministro. Minha cutícula está um lixo, não faço luzes há semanas e nem sabia que a Norma ficou má.

12 DE AGOSTO_Pelas barbas do Engels! Mas até o Pedro Novais?! E eu que tinha esperança de que aquela energia toda fosse revitalizar o Ministério do Turismo.

13 DE AGOSTO_Meus nervos estão ruins. Mamãe acha que é o estresse. Cismou de mostrar umas posições de hataioga. Pôs no som um mantra do “Homem de Bem”, acendeu um incenso e tentou me ensinar a controlar os chacras. Controlei tanto que caí no sono. Quando acordei, estava com a perna enroscada no pescoço. Só desatou com emplasto Salonpas e dois Valium. Por que ainda ouço a mamãe?

Parece que a Norma vai morrer. Li no minhanovela.com.br que até gravaram um final falso para despistar a imprensa! Lembrete: perguntar para Helena Chagas como esse pessoal faz para despistar a imprensa.

Vou à cozinha e dou com Gleisi que, surpresa, me pergunta o que eu estava fazendo na casa dela.

16 DE AGOSTO_É hoje que a Norma morre. Desmarquei todos os compromissos a partir das 19 horas e pedi para titia comprar pão de queijo congelado.

Ai, estou apegada a esse iPad. Sucumbi ao imperialismo, não adianta. Baixei um aplicativo para organizar minha agenda, outro com uma porção de bastidores das séries que acompanho. Tem até horóscopo!

17 DE AGOSTO_O Chico lança disco novo e ninguém traz?! Nem a irmã dele, cuja única função é essa? “O que será que me dá, que me bole por dentro, será que me dá…”

18 DE AGOSTO_Hoje tenho função ao lado do FHC. Eita homem civilizado. O cabelo azul lhe ficou ótimo. Sempre me recomenda um escritor chileno, um vinho argentino, um filme panamenho.

Chego tarde em casa e tenho de aturar O Astro. Sempre que vejo aquele menino de turbante me lembro do João Santana.

19 DE AGOSTO_O Wagner Rossi pediu demissão? Isso ninguém me avisa. Era ele o do Turismo?

Cedi à pressão política e participei de mais uma reunião para ouvir reclamações sobre a faxina, algemas, blá-blá-blá. Vem cá, esse pessoal não trabalha, não? Passados dois minutos de rame-rame, cravei os olhos no meu iPad. Passei o resto do tempo assistindo à terceira temporada de Sex and the City. Gosto muito dessa Samantha.

20 DE AGOSTO_Final de semana, preciso relaxar. Fiz uma sessão sofá.  Mamãe, titia e eu pegamos todas as comédias românticas com o Hugh Grant. Esse homem tem o carisma animal do Lobão e é raposão como o FHC. Se falasse português, nomeavapara um ministério. Que calor!

22 DE AGOSTO_Era o que me faltava: o Bernardo passeando de jatinho de empreiteira! Dei-lhe uma chamada na chincha. E ele só repetia: “Foi sem querer, senhora presidenta.” Ainda bem que o Sarney apareceu de helicóptero, matando uns pobres. Repito: no Maranhão, urubu é frango.

24 DE AGOSTO_Gosto de cabo de guarda-chuva na boca: aniversário do suicídio do Getúlio. Já foi uma data importante. Mas, com o Lula, ninguém mais tem tempo de sair da vida para entrar na história.

O sal grosso provocou urticária no Nego.

25 DE AGOSTO_Esse pessoal da Forbes me colocou como terceira mulher mais influente do mundo. Mal sabem eles que quem manda lá em casa é a mamãe.



Leia também

Últimas

O enigma do Maranhão

Estado mais pobre do Brasil tem a menor mortalidade por Covid

Coronalixo: os animais pagam o pato

Pesquisadores holandeses criam banco de dados colaborativo para mapear vítimas do descarte inadequado de lixo pandêmico

Vacina, prioridades e desigualdades

Problemas de logística e estratégia de vacinação baseada em idade e profissão prejudicam periferias – onde população é mais jovem, diploma é raro e trabalho remoto é luxo

Foro de Teresina #146: Mortes demais, vacinas de menos

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Ovo indiciado

Delegada qualifica arremesso de ovo como tentativa de homicídio e prende acusada de atacar Marcha pela Família Cristã

Quem é o terrorista?

Dez questões para ajudar a entender por que o novo projeto de lei contra o terrorismo ameaça seu direito de manifestação

Mais textos