colaboradores

Do Iraque, da Argentina, da França e até do Brasil

FOTOS: ADOC-PHOTOS // LEANDRO TEYSSEIRE

Ayeda Rajai Nasri Ama [Uma palestina em Mogi] é engenheira. Filha de palestinos, ela nasceu e cresceu no Iraque e, há oito meses, se refugiou com a família no Brasil. Tradução de Paulo Daniel Farah e Emir Mourad.

Cristina Tardáguila [Dentro do Caveirão] é repórter de piauí.

Roberto Kaz [Eurico, iCsOE!] é repórter de piauí.

Consuelo Dieguez [Tesouro submerso] é jornalista de piauí.



 Caco Galhardo [Quando parei de me preocupar com os canalhas], cartunista, publicou Cresh! (Fundação Peirópolis) e You have been disconnected (Devir).

Marcos Sá Corrêa [Os órfãos de Eufrásia], editor de piauí, é autor de Oscar Niemeyer, da Relume Dumará.

Félix Fénéon (1861–1944) [A vida em três linhas], jornalista e crítico de arte francês, foi editor da Revue Blanche. Apresentação de Samuel Titan Jr., professor de literatura na Universidade de São Paulo. Tradução de Dorothée de Bruchard.

 Manuel Bandeira (1886–1968) [O palhaço da burguesia, o monstro, o cavalo, o falso ridículo], poeta pernambucano cuja Poesia Completa e Prosa  foi publicada pela Nova Aguilar. Os textos foram tirados da série Crônicas Inéditas, coletânea de artigos publicados por Bandeira na imprensa e nunca editados em livro. O primeiro volume será lançado neste mês pela Cosac Naify.

 Edgardo Cozarinsky [A noiva de Odessa], escritor e cineasta argentino, autor de Borges em/ e/ sobre cinema, da Iluminuras. Tradução de Samuel Titan Jr.

 Marcel Gotlib [… E fez-se o círculo!], escritor e cartunista francês, é editor da revista Fluide Glacial. Tradução de Dorothée de Bruchard. 

 

Leia também

Últimas Mais Lidas

Virada eleitoral: missão (im)possível?

Só uma em cada quatro disputas de segundo turno teve reviravolta em relação ao primeiro nas últimas seis eleições municipais

Parente é serpente, visse!

Disputa ferrenha no Recife expõe influência da viúva de Eduardo Campos na campanha do filho João; aliança pró-Marília Arraes reúne de Lula a figuras próximas do bolsonarismo

A morte de um cinema de rua

Empresário que administrou por dez anos o Cine Joia, em Copacabana, relata crise que levou o cinema a fechar as portas após oito meses de pandemia

Assassinato no supermercado

Inépcia e inoperância do governo federal desautorizam expectativas favoráveis em qualquer frente - inclusive no audiovisual

Derrota por correspondência

Filho de imigrantes brasileiros, gay e conservador, o republicano George Santos já se considerava eleito deputado federal por Nova York – até chegarem os votos retardatários pelos correios

O novo Tio Sam e o Brasil

Biden terá que reatar tratados e rever estratégia de acordos bilaterais; guerra comercial é desastre para exportações brasileiras

Foro de Teresina ao vivo no segundo turno

Saiba como acompanhar a transmissão

Mais textos