memórias político-ludopédicas

Feitiço e o paulista de Macaé

O dia em que um jogador enfrentou Washington Luís em São Januário

Boris Fausto
No âmbito do futebol, uma rivalidade tempestuosa marcava as relações entre dirigentes paulistas e cariocas, desde pelo menos a criação, em 1916, da Confederação Brasileira de Desportos
No âmbito do futebol, uma rivalidade tempestuosa marcava as relações entre dirigentes paulistas e cariocas, desde pelo menos a criação, em 1916, da Confederação Brasileira de Desportos IMAGEM: REVISTA DA SEMANA_NOVEMBRO DE 1927_ACERVO DA FUNDAÇÃO BIBLIOTECA NACIONAL_BRASIL

Não era uma pelada qualquer, mas uma partida decisiva entre as seleções paulista e carioca de futebol, na final do 6º Campeonato Brasileiro. A data, 13 de novembro de 1927. O local, o fabuloso estádio de São Januário – o maior da América do Sul –, orgulho do Vasco da Gama e da colônia portuguesa do Rio de Janeiro, inaugurado naquele ano.

Uma multidão calculada em 40 mil pessoas – o Rio tinha por volta de 1,5 milhão de habitantes – lotava São Januário, desde gente simples acomodada nas arquibancadas até a elite, com homens de palheta, terno e gravata, e senhoras elegantes enfarpeladas de acordo com a moda. A diversidade era retrato de um instante de passagem em que o futebol estava se popularizando rapidamente, mas ainda conservava algo dos tempos em que fora um jogo exclusivo, uma paixão de gente bem-posta na vida.

MATÉRIA FECHADA PARA ASSINANTES
Para acessar, assine a piauí

Boris Fausto

Boris Fausto, historiador e ex-professor de ciência política da USP, é membro da Academia Brasileira de Ciências.

Leia também

Últimas Mais Lidas

Um bicheiro no centro do poder

A rede de assassinatos, amizades e dinheiro que cerca Jamil Name no Mato Grosso do Sul

Seis conclusões sobre o modelo do mundo sem a Amazônia 

O preço que o Brasil e o mundo pagarão caso a floresta continue a ser derrubada para dar lugar à pecuária

O mundo sem a Amazônia

Modelo climático prevê efeitos da conversão da floresta em pasto: diminuição de 25% das chuvas no Brasil e aumento da temperatura, com prejuízo "catastrófico" para agricultura e produção de energia

Foro de Teresina #73: Autofagia no governo, crise na oposição e o óleo nas praias do Nordeste

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Domingo – um dia especial

Filme paga preço alto ao ser lançado agora, quando expectativa de “nova era” se mostrou ilusória

O novo Posto Ipiranga

Ex-capitão do Exército transformado em ministro da Infraestrutura cresce no Twitter e na agenda positiva do governo Bolsonaro 

Brasil mais longe da Europa

“Efeito Bolsonaro” afasta turistas europeus e prejudica negócios

Maria Vai Com as Outras #5: Crime e castigo contra a mulher

Uma socióloga e uma defensora pública falam dos efeitos que a violência tem na vida profissional das mulheres

Mitificação de Eduardo, demonização da esquerda

Em evento bolsonarista, filho do presidente e ministros apresentam rivais como mal radical, em sintoma da deterioração democrática no país

Mais textos
1

Brasil mais longe da Europa

“Efeito Bolsonaro” afasta turistas europeus e prejudica negócios

2

Fala grossa e salto fino

As façanhas de Joice Hasselmann, do rádio ao Congresso

3

Mitificação de Eduardo, demonização da esquerda

Em evento bolsonarista, filho do presidente e ministros apresentam rivais como mal radical, em sintoma da deterioração democrática no país

5

O novo Posto Ipiranga

Ex-capitão do Exército transformado em ministro da Infraestrutura cresce no Twitter e na agenda positiva do governo Bolsonaro 

7

Entre a cruz e a motosserra

Na Amazônia profunda, missionária católica enfrenta a falta de padres, os pastores evangélicos e o desmatamento, enquanto papa faz Sínodo sobre a região

8

Moro em queda livre

Ministro e seu pacote anticrime perdem espaço no governo, no TCU e no Twitter

9

Letra preta

Os negros na imprensa brasileira

10

A volta do concurso literário mensal da piauí

Além da frase “Eduardo, meu filho, esse hambúrguer é orgânico?” o texto de outubro deve ter o seguinte ingrediente improvável: 'Oswaldo Montenegro'