poesia

Na Glória

Augusto Massi
ILUSTRAÇÃO: DESENHO DE LUCIO COSTA_ACERVO CASA DE LUCIO COSTA

NOSSA SENHORA DA GLÓRIA DO OUTEIRO

Te vejo do avião

Te vislumbro do Aterro

Pela janela do táxi

Do morro de Santa Teresa

Do quarto dos fundos do hotel

De uma rua qualquer no Catete

Te rodeio

Fixa na noite

Te revejo no Ermitão da Glória

Nas páginas de Quincas Borba

Irmandade do tempo

Limite da memória

Tuas ladeiras

Teus recados

Teus recessos

Leve, leve, leve,

Me leve de volta

Talismã da história.

 

NOTURNO DA GLÓRIA

Às quatro horas da manhã

caminho

entre as árvores do Aterro.

Mar agitado de mim mesmo.

Eu,

(a quem a memória não traiu)

cão teimoso,

farejando fúria,

combustão, saudade.

Noite adentro,

em meio à hemorragia de nuvens,

abismos de abril.

Caminho

contra a ventania

varrendo ruas,

espalhando pessoas.

Cruzo,

em alta velocidade,

o túnel de uns olhos

rumo à antiga noite.

Sobre escombros,

transitivo,

avesso a tudo,

(quase fora do alcance)

longe,

lá longe,

caminho.

Às quatro horas da manhã,

entre as árvores do Aterro,

luto

contra um mundo esquivo,

contra tua ausência,

incompreensível,

latejando dentro da noite.

 

HOTEL GLÓRIA

Precipitando tua presença,

dezembro insinua-se pelo tato:

cotovelo de rua, entrada da baía,

nudez mergulhada no quarto.

 

A janela aberta sobre a marina

modula linhas de fuga no corpo

(passam olhos pelas tuas costas),

num fraseado bem bossa nova.

 

A tarde tomba vertiginosa,

recorta morros pelo ombro,

desce por encostas barrocas,

contorna tua cintura carioca.

 

O verão se alastra selvagem,

radioso, lateja, sangra, vaza,

desorbita, arremete: vem!

Disjecta membra da ressaca.

 

Ex-voto na capelinha da Glória,

lavrado no outeiro do teu corpo.

Lá fora, o sol é mera dedicatória.

11 dezembro 1998

 

RELÓGIO DA GLÓRIA

Quando o galo das trevas

disparou contra as têmporas da noite

maio soletrou suas primeiras sílabas de pólvora.

 

Ao lado do pé de fícus,

sob o relógio da Glória,

a morte cravou suas esporas.

O mundo bateu em retirada.

Pedro Nava foi embora.

 

URCA

Vento persuasivo da tarde,

sintaxe límpida do outeiro.

 

No primitivo quebra-mar:

onda maleável do desejo.

 

Prosa ensolarada dos seios,

Urca seduzindo o Aterro.

 

HOTEL NOVO MUNDO

Na cerração do quarto

um corpo descobre

outro

 

Na arrebentação da cama

um corpo cobre

outro

 

Na cabeceira da noite

um corpo

outrora

Augusto Massi

Augusto Massi é professor de literatura brasileira na USP, ensaísta e poeta. Publicou Negativopela Companhia das Letras eVida Errada pela 7Letras.

Leia também

Últimas Mais Lidas

Bolsonaro, Marielle e a tempestade no Twitter

Entre os voos para Brasília e a presença do então deputado na Câmara, tempo apertado afasta hipótese de que Bolsonaro estivesse no Rio para receber acusado de matar vereadora  

Ruptura de bolsonaristas com PSL ganhou asas no Twitter

Disputa por controle do partido impulsionou menções a Eduardo e Joice na rede

Scorsese pede para se explicar

Quem sonha em fazer filmes enfrenta situação brutal, afirma cineasta

Silêncio na “República de Curitiba”

Com Lula solto, acampamentos de militantes se desfazem, e capital paranaense volta à rotina

Projeto da piauí é um dos vencedores de desafio do Google

"Refinaria de Histórias" vai transformar reportagens em séries, filmes e documentários

Maria Vai Com as Outras #6 – parte II: Trans – Gênero, corpo e trabalho

A advogada Márcia Rocha fala sobre a inserção de pessoas trans no mercado de trabalho formal

PT e aliados preparam campanha Lula-2022

Solto, ex-presidente vai percorrer o país e comandar oposição a Bolsonaro

Os donos do Supremo

Professora da FGV critica poder absoluto da presidência da Corte sobre pauta de votação: “Pode levar todo o tribunal para o buraco”

Foro de Teresina #76: O mistério da casa 58, o golpismo bolsonarista e o pacote de Paulo Guedes

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Mais textos
1

Começo para uma história sem fim

Como uma foto, um porteiro e um livro de registros complicaram ainda mais a investigação do caso Marielle

2

O estelionatário

O brasileiro que enganou um mafioso italiano, políticos panamenhos e Donald Trump

4

PT e aliados preparam campanha Lula-2022

Solto, ex-presidente vai percorrer o país e comandar oposição a Bolsonaro

6

Os donos do Supremo

Professora da FGV critica poder absoluto da presidência da Corte sobre pauta de votação: “Pode levar todo o tribunal para o buraco”

7

Foro de Teresina #76: O mistério da casa 58, o golpismo bolsonarista e o pacote de Paulo Guedes

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

8

Na piauí_158

A capa e os destaques da revista que começa a chegar às bancas

9

Silêncio na “República de Curitiba”

Com Lula solto, acampamentos de militantes se desfazem, e capital paranaense volta à rotina

10

A vida dos outros e a minha

Memórias de uma estudante brasileira fichada pela Stasi