minha conta a revista fazer logout faça seu login assinaturas a revista
piauí jogos

    Até a Ideli rompeu comigo depois de intuir que somos rivais no amor pelo bonitão do Varoufakis ILUSTRAÇÃO: CACO GALHARDO_2015

diário da Dilma

Não posso dar mole pra Kojak

Viva a elite branca! Carmen Mayrink Veiga, a própria, me elogiou num site

| Edição 103, Abril 2015

A+ A- A

1º DE MARÇO_Partiu niver do Rio de Janeiro. Na hora do embarque o João Santana me passou uma notinha que eu li meio que sem prestar atenção para os repórteres. Quando atinei, já tinha saído: “A Via Láctea é fichinha perto da galáxia que o nosso querido Eduardo Paes tem a honra de ser prefeito.” Isso sim é caso de impeachment.

2 DE MARÇO_Meu novo descanso de tela fica intercalando imagens do Varoufakis. No fundo, uma trilha do Kenny G.

3 DE MARÇO_Adoro fazer declaração de Imposto de Renda. Além do prazer sensual de preencher planilhas, considero o ritual quase como um momento cívico. Na rubrica “Doações”, tasquei uns 300 reais para o Tesouro grego. Tomara que chegue aos ouvidos dele.

4 DE MARÇO_Saiu a lista do Janot e ninguém me avisa. Estou me sentindo tão isolada de tudo e de todos. Até a Ideli rompeu depois de intuir que somos rivais no amor pelo Varoufakis.

5 DE MARÇO_Reunião com o Thomas Traumann para afinar o discurso no Dia Internacional da Mulher. Quero que seja uma guinada.

6 DE MARÇO_Cerimônia de entrega de 1 472 unidades dos residenciais Bela Suíça II e III em Araguari. Quem foi o jeca que batizou essa bagaça de “Bela Suíça”? Espero que não tenham aberto um HSBC ali por perto.

7 DE MARÇO_Em 6 de abril começa a última temporada de Mad Men. Torço pra que essa classe média recalcada que o Lula inventou não invente manifestação nesse dia. Quero chamar uma turminha lá em casa para fazer um petit comité bem anos 60, todo mundo com roupa de época. Já bolei o cardápio: barquete de maionese, espetinho de salsicha e abacaxi, coquetel de camarão (se não estiver muito caro), e como pièce de résistance a opção entre estrogonofe de filé com batata frita ou paillard com fettuccine e arroz à piamontese.

8 DE MARÇO_Santa Simone de Beauvoir! Essa elite branca e escravocrata foi bater panela bem no Dia Internacional da Mulher! Estou bufando de tanta raiva. Já ia para a Esplanada queimar sutiã quando o João Santana aconselhou não passar recibo. Ele vai pedir pros blogueiros progressistas espalharem que tudo não passou de uma performance do Carlinhos Brown. A ver.

9 DE MARÇO_A história do Brown tava até pegando quando o PT solta uma nota dizendo que o “panelaço não cumpriu seu objetivo”. Vou te contar, saudades do Brizola, viu.

Pelo sim e pelo não, mandei trancar todas as panelas na biblioteca. Não quero ficar exposta a um panelaço na minha própria casa toda vez que pedir um cafezinho pros empregados. Às vezes a gente dorme com o inimigo e não sabe. Não posso dar mole pra Kojak.

10 DE MARÇO_Depois que me mandaram a São Paulo para ser vaiada no Salão Internacional da Construção, tomei uma providência: criei um gabinete de crise para selecionar minhas próximas mancadas. Exigi que não sejam mais de duas por semana.

De noite fui consultar o Lula, que jogou tarô para mim. “É preciso se afastar da Casa Mercadante”, leu numa carta. Não sabia que era tão preciso assim.

12 DE MARÇO_Recebi o presidente da CNBB. Não existem ateus nas trincheiras, como se diz por aí: estou aberta a tudo. Ele me deu uma medalha de Nossa Senhora dos Aflitos e rezou o terço comigo. Questionei meu comunismo.

13 DE MARÇO_Bonito como somos mais inclusivos do que a elite golpista. Enquanto a marcha deles será mais branca do que Estocolmo no inverno, nós levamos às ruas um verdadeiro arco-íris de raças e culturas. O que tinha de africano que nem fala português era uma grandeza. Estavam lá para defender o governo e ganhar um vale-refeição, ou seja, além de mobilizar ainda distribuímos renda. Sobre isso nem uma palavra da Economist.

14 DE MARÇO_“Não há glória maior do que o amor nem punição tão grande quanto o ciúme.” Lope de Vega. Ideli acaba de me mandar uma revista francesa tipo Caras com fotos de Varoufakis na intimidade. A cena dele abraçando uma loirona no terraço do apartamento em que moram me atingiu feito um punhal envenenado. Liguei para a Merkel e disse para ela não transigir. “A Grécia precisa sofrer”, aconselhei.

15 DE MARÇO_A manifestação dos coxinhas me estragou o domingo. Em São Paulo, onde ninguém tem nada pra fazer no fim de semana, virou programa ir pra Paulista me xingar. O que mais me doeu foi ver essa gente diferenciada cantando Geraldo Vandré.

16 DE MARÇO_Não tenho visto o George Clooney e a Amal. Acho tão lindo aquele casal, mas estou estranhando esse sumiço deles.

17 DE MARÇO_Que vontade de tomar Doril! Não tenho estômago pra tudo isso. Fui criada no centralismo democrático: manda quem pode, obedece quem tem juízo. Tudo virou de cabeça pra baixo.

18 DE MARÇO_Eu sabia que não ia dar certo! Aqueles desmiolados dos Gomes são da pá virada, gente desclassificada, #vidaloka. E não bastasse tudo, aquele vampiro do Eduardo Cunha ainda faturou a notícia da demissão. Mas desse espero tudo. Até acordo.

19 DE MARÇO_Fomos no feijão com arroz: reforma política e pacote anticorrupção. E botar a culpa no FHC e na imprensa. Mal não faz.

20 DE MARÇO_Quase empacotei de susto! Titia chegou gritando com um computador na mão: Viva a elite branca! Viva a elite branca! Era a Carmen Mayrink Veiga, ela mesma, me elogiando num site de notícias. Fiquei besta! A Carmen disse que o Brasil estava em boas mãos e que, apesar dos problemas, eu sempre estava impecável, da cabeça aos pés. É para isso que a gente trabalha, para ter reconhecimento. Valeu, Ravenna! Valeu, Kamura! Valeu, Carmen! #tamojunto!

21 DE MARÇO_Não tinha visto a fotaça do Varoufakis tocando piano. A legenda de um site português diz com propriedade: “Virtuoso. Não sabemos quantos anos fez solfejo, mas ostenta um par de mãos esforçadas enquanto mira sedutoramente a objetiva.” A loirona do terraço ainda dói, mas não posso recusar a febre que ele me provoca.

22 DE MARÇO_O Levy está se saindo melhor do que a encomenda. Agora que o Botafogo dele é líder do campeonato, anda todo lampeiro pra lá e pra cá no Congresso. Finalmente um homem com agá maiúsculo no governo. Só eu não me dava conta.

Como eu sonhei com o Cláudio Marzo nos meus anos de clandestinidade. Lindo, másculo, charmoso… tadinho!

23 DE MARÇO_Sai a lista do Janot, sai a lista de correntistas do HSBC, e o que mais surpreende é o fato de nenhuma delas conter o nome do Paulo Maluf. O homem é um profissional.

Aniversário de 70 anos da Marta Suplicy. Achei pobreza fazer festa em salão de prédio. Para quem carrega aquele sobrenome… E o vestido, sinceramente, não caiu bem. Não gosto dessa moda de mula manca, só de um ombro. Meio jeca. E um pouco exagerado, como tudo nela. Aliás, o Kamura está prestes a receber um “meu querido” pela proa. Que história é essa de dizer que depois de se aproximar da Marta eu deixei de falar direito com ele?

24 DE MARÇO_Lula me ligou. Mandei dizer: “Não estou disposta!” Esse Gilberto Braga é uma bola!

As ciclovias viraram mimimi político. Agora só falta a Justiça de São Paulo proibir o Haddad de ser gato.

Comprei aquele shampoo a seco. Superprático! Nem sempre dá pra lavar a cabeça todo dia. Quero honrar o elogio da Carmen, a divina Carmen.

25 DE MARÇO_Quero mesmo é encostar o burro na sombra nessa Semana Santa. Se bem conheço esse povinho, ninguém vai perder o feriado para fazer passeata.