anais do jornalismo

O sujeito oculto

Como as agências de comunicação cultivam relações com jornalistas, fazem o lobby dos governos e da iniciativa privada, e influenciam o que é publicado na imprensa

Luiz Maklouf Carvalho
“Eu trabalho e me relaciono com muita gente, de mamando a caducando”, diz Francisco Soares Brandão, o dono da FSB. Foi no governo de Sérgio Cabral que a maior agência de comunicação do país deu o grande salto: hoje tem 700 funcionários
“Eu trabalho e me relaciono com muita gente, de mamando a caducando”, diz Francisco Soares Brandão, o dono da FSB. Foi no governo de Sérgio Cabral que a maior agência de comunicação do país deu o grande salto: hoje tem 700 funcionários ILUSTRAÇÃO: CAIO BORGES_ESTÚDIO ONZE_2015

“Alô, de onde fala?”

“Da FSB.”

MATÉRIA FECHADA PARA ASSINANTES

Luiz Maklouf Carvalho

Luiz Maklouf Carvalho, jornalista, é autor de "O Coronel Rompe o Silêncio", da Objetiva, e coautor de "Vultos da República", da Companhia das Letras.

Leia também

Últimas

Reforma administrativa ameaça democracia

Fim da estabilidade dos servidores, uma das propostas da mudança, fragiliza o Estado e coloca em risco as políticas públicas

Matemática que multiplica horas e projetos

Universitário do interior de Alagoas conta como realizou o sonho de conquistar medalhas em olimpíadas científicas e hoje incentiva outros jovens a participar dos concursos

O fim do dinheiro no país dos pixelados

Com o Pix a pleno vapor, cai a circulação de papel-moeda e bancos fecham cada vez mais agências; economia digital, no entanto, ainda exclui parte dos brasileiros

No rastro da Covaxin

Assim como a PF, a piauí vem investigando a Precisa Medicamentos e o escândalo da vacina indiana. Para entender melhor o caso, confira o roteiro do que já publicamos

Foro de Teresina #168: Bolsonaro janta os salvadores da pátria

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Mais textos