vultos da república

Peixe grande

O segredo do ajuste no Espírito Santo e a volubilidade política de Paulo Hartung

Rafael Cariello
“Não se deve confiar num político que nunca perdeu eleição”, diz Luiz Paulo Vellozo Lucas sobre Hartung. “Quem nunca perdeu é porque mudou muito de lado”
“Não se deve confiar num político que nunca perdeu eleição”, diz Luiz Paulo Vellozo Lucas sobre Hartung. “Quem nunca perdeu é porque mudou muito de lado” CREDITO: EGBERTO NOGUEIRA_ÍMÃFOTOGALERIA_2019

Paulo Hartung recebeu o convite no apagar das luzes de 2014, depois de encerrada a dura campanha eleitoral daquele ano. Havia saído vitorioso na disputa pelo governo do Espírito Santo e já preparava as medidas inaugurais de um terceiro mandato à frente do estado, quando soube que o chefe do Executivo fluminense, Luiz Fernando Pezão, gostaria de recebê-lo para uma conversa, no Rio de Janeiro. O encontro, à primeira vista corriqueiro, reunindo à mesa dois antigos aliados, cresceria em importância e significado nos anos seguintes, sobretudo quando rememorado por admiradores de Hartung.

O anfitrião havia sido vice de Sérgio Cabral por dois mandatos, e naquele momento tinha acabado de conquistar, pelo voto, o comando do Palácio Guanabara. Queria ouvir de Hartung – economista de formação e seu correligionário no PMDB – impressões sobre a economia brasileira e as finanças públicas nos dois estados, os maiores produtores de petróleo e gás no país.

MATÉRIA FECHADA PARA ASSINANTES
Para acessar, assine a piauí

Rafael Cariello

Repórter da piauí. Foi editorialista da Folha de S.Paulo e correspondente do jornal em Nova York

Leia também

Últimas Mais Lidas

Para não sair do hospital no escuro

A diferença que faz, para os pacientes, receber seus dados sobre tratamento e alta hospitalar – como manda novo Código de Ética Médica

O governo inconstitucional

Professora de direito constitucional escreve que decreto de Bolsonaro fere a autonomia universitária prevista na Constituição

Foro de Teresina #51: Moro no STF, o sigilo de Queiroz e Flavio e os protestos contra o governo

Podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Ministro toma caldo no #TsunamiDaEducação

Maia viaja, governo escorrega e Centrão deixa Weintraub falando sozinho na Câmara enquanto protestos tomam conta do país

A javaporquice de Bolsonaro

Presidente opta pela pior oposição que poderia escolher e enfrenta protestos inéditos para um recém-empossado

Varda por Agnès – narcisismo encantador

Interação é a pedra angular na obra da cineasta

A escolinha anarcocapistalista do Ancapistão

Vacina e cinto de segurança são inimigos eleitos pelos ancaps, que já têm representante no governo Bolsonaro

Uma motosserra na mão e um projeto na cabeça

Proposta de Flávio Bolsonaro extingue reserva legal obrigatória; espaço sob risco de desmatamento equivale a seis vezes a área do estado de São Paulo

Mais textos
2

A escolinha anarcocapistalista do Ancapistão

Vacina e cinto de segurança são inimigos eleitos pelos ancaps, que já têm representante no governo Bolsonaro

3

A javaporquice de Bolsonaro

Presidente opta pela pior oposição que poderia escolher e enfrenta protestos inéditos para um recém-empossado

5

O governo inconstitucional

Professora de direito constitucional escreve que decreto de Bolsonaro fere a autonomia universitária prevista na Constituição

8

Foro de Teresina #51: Moro no STF, o sigilo de Queiroz e Flavio e os protestos contra o governo

Podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

9

Uma motosserra na mão e um projeto na cabeça

Proposta de Flávio Bolsonaro extingue reserva legal obrigatória; espaço sob risco de desmatamento equivale a seis vezes a área do estado de São Paulo

10

Para não sair do hospital no escuro

A diferença que faz, para os pacientes, receber seus dados sobre tratamento e alta hospitalar – como manda novo Código de Ética Médica