diário da Dilma

Quem primeiro se queixa foi quem atirou a ameixa

Esse Laércio agora vem dizer que o Congresso está de cócoras. Passou recibo

Estou boiando um pouco nessa Lava Jato. É pau e pedra pra todo lado, não consigo acompanhar
Estou boiando um pouco nessa Lava Jato. É pau e pedra pra todo lado, não consigo acompanhar ILUSTRAÇÃO: CACO GALHARDO_2014

1º DE DEZEMBRO_Tô adorando esse Joaquim Levy. Pedi para ele fazer minhas compras de Natal e economizei 35% em relação ao ano passado.

Recebi a Luiza Trajano no meu gabinete. Combinamos nosso Réveillon. Ela disse que me separará um lindo vestidinho branco do Magazine Luiza para entrarmos o ano juntas. Uma uva, ela.

2 DE DEZEMBRO_Os manifestantes diferenciados largaram a avenida Paulista e vieram protestar no Congresso. Trouxeram o Lobão a tiracolo. Daqui a pouco estão abrindo uma pizzaria D.O.C. aqui. Oba.

O clima ficou tenso. Aquele espantalho do Agripino Maia resolveu me enfrentar no projeto de lei que altera a Lei de Diretrizes Orçamentárias. Olhei bem nos olhos do caboclo e soltei: Eu sou a diretriz orçamentária. Que fique claro. Em seguida, guardei meu cotó no coldre imaginário de couro.



3 DE DEZEMBRO_Esse Laércio agora vem dizer que o Congresso está de cócoras. Passou recibo. Quem primeiro se queixa foi quem atirou a ameixa.

4 DE DEZEMBRO_E a mamãe Noel aqui assinou convênios para liberar 3,24 bilhões de reais pro Geraldo Alckmin manter aqueles manifestantes em São Paulo. Menos mal que, mais dia, menos dia, não poderão mais tomar banho. Coxinha morre de vergonha de aparecer suado. Acham que confunde com pobre.

5 DE DEZEMBRO_Marcaram uma Cúpula Extraordinária da União das Nações Sul-Americanas (Unasul) só pra podermos fazer nosso amigo-oculto. Achei fofo.

6 DE DEZEMBRO_Não me bastava vigiar 39 ministros, agora tenho que vigiar irmão de ministro? Não é que aquele Negromonte e o tal do Neurer têm uns irmãos bem suspeitos? Gente desclassificada!

7 DE DEZEMBRO_Ainda bem que o Palmeiras escapou do rebaixamento. Se caísse, lá vinha o Serra dizer que era mais um descalabro do meu governo. Esse vampiro não deixa escapar nada.

8 DE DEZEMBRO_Fui citada num episódio do seriado The Newsroom. Mandei um recado para a oposição entrar na Justiça exigindo que o Laércio seja citado no meu lugar. Isso está ficando cada vez mais divertido.

Cometi a besteira de dizer que estava aberta ao diálogo e tive que receber os representantes das centrais sindicais. A reunião durou dois meses de 31 dias. Ô, povinho prolixo.

9 DE DEZEMBRO_O Janot pirou? Aquela mosca-morta resolveu dar uma de macho pra cima de moi? Não vem não, violão! Só tiro a Gracinha na hora que eu quiser! Já basta o Lula me dando ordens.

10 DE DEZEMBRO_No meio desse tiroteio todo, fiquei comovida com o relatório da Comissão da Verdade. Chorei mesmo. Minha vida estava ali. Fiquei melancólica.

Bolsonaro, pode esperar, a tua hora vai chegar.

11 DE DEZEMBRO_“Meu sonho talvez seja morrer bem gordo, sentado numa praça, comendo sem culpa. É, rindo e comendo doces. Tem a ver com desapego pessoal”, disse aquele pedaço de mau caminho chamado Alexandre Nero para a revista Claudia. Temos muito em comum. Vou mandar um brigadeiro de presente para ele.

12 DE DEZEMBRO_Já não bastava a desconfiança do mercado, a austeridade econômica e a crise do euro. Agora a Unimed me sai do Fluminense. Que esse 2014 termine logo!

Hoje é sexta-feira. Não consigo imaginar programa melhor do que visitar Piraí acompanhada do Pezão. Ueba.

13 DE DEZEMBRO_Já estava prestes a renovar meu guarda-roupa de praia quando o Levy veio me dizer que é melhor fazer isso depois de março, quando ninguém mais quer comprar biquíni. As coisas que esse homem está me ensinando!

14 DE DEZEMBRO_Parabéns para mim, nessa data querida. Escolhi o Peixonauta como tema da minha festa de aniversário. Alugamos pula-pula, piscina de bolinhas e a Kátia Abreu fez esculturas com bexigas.

15 DE DEZEMBRO_Às 19h30, lá estava eu no SGAN (Quadra 601 – Módulo K) para a solenidade de posse da Diretoria e Conselho Fiscal eleitos da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil – CNA – triênio 2014–17. Como eu amo ser presidenta.

Raios, só agora me dei conta de que esqueci de convidar a Ideli para o meu niver. Dizem que ela chegou a comprar uma fantasia de agente especial da O.S.T.R.A., com relógio-comunicador e tudo. E agora?

17 DE DEZEMBRO_Hoje tem almoço de confraternização com os oficiais-generais das Forças Armadas. Estou ressabiada. Vou pedir para esse ministro das Relações Exteriores provar a comida antes de mim. Se acontecer alguma coisa, ninguém sentirá muito a falta dele.

Cuba e Estados Unidos fizeram as pazes e o pessoal aqui reclama da minha amizade recente com a Kátia Abreu. É muito provincianismo.

18 DE DEZEMBRO_Eike Batista ficou pobre e a Xuxa ficou desempregada. Nenhum numerólogo previu o ocaso da letra X em 2014.

Que fofo está o príncipe George! Ele me parecia enjoadinho, talvez por causa daquele nariz da família, mas melhorou muito. Lindinho nas fotos de Natal. Uma roupinha que só inglês sabe vestir. Berço é berço, não tem jeito.

19 DE DEZEMBRO_Eu até achei que um dia viveria para ver Cuba e Estados Unidos ficarem miguxos. Mas confesso que não acreditei que esses olhinhos de Deus veriam a despedida de Sarney.

20 DE DEZEMBRO_Tirei a Ideli da organização da ceia de Réveillon. A Abin veio me informar que a beata queria servir ovo de codorna com molho rosé. Já não me bastava o Petrolão?

21 DE DEZEMBRO_O que é essa dieta Ravenna? Tudo de bom! Perdi 4 quilos. Estava meio desconfiada porque o médico é argentino, mas a Erenice tinha razão: é mi-la-gro-so. Não tenho mais a desculpa da campanha: agora é rumo aos 12 quilos.

22 DE DEZEMBRO_Estou me escondendo do Lula. Sujeito chato! Quer me empurrar ministros goela abaixo o tempo todo com o olho lá em 2018. Outro dia imitei a voz da titia e disse que eu não estava. Não sei se colou. Mas não estou em posição de discutir. Manda quem pode, obedece quem tem juízo.

23 DE DEZEMBRO_Baixei um joguinho chamado QuizUp no meu smartphone. Minha produtividade foi pro brejo. Respondi a tantos quizzes sobre o Alexandre Nero que fiquei com calo no dedo.

24 DE DEZEMBRO_Quem diria que eu ia sentir saudade do Gilbertinho… estou um pouco boiando nessa Lava Jato. É pau e pedra pra todo lado, não consigo acompanhar. E ainda apareceu aquela moça veneno pra dizer que avisou todo mundo dos malfeitos. Acho uma graça! Agora, todo mundo sabia de tudo, avisou todo mundo, e não tem nada a ver com isso. É como diz aquele rapaz: Ô, raça!

25 DE DEZEMBRO_Gracinha continua tão no fundo do poço que a chamei para almoçar aqui em casa. Ela veio e trouxe presentes: uma caixa de bombom pra mamãe, um perfume Boticário pra titia e ações da Petrobras pra mim. Choramos juntas.

27 DE DEZEMBRO_Ganhei uma amostra grátis de BB Cream e achei o máximo. Que coisa boa! Hidrata, dá cor e protege do sol. O que não faz uma boa propaganda! Já comprei dois tubos. Mas só depois de fazer o credi-Raia, uma sugestão do Levy. Economizei 12 reais! O homem é mágico!

31 DE DEZEMBRO_O cerimonial da posse fez questão de lavar o Rolls-Royce presidencial num lava a jato do posto Petrobras. Estou cercada de amadores por todos os lados. Vou encher a cara nessa virada de ano. Dane-se a dieta Ravenna.

Leia também

Últimas Mais Lidas

Polícia na porta, celular na privada

A prisão do juiz investigado sob suspeita de vender sentença por 6,9  milhões de reais – e que jogou dois telefones no vaso sanitário quando a PF chegou para buscá-lo

Na terra dos sem SUS

Nos Estados Unidos, mães de jovens negros mortos pela polícia enfrentam a epidemia, o desemprego e o racismo

Um idiota perigoso incomoda muita gente

Memórias e reflexões sobre o tempo em que voltamos a empilhar cadáveres por causa de um vírus

Mourão defende manter Pujol no comando do Exército

Vice afirma que general deve permanecer à frente da tropa até o fim do mandato de Bolsonaro, mas admite que não apita nas nomeações do presidente

Na piauí_166

A capa e os destaques da revista de julho

Foro de Teresina #107: As guerras surdas de Bolsonaro

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

O desmanche de Witzel

Um depoimento exclusivo denuncia os elos ocultos entre o governo de Witzel e as milícias

Para cuidar de quem cuida

Referência em Covid-19, hospital da USP cria programa de apoio a profissionais de saúde e descobre que 77% dos atendidos sofrem de ansiedade

Mais textos
1

A morte e a morte

Jair Bolsonaro entre o gozo e o tédio

2

Na piauí_166

A capa e os destaques da revista de julho

3

PCC veste branco

Traficante da facção usou 38 clínicas médicas e odontológicas para lavar dinheiro, comprar insumos para o tráfico e socorrer “irmãos” baleados

4

O desmanche de Witzel

Um depoimento exclusivo denuncia os elos ocultos entre o governo de Witzel e as milícias

5

A solidão de rambo

Suspeitas de corrupção e conluio com as milícias desmontam Wilson Witzel

6

Chumbo grosso no Ministério Público 

Bloqueio de bens na Suíça, delação premiada contra Moro e interferência na PF acirram guerra entre a Lava Jato e a Procuradoria-Geral da República

7

Tudo acaba em barro

Um coveiro em Manaus conta seu cotidiano durante a pandemia

8

Contra a besta-fera

A luta dos cientistas brasileiros para combater o vírus é dura – vai de propaganda enganosa a ameaça de morte

9

A droga da desinformação

Publicações falsas ou enganosas sobre remédios sem efeito comprovado contra Covid-19 são um terço das verificações do Comprova no último mês

10

Foro de Teresina #107: As guerras surdas de Bolsonaro

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana