carta do extremo sul

Uma estrangeira nas ilhas

Impressões sobre as Malvinas trinta anos depois da guerra

Beatriz Sarlo
Em 1982, Beatriz Sarlo se opôs à operação militar nas Malvinas. Em 2013, decidiu conhecer as ilhas, quando um referendo definiria seu futuro político: “Talvez tenha sido a minha última viagem importante. Ela me transportou não apenas ao pesadelo da guerra, mas a muito antes.”
Em 1982, Beatriz Sarlo se opôs à operação militar nas Malvinas. Em 2013, decidiu conhecer as ilhas, quando um referendo definiria seu futuro político: “Talvez tenha sido a minha última viagem importante. Ela me transportou não apenas ao pesadelo da guerra, mas a muito antes.” LEGENDA: KERRIN HOFMANN

Nunca pensei em viajar para as Malvinas. A ocupação argentina de 1982 foi um dos episódios mais traumáticos da minha experiência política durante a ditadura. Eu me opus à operação naquele momento, quando se opor implicava fazer parte de um grupo quase invisível. Na época, chegamos a redigir um longo documento justificando nossa oposição à guerra e apontando o equívoco de boa parte da esquerda em apoiar a operação militar. A questão das Malvinas continuou a me perseguir durante muitos anos, e eu continuei a criticar o triunfalismo cego e o nacionalismo sem princípios. Nunca me senti mais distante do país onde vivia do que naqueles meses em que tudo foi eclipsado pela ilusão de que, guiada pela ditadura, a Argentina estava derrotando a Grã-Bretanha. Essa fantasia coletiva foi meu pesadelo.

Por isso nunca pensei em viajar para as ilhas, que eram para mim um lugar crepuscular: o crepúsculo da ditadura, da morte de centenas de soldados argentinos, de um nacionalismo territorial que não me interessava e que a Guerra das Malvinas me mostrou ser um tremendo equívoco não só dos militares, mas também de um avatar da ideologia argentina. Eu não tinha nada a comprovar nas ilhas.

MATÉRIA FECHADA PARA ASSINANTES
Para acessar, assine a piauí

Beatriz Sarlo

Beatriz Sarlo, escritora argentina, publicou Modernidade Periférica, pela Cosac Naify e Tempo Presente, pela José Olympio

Leia também

Últimas Mais Lidas

Foro de Teresina #77: Lula solto, crise na Bolívia e o novo partido de Bolsonaro

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Trégua negociada atrás das grades

Documento do sistema penitenciário mostra como chefes do tráfico presos em Rondônia disputam à distância o controle da Rocinha

Bolsonaro, Marielle e a tempestade no Twitter

Entre os voos para Brasília e a presença do então deputado na Câmara, tempo apertado afasta hipótese de que Bolsonaro estivesse no Rio para receber acusado de matar vereadora  

Ruptura de bolsonaristas com PSL ganhou asas no Twitter

Disputa por controle do partido impulsionou menções a Eduardo e Joice na rede

Scorsese pede para se explicar

Quem sonha em fazer filmes enfrenta situação brutal, afirma cineasta

Silêncio na “República de Curitiba”

Com Lula solto, acampamentos de militantes se desfazem, e capital paranaense volta à rotina

Projeto da piauí é um dos vencedores de desafio do Google

"Refinaria de Histórias" vai transformar reportagens em séries, filmes e documentários

Maria Vai Com as Outras #6 – parte II: Trans – Gênero, corpo e trabalho

A advogada Márcia Rocha fala sobre a inserção de pessoas trans no mercado de trabalho formal

PT e aliados preparam campanha Lula-2022

Solto, ex-presidente vai percorrer o país e comandar oposição a Bolsonaro

Mais textos
1

Trégua negociada atrás das grades

Documento do sistema penitenciário mostra como chefes do tráfico presos em Rondônia disputam à distância o controle da Rocinha

2

Bolsonaro, Marielle e a tempestade no Twitter

Entre os voos para Brasília e a presença do então deputado na Câmara, tempo apertado afasta hipótese de que Bolsonaro estivesse no Rio para receber acusado de matar vereadora  

3

Começo para uma história sem fim

Como uma foto, um porteiro e um livro de registros complicaram ainda mais a investigação do caso Marielle

4

A vida dos outros e a minha

Memórias de uma estudante brasileira fichada pela Stasi

5

Silêncio na “República de Curitiba”

Com Lula solto, acampamentos de militantes se desfazem, e capital paranaense volta à rotina

6

O estelionatário

O brasileiro que enganou um mafioso italiano, políticos panamenhos e Donald Trump

8

O índio contra o império

Enquanto articula uma frente antiamericana com a Venezuela e o Irã, o presidente Evo Morales diz que, se a Petrobras não investir no país, confiscará os campos de gás da companhia

9

Scorsese pede para se explicar

Quem sonha em fazer filmes enfrenta situação brutal, afirma cineasta

10

Presidencialismo do desleixo

O modo Bolsonaro de governar