questões médico-existenciais

Viagem ao fundo da mente

O que acontece durante uma neurocirurgia

Karl Ove Knausgård
Na sala, o silêncio era total. A parte superior do crânio havia sido removida. Lá dentro, o cérebro pulsava. Parecia um animalzinho numa gruta. Ou a carne de um mexilhão aberto
Na sala, o silêncio era total. A parte superior do crânio havia sido removida. Lá dentro, o cérebro pulsava. Parecia um animalzinho numa gruta. Ou a carne de um mexilhão aberto FOTO: PAOLO PELLEGRIN_MAGNUM PHOTOS_LATINSTOCK

Cheguei a Tirana, na Albânia, num princípio de noite do final de agosto, em um voo proveniente de Istambul. O sol havia se posto a meio caminho e, enquanto aterrissávamos no escuro, imagens da luz evanescente ainda ocupavam meus pensamentos. O homem a meu lado, um jovem americano ruivo que usava um chapéu de palha, perguntou se eu sabia como ir do aeroporto ao Centro da cidade. Fiz que não com a cabeça, enfiei na mochila o livro que estava lendo, levantei-me, tirei minha mala do compartimento de bagagem e, de pé no corredor, aguardei que a porta na parte dianteira do avião se abrisse.

O livro havia sido a razão daquela minha viagem. Chamava-se Do No Harm (Não Faça Mal ou Não Provoque Danos), e havia sido escrito pelo neurocirurgião britânico Henry Marsh. O trabalho de Marsh consiste em cavar buracos no cérebro, a estrutura mais complexa que conhecemos no universo, aquela que contém tudo que nos faz humanos, e o contraste entre a sofisticação extrema daquela estrutura e o que há de mais primitivo – todo aquele trabalho com facas, brocas e serras – me fascinava profundamente. Eu tinha enviado um e-mail a Marsh, perguntando se podia encontrá-lo e vê-lo operar em Londres. Cordial, ele me respondera que, hoje em dia, raras vezes opera lá, mas que com certeza poderíamos combinar alguma coisa. De passagem, mencionou que tinha cirurgias agendadas na Albânia, em agosto, e no Nepal, em setembro. Hesitante, perguntei se podia me juntar a ele na Albânia.

MATÉRIA FECHADA PARA ASSINANTES

Karl Ove Knausgård

Karl Ove Knausgård, escritor norueguês, é autor da série autobiográfica Minha Luta, publicada no Brasil pela Companhia das Letras

Leia também

Últimas Mais Lidas

Quando gente vira cobaia

Fernando Reinach explica quais são e como funcionam os controles que existem para cientistas não ultrapassarem limites éticos em suas pesquisas

Vacinas na mira dos boatos

De carona na recusa do governo federal à vacina chinesa, conteúdos falsos e enganosos sobre imunização se intensificam nas redes sociais

Faltou combinar com a Bahia

Defensor do apoio a Ciro Gomes em 2018, senador Jaques Wagner minimiza encontro do pedetista com Lula e diz que presidenciável cearense se aproxima da direita

As incríveis aventuras do ministro-astronauta

Pontes nomeou para cargo de confiança sócia com quem mantém rede de empresas para venda de bonecos, livros, palestras motivacionais e viagens ao espaço

A esquerda que se arma contra Trump

Cultura armamentista típica dos conservadores americanos ganha cada vez mais adeptos entre minorias e grupos de tradição democrática

Foro de Teresina #124: O bolsonarismo frita seus generais

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Pastores, polícias e milícias

As eleições municipais e a multiplicação do bolsonarismo

Mais textos
2

Dado Dolabella exige que seus namoros sejam cobertos pelo SUS

RIO DE JANEIRO – O ator, cantor e enfant terrible Dado Dolabella declarou ontem que tem mais de dez anos de bons serviços prestados à saúde pública brasileira "sem jamais ter recebido um tostão por isso”. Dolabella se referia à afirmação do ministro da Saúde, José Gomes Temporão, segundo a qual o sexo é um dos meios mais eficientes para combater a hipertensão, um mal que aflige uma fatia crescente da população brasileira.

3

Os melhores momentos do futebol-arte

O que Van Gogh, Manet e Edvard Munch têm a dizer sobre o nobre esporte

6

Mercado exige diretas djá

Sumido desde o fim dos anos 90, o místico Walter Mercado reapareceu subitamente na última semana, num anúncio televisivo. Com seu inconfundível sotaque e o visual extravagante de sempre, o porto-riquenho tinha uma única mensagem a dar aos telespectadores.

7

Zamariola sai do casulo

Quem é o advogado de 28 anos que venceu a mais célebre causa de direito de família dos últimos tempos – o caso Sean – e como ele viveu a maratona que antecedeu o embarque do menino para os Estados Unidos

8

Ancine cria renúncia de dízimo para financiar cinema evangélico

TERRA PROMETIDA - Entusiasmado com o milagre da multiplicação de ingressos antecipados para o filme Os Dez Mandamentos, Manoel Rangel, presidente da Ancine, anunciou novas formas de financiar o cinema brasileiro.

10

Mais fortes são os poderes do corpo

Francisco prega uma Igreja na rua, que beije e toque